Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-02-01T12:50:43-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Renda Fixa

Investimento em LCA pode ficar mais atrativo

CMN libera condições de aplicação da LCA, assim bancos e produtores poderão pactuar livremente condições do produto, podendo resultar em taxas maiores para o investidor

31 de janeiro de 2019
18:51 - atualizado às 12:50

O investimento em Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) pode ficar mais atrativo depois de uma determinação do Conselho Monetário Nacional (CMN). Para o investidor, o grande atrativo desse tipo de papel de renda fixa é a isenção do Imposto de Renda.

O objetivo da LCA é direcionar recursos para o agronegócio. Pela estrutura do produto, do montante captado, 35% têm de ser direcionado aos produtores. Desse percentual, uma fatia de 40% tinha de ser destinada a operações com juros de até 8,5% ao ano.

Agora, essa fatia de 40% que tinha juro tabelado foi extinta, ampliando o volume de recursos que terão livre pactuação entre as partes.

Até então, sempre o banco queria fazer uma emissão de LCA ele tinha de garantir uma parcela da carteira de risco menor para se enquadrar nessa fatia de juros até 8,5%. Agora, a instituição poderá desenhar diferentes emissões de LCA com distintas relações de risco e retorno, o que pode resultar em papéis com taxas maiores de retorno para o investidor. Atualmente as taxas médias das LCAs rondam os 10% ao ano. O estoque de LCA está na casa dos R$ 150 bilhões.

Segundo o chefe do Departamento de Regulação do Banco Central (BC), Cláudio Filgueiras, a expectativa é de que a emissão de LCAs aumente com essa liberação, elevando, também, o financiamento ao agronegócio. “Essa liberação dará mais fluidez ao papel”, disse.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Preocupação

Vidas secas? Bolsonaro admite que Brasil vive “enorme crise hidrológica”

Presidente citou a falta de chuvas como um dos grandes problemas econômicos do país, juntamente com os efeitos causados pela pandemia

MESA QUADRADA

“Não me arrependo de nada. Só não posso dar conselhos financeiros para ninguém”, diz Bob Wolfenson, o fotógrafo das celebridades entrevistado no 7º episódio do Mesa Quadrada

Em em conversa para o podcast Mesa Quadrada, Dan Stulbach, Teco Medina e Caio Mesquita, conversam sobre dinheiro e carreira com Bob Wolfenson, ícone da fotografia brasileira

Situação preocupante

Cuidado com as luzes acesas! Aneel mantém taxa adicional mais alta na contas de agosto

Tarifa cobrada na bandeira vermelha nível 2 é de R$ 9,49 por 100 quilowatts-hora (kWh), e agência continua avaliando se vai elevar o valor

O melhor do Seu Dinheiro

Os melhores investimentos do mês e as notícias que foram destaque na semana

lém do ranking, tivemos o Ibovespa em queda de 2,60, e uma entrevista exclusiva com o CEO da Ânima Educação, que busca um “modelo Magalu”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies