Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-15T12:44:59-03:00
Estadão Conteúdo
NOS TRILHOS

Rumo avaliará participar de Fiol e Ferrogrão

Ferrovias estão entre os mais importantes projetos ferroviários para o escoamento de commodities, como grãos e minério de ferro, do Brasil

15 de junho de 2019
12:44
Trem com o logo da Rumo
Rumo: governo trabalha com a expectativa de licitar 4 mil quilômetros de rodovias ano que vemImagem: Divulgação

Maior operadora ferroviária do Brasil, a Rumo avaliará eventual participação em leilões das futuras concessões da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e da Ferrogrão, disse Júlio Fontana Neto, ex-presidente executivo da Rumo e integrante de seu conselho da administração.

Ferrogrão e Fiol estão entre os mais importantes projetos ferroviários para o escoamento de commodities, como grãos e minério de ferro, do Brasil. "Somos concessionários ferroviários e temos por obrigação estudar todo e qualquer projeto", disse Fontana Neto, em evento. "Não são todos que podem trazer interesse para nós, mas com certeza vamos estudar."

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou ontem que o governo estuda autorizar, e não conceder, a Ferrogrão, que liga os Estados do Mato Grosso e do Pará. "Ganhamos perpetuidade e liberdade de tarifas", disse.

O governo federal tem expectativa de publicar, ainda neste ano, os editais para os leilões das concessões das duas ferrovias. Segundo a secretária de Fomento, Planejamento e Parcerias do ministério, Natália de Souza, eles estão entre os projetos mais desafiadores do portfólio da pasta, que tem uma carteira total de R$ 208 bilhões.

A Fiol deverá ter extensão de 1.527 quilômetros, entre Ilhéus (BA) e Figueirópolis (TO). O trecho I, de Ilhéus a Caetité (BA), com extensão de 537 km, já tinha até o fim do ano passado 76,2% de execução física da obra completada.

O governador do Pará, Helton Barbalho, havia dito mais cedo, no mesmo evento, que, se o governo federal não acelerar a concessão da Ferrogrão ainda este ano, Pará e Mato Grosso pretendem fazer um consórcio para levar a ferrovia a mercado.

O governo trabalha com a expectativa de licitar 4 mil quilômetros de rodovias ano que vem. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

carreira e diversidade

Magazine Luiza abre inscrições para 2º programa de trainees exclusivo para pessoas negras

Programa aceita candidatos formados entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021, em qualquer curso superior; fluência em língua inglesa e experiência profissional não fazem parte dos pré-requisitos

pós-brumadinho

Vale (VALE3) muda alto escalão e tenta reforçar discurso ESG

Luciano Siani Pires, que desde 2012 ocupa posição de vice-presidente finanças e RI, assumirá a vice-presidência de estratégia e transformação de negócios, cargo criado em março pela mineradora

Troca de comando

Gustavo Raposo renuncia ao cargo de presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras (PETR4); sucessor já foi escolhido

Com a saída de Raposo, o conselho da empresa deverá deliberar sobre a nomeação do atual diretor de Serviços para o comando

atenção, acionista

Dividendos: WEG (WEGE3) paga R$ 86,8 milhões em juros sobre capital próprio

Valor líquido é de R$ 0,017 por ação; terão direito aos proventos acionistas na base em 24 de setembro, segundo a companhia

Virou o jogo

Ação da Arezzo (ARRZ3) tem compra recomendada pelo Goldman Sachs, após sucesso na integração da Reserva e novas aquisições

Os analistas do banco de investimentos estão mais confiantes no potencial de lucro da empresa e elevaram também o preço-alvo dos papéis

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies