Menu
2019-04-10T09:55:01-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Fala povo

51% são contra reforma da Previdência; desaprovação é menor que a de Temer, diz pesquisa

Segundo Datafolha, divulgado pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (10), 41% da população é favorável a reforma; oposição é maior entre mulheres (56%)

10 de abril de 2019
7:56 - atualizado às 9:55
Fachada de posto de atendimento da Previdência Social
Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

reforma da Previdência é rejeitada por 51% dos brasileiros. É o que indica a pesquisa Datafolha, divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (10).

A oposição à proposta do governo Bolsonaro é menor que a registrada contra a reforma do governo Michel Temer (MDB). Às vésperas do texto ser votado pela comissão especia da Câmara, em abril de 2017, 71% rejeitavam a reforma apresentada pelo MDBista.

Os números sobre a reforma do governo atual indicam que 41% da população é favorável, 2% se diz indiferente e 7% não sabe. A oposição à reforma é maior entre mulheres (56%). Já entre homens, 48% se dizem a favor.

A polarização que marcou a eleição presidencial também fica clara na discussão sobre a reforma. Entre quem votou no presidente Jair Bolsonaro (PSL), 55% são a favor da reforma e 36% contrários. Já eleitores do Fernando Haddad (PT) tem grande desaprovação do principal projeto governista: 72%.

Diz ainda a pesquisa do Datafolha que, entre quem tem renda familiar acima de dez salários mínimos (R$ 9.998 em 2019), 50% apoia a reforma; 47% é contra. A maior rejeição é entre funcionários públicos (63%).

O Datafolha ouviu 2.086 brasileiros com 16 anos ou mais, em 130 municípios em todo o Brasil, em 2 e 3 de abril, informa o jornal Folha de S. Paulo.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

É para quando?

Ainda vai levar “algum tempo” para início da redução de estímulos econômicos, defende dirigente do Fed

James Bullard enfatizou que a retirada começará apenas quando a instituição tiver registrado um avanço “substancial” em direção a suas “métricas”.

Embarque imediato

Depois de incorporação, acionistas da Smiles aprovam saída do Novo Mercado

Além disso, assembleia votou a destituição do conselho de administração e a eleição de novos membros, inclusive do presidente

Procuram-se semicondutores

Falta de chips adia recuperação da indústria automobilística

O setor deve perder a chance de recuperar mercado no segundo semestre, período em que tradicionalmente se vendem mais carros

Mais uma na bolsa

Investindo no banco de investimentos: BR Partners sobe forte na estreia na bolsa

A BR Partners, banco de investimentos independente, concluiu seu IPO e estreou na bolsa nesta segunda — e a recepção do mercado foi boa

Tela azul

O “selo Buffett” no Nubank, a falha da Coca-Cola com CR7 e uma fraude no setor de tecnologia; confira os destaques da edição #37 do Tela Azul

Richard Camargo, André Franco e Vinícius Bazan comentam os principais assuntos no mundo das techs em papo descontraído e reforçam o convite para o evento que vai revelar as ações de tecnologia mais promissoras do momento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies