Menu
2019-04-05T15:40:04-03:00
Estadão Conteúdo
Após quatro meses de alta

Empresários continuam otimistas, mas índice de confiança cai em março, diz CNI

Indicador da pesquisa varia de zero a 100 pontos e, quando estão acima de 50 pontos, indicam otimismo

22 de março de 2019
11:53 - atualizado às 15:40
Trabalhador da indústria
Trabalhador da indústria - Imagem: Shutterstock

A confiança do empresário industrial caiu em março, após uma sequência de quatro meses de alta, seguida de estabilidade em fevereiro. É o que aponta o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) divulgado nesta sexta-feira, 22, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador ficou em 61,9 pontos em março, queda de 2,6 pontos na comparação com fevereiro.

Apesar da baixa no índice, os empresários continuam otimistas. O indicador da pesquisa varia de zero a 100 pontos e, quando estão acima de 50 pontos, indicam otimismo. A CNI destaca ainda que o índice atingido em março ainda é 7,5 pontos acima da média histórica.

De acordo com a pesquisa, a queda do ICEI em março deve-se tanto pela avaliação menos positiva das condições atuais como pelas expectativas menos otimistas. O índice que avalia a expectativa com relação às condições atuais recuou 2 pontos, para 53,6 pontos, mas ainda revela que o empresário percebe melhora nas condições correntes de negócios nos últimos meses, porque está acima dos 50 pontos.

"O empresário percebe que a atividade está mais fraca do que era esperado no fim de 2018. Além disso, o processo de aprovação das reformas para a reativação da economia está se mostrando mais complexo e demorado do que se supunha. Com isso, os efeitos das reformas sobre a atividade vão ficar mais para frente do que previsto anteriormente", avalia o economista da CNI Marcelo Azevedo.

O índice de expectativas recuou 2,9 pontos de fevereiro para março, atingindo 66,1 pontos. A CNI destaca que o índice permanece elevado, bem acima da linha divisória dos 50 pontos, mas ressalta que é o segundo mês consecutivo de queda deste indicador.

De acordo com a pesquisa, entre fevereiro e março, a confiança diminuiu em todos os portes de empresas, segmentos industriais e regiões.

O levantamento foi feito entre os dias 1º e 19 de março, com 2.508 empresas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

seu dinheiro na sua noite

A chance do Pão de Açúcar de focar no seu negócio principal

Nessa nova experiência de home office que muitos de nós estamos vivendo, parcial ou integralmente, um dos desafios é conseguir manter o foco durante todo o expediente. Algumas pessoas dizem conseguir se concentrar muito melhor trabalhando de casa, onde é mais silencioso e confortável. Outras, como eu, encontraram bastante dificuldade para não procrastinar e acabar […]

Falta só a sanção

Câmara aprova prorrogação do prazo de entrega do Imposto de Renda até 31 de julho

Além de dar mais 90 dias de prazo, o texto também limitou o pagamento do imposto a, no máximo, seis parcelas

FECHAMENTO

Ibovespa engata segunda alta consecutiva, mas tempo segue fechado em Brasília

O Orçamento segue empacado e a situação fiscal preocupa, mas NY e as commodities vieram para salvar o dia e fazer o Ibovespa fechar a sessão no azul

Clássicos repaginados

Hasbro se une à plataforma de games Roblox para lançar novos produtos

A gigante dos brinquedos anunciou uma série de itens das linhas Nerf e Monopoly em parceria com a novata Roblox

Bom momento

Construtoras apresentam prévias operacionais fortes, apesar de restrições por causa da pandemia

Apesar dos lançamentos fracos, Cyrela viu crescimento nas vendas líquidas em comparação ao mesmo período do ano anterior; Direcional e Moura Dubeux bateram recordes de vendas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies