Menu
2019-04-10T09:55:01-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Fala povo

51% são contra reforma da Previdência; desaprovação é menor que a de Temer, diz pesquisa

Segundo Datafolha, divulgado pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (10), 41% da população é favorável a reforma; oposição é maior entre mulheres (56%)

10 de abril de 2019
7:56 - atualizado às 9:55
Fachada de posto de atendimento da Previdência Social
Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

reforma da Previdência é rejeitada por 51% dos brasileiros. É o que indica a pesquisa Datafolha, divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (10).

A oposição à proposta do governo Bolsonaro é menor que a registrada contra a reforma do governo Michel Temer (MDB). Às vésperas do texto ser votado pela comissão especia da Câmara, em abril de 2017, 71% rejeitavam a reforma apresentada pelo MDBista.

Os números sobre a reforma do governo atual indicam que 41% da população é favorável, 2% se diz indiferente e 7% não sabe. A oposição à reforma é maior entre mulheres (56%). Já entre homens, 48% se dizem a favor.

A polarização que marcou a eleição presidencial também fica clara na discussão sobre a reforma. Entre quem votou no presidente Jair Bolsonaro (PSL), 55% são a favor da reforma e 36% contrários. Já eleitores do Fernando Haddad (PT) tem grande desaprovação do principal projeto governista: 72%.

Diz ainda a pesquisa do Datafolha que, entre quem tem renda familiar acima de dez salários mínimos (R$ 9.998 em 2019), 50% apoia a reforma; 47% é contra. A maior rejeição é entre funcionários públicos (63%).

O Datafolha ouviu 2.086 brasileiros com 16 anos ou mais, em 130 municípios em todo o Brasil, em 2 e 3 de abril, informa o jornal Folha de S. Paulo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Fechou bem o ano

Petrobras tem lucro de quase R$ 60 bi no 4º trimestre e anuncia R$ 10 bi em dividendos

Alta extraordinária de 635% no lucro teve influência de itens não recorrentes de peso, mas mesmo o lucro recorrente totalizou R$ 28 bilhões, alta de 120% na comparação anual; em 2020, estatal lucrou R$ 7,1 bilhões, queda de 82% em relação a 2019

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Quanto vale a Eletrobras privatizada

Ontem à noite, o governo federal entregou ao Congresso a Medida Provisória que possibilita a privatização da Eletrobras e de quase todas as suas subsidiárias. O procedimento será feito por meio de uma capitalização que vai diluir a participação da União, que apenas manterá uma ação com poderes especiais de veto, a chamada golden share. […]

FECHAMENTO

Eletrobras dá susto na reta final, mas Ibovespa segue se recuperando do tombo recente; dólar recua

Estatais seguem se recuperando do tombo recente e a bolsa brasileira também conta com uma ajudinha do exterior

De volta ao topo

País volta a ser maior mercado de caminhão da Mercedes, que reafirma investimento

O volume supera os 24,5 mil caminhões vendidos na Alemanha, que caiu para a segunda posição no ranking de mercados globais da montadora.

Retomada

Faturamento da indústria de máquinas sobe 38,5% em janeiro em comparação anual

A expectativa é de que as vendas internas continuem positivas.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies