Menu
2019-07-10T15:20:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
vai desidratar?

Bancada da bala consegue acordo para suavizar aposentadoria de policiais, diz jornal

Segundo a publicação, entre os termos do acordo, quem ainda vai entrar na carreira deve permanecer com idade mínima em 55 anos, como era o desejo do Executivo

10 de julho de 2019
15:18 - atualizado às 15:20
10/07/2019 Visita Institucional à Câmara dos Deputados
Bolsonaro chegou a atuar para suavizar as regras de aposentadoria para os policiais. - Imagem: Marcos Correa /PR

Deputados da bancada da segurança pública conseguiram construir um acordo com líderes partidários e governo para que policiais federais, policiais rodoviários federais e policiais legislativos tenham regras mais brandas na reforma da Previdência. A informação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo

Segundo a publicação, entre os termos do acordo, para quem já está na carreira a idade mínima de aposentadoria deve ser de 53 anos para homem e 52 anos para mulher - além de um “pedágio” de 100%.  Mas quem ainda vai entrar deve permanecer com idade mínima em 55 anos, como era o desejo do Executivo inicialmente.

Mais cedo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a possibilidade de se retirar a idade mínima para a aposentadoria das carreiras policiais, entre elas, Federal, Rodoviária Federal e policiais legislativos.

Para Maia, a medida seria um benefício para a categoria no momento em que outras carreiras dão sua cota de sacrifício. De acordo com Maia, todos têm que participar porque, de outra forma, o sistema entrará em colapso fiscal e todos serão prejudicados.

"A retirada da idade mínima é péssima. A construção de uma regra de transição igual a do regime próprio é uma sinalização que não é a melhor, mas ela é mais correta e mais justa", disse Maia.

Na quinta-feira passada, o presidente Jair Bolsonaro chegou a atuar para suavizar as regras de aposentadoria para os policiais. Líderes de partidos alinhados ao governo confirmaram que Bolsonaro os procurou para um acordo.

O presidente admitiu que sugeriu mudanças para a aposentadoria de policiais que servem a União no texto da reforma da Previdência. Mas disse que a proposta não foi acatada pela categoria

"Eu fiz uma excelente proposta, não aceitaram. Agora vai para o voto", lamentou ao ser questionado se teria feito alguma orientação sobre o assunto, como informado por líderes da Câmara.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Exclusivo SD Premium

Por que a nova “febre do ouro” ainda está longe do fim

Acredito que o mercado vai agora acumular ao redor de US$ 2.000, antes de retomar a subida. Embora estejamos falando de ouro virtual, não é nenhum exagero dizer que estamos em nova corrida do ouro, com todas as suas alegrias e decepções

Otimismo cauteloso

Lucro da Movida tomba 94% no segundo trimestre, mas CFO espera recuperação: ‘Carro sai mais forte’

Companhia está “cautelosamente otimista”, diz Edmar Lopes Neto, que prevê crescimento da frota e atesta recuperação da demanda

listagem no novo mercado

Caixa Seguridade protocola retomada de IPO na CVM e listagem na B3

Caixa Seguridade informou que a controladora protocolou perante ao órgão e à B3 o pedido de retomada do registro de IPO de ações ON

números da pandemia

Covid-19: Brasil tem 104 mil mortes e 3,16 milhões de casos acumulados

Ontem o painel trazia 103.026. Ainda há 3.454 óbitos em investigação

seu dinheiro na sua noite

O Ibovespa entre o Céu e o Inferno

Desde que ultrapassou novamente os 100 mil pontos, em meados de julho, o Ibovespa tem ficado meio… de lado. Essa é a expressão usada no mercado quando um índice ou ativo fica nesse “chove não molha”: sobe um pouquinho, cai um pouquinho, mas sempre rondando o mesmo patamar. E não é que o noticiário esteja […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements