Menu
2019-07-10T11:48:27-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Protagonismo

Maia: reforma tributária divide a federação e unifica a sociedade

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, esteve na instalação da Comissão Especial da reforma tributária e destacou o protagonismo da Câmara

10 de julho de 2019
11:48
Maia reforma tributária
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, durante instalação da Comissão Especial da reforma tributária - Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Enquanto não assume a sessão que vai voltar a reforma da Previdência, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, compareceu à instalação da Comissão Especial que vai discutir a reforma tributária, a PEC 45.

Em breve discurso, Maia ressaltou que a decisão do governo Jair Bolsonaro de governar sem coalização no Congresso, fortalece o papel o Parlamento, que tem assumido sua responsabilidade e protagonismo, e dá maior liberdade para que a Câmara possa colocar suas pautas e os pontos de vistas dos deputados.

Segundo Maia, o desafio da reforma tributária é diferente do desafio da Previdência, pois a mudanças nas regras previdenciárias unificam a federação e dividem a sociedade, já as mudanças tributárias dividem a federação e unificam a sociedade.

“Nosso desafio é harmonizar as divergências para que se consiga, como na reforma previdenciária, ter um texto que organize melhor o sistema tributário”, disse.

O texto que será discutido pelos parlamentares tem com base a proposta do economista Bernard Appy e foi escrito pelo deputado Balei Rossi (MDB-SP). A proposta acaba com três tributos federais (IPI, PIS e Cofins) e cria uma regra para extinguir o ICMS, de competência estatual, e o ISS, dos municípios.

No lugar desses impostos sobre o consumo, entra o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS) de competência de municípios, estados e União, além de um outro imposto, sobre bens e serviços específicos, esse de competência apenas federal. O prazo de transição estimado é de dez anos.

A reforma tributária está na agenda prioritária de Rodrigo Maia assim que for vencida a votação da Previdência. No entanto, o Senado Federal também vai discutir uma reforma tributária e há o desenho de uma proposta pela equipe econômica do governo.

Na Câmara, a presidência da Comissão Especial, que conta com 43 membros, ficou com o deputado Hildo Rocha (MDB-MA) e a relatoria com o deputado Agnaldo Ribeiro (PP-PB), que já disse que vai criar sub-relatorias.

Maia também disse que vai encaminhar discussões sobre outros dois temas. Ações para melhoria da eficiência do Estado e resultados mais efetivos dos programas sociais.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Inovação

Petrobras lança plataforma de soluções finaneiras para fornecedores

A Petrobras informa que lançou o Programa Mais Valor, nova ferramenta de soluções financeiras para fornecedores. Segundo a estatal, o piloto começou na semana passada e, a partir do dia 30 deste mês, a ferramenta estará aberta às empresas interessadas em antecipar faturas com taxas mais competitivas. A expectativa da estatal é de que o […]

HOMEM NEGRO ESPANCADO

Carrefour reitera que está tomando medidas após morte de João Alberto de Freitas

Empresa divulga comunicado um dia após perder quase R$ 2 bilhões em valor de mercado por conta do episódio

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

abertura dos negócios

Ibovespa sobe 1% com bancos e Petrobras e busca 109 mil; dólar tem queda firme

Investidores reagem com busca por ativos da renda variável em meio a uma menor percepção de risco político nos Estados Unidos e ao otimismo com vacina

no topo do ranking

Elon Musk ultrapassa Gates e se torna o segundo homem mais rico do mundo

Essa é apenas a segunda vez em oito anos que Gates perde posições no ranking

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies