Menu
2019-06-29T09:48:01-03:00
Climão na ala política

Alckmin: “ninguém está feliz na política, nem no PSDB”

Declarações do ex-governador foram dadas em resposta a uma notícia de que teria declarado que não está satisfeito no PSDB

29 de junho de 2019
9:48
Geraldo Alckmin
Geraldo Alckmin - Imagem: Shutterstock

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) saiu em defesa da realização de uma reforma política no País. Embora negue qualquer possibilidade de deixar o PSDB, o tucano afirmou que o Brasil possui hoje um dos piores sistemas partidários do mundo, o que impede qualquer um de estar feliz na política.

"Ninguém está feliz na política, nem no PSDB", afirmou o tucano, reiterando que "sem uma reforma política, as crises não acabam".

"Com 35 partidos, todos estão divididos, o eleitor não sabe em quem votar", emendou. Ao negar uma possível saída do PSDB, Alckmin rebateu: "Sou a sétima assinatura da carta de fundação".

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

As declarações de Alckmin foram dadas em resposta a uma pergunta sobre a notícia de que teria declarado nesta semana que não está satisfeito no PSDB, em evento ocorrido em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

"Me perguntam se estou feliz no partido. Não estou e quem disser que está está mentindo. Não estou satisfeito no PSDB, já que o sistema brasileiro não permite que qualquer pessoa esteja feliz com qualquer partido", disse Alckmin na ocasião, segundo noticiou o portal UOL.

Improbidade

Alckmin também falou da ação civil de improbidade administrativa ajuizada pelo promotor de Justiça Marcelo Milani, do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), que pede o bloqueio de até R$ 5,4 bilhões dele e de outros 28 investigados. O processo envolve a licitação dos trechos Sul e Leste do Rodoanel.

De acordo com o promotor, o contrato é "inexequível", pois traz uma "proposta (de cobrança de pedágio) bem inferior ao teto previsto no edital".

O MP-SP destaca os valores das taxas básicas de pedágio cobrados pelo consórcio vencedor, "consistente no valor de R$ 2,19, para o Trecho Sul e de R$ 1,64 para o Trecho Leste". No edital, a cobrança máxima estipulada é de R$ 6,00 e R$ 4,50, respectivamente.

Segundo Alckmin, a licitação havia sido feita pelo também ex-governador do Estado Alberto Goldman (PSDB). Alckmin diz que a SPMar foi vencedora da licitação com uma proposta 60% abaixo do teto, mas conseguiu entregar a obra, que "está pronta e operando".

Em comparação, o segundo lugar na licitação ofereceu contrato 12% abaixo do teto. Hoje a SPMar está em recuperação judicial, o que, segundo Alckmin, é um "problema particular" da empresa. Ele justifica a oferta competitiva, pois "o grupo que na época ganhou o contrato queria entrar nas concessões", e diz que "o Estado não gastou um centavo" com a execução da obra. Em nota, a defesa de Alckmin disse que "é inusitado, para dizer o menos, que o administrador público seja processado pela escolha menos onerosa para a sociedade."

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mercado reduz estimativas para inflação e Selic em 2020

O mercado reduziu a estimativa para a taxa básica de juros, Selic, e a inflação medida pelo IPCA ainda em 2020. As novas projeções constam no Boletim Focus desta segunda-feira (27). Segundo a publicação do Banco Central, a Selic deve terminar o ano a 4,25% – ante 4,50% da semana passada. A projeção para o […]

nova realidade

Open banking começa a ser implementado no segundo semestre de 2020

Medida é a principal bandeira do BC para modernizar o sistema financeiro brasileiro e aumentar a competição no mercado

Uma fatia pode ser sua

BNDES destina 20% de ações da Petrobras a pessoas físicas

Petrobras afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que pelo menos entre 10% e no máximo 20% das ações serão destinadas a investidores de varejo. O início das negociações, no mercado secundário, está previsto para 7 de fevereiro

expandindo horizontes

Taurus assina acordo de parceria com empresa indiana

Jindal Group é a maior fabricante de aço da Índia e uma das dez maiores do mundo, com um faturamento anual superior a US$ 24 bilhões

Esquenta dos mercados

Disseminação rápida do coronavírus assusta e doença continua pautando os negócios

Investidores seguem cautelosos com o vírus chinês. Além disso, temporada de balanços movimenta o Brasil e o exterior

novos voos

Boeing realiza voo inaugural de aeronave 777X

Início de serviço da nova aeronave está atrasado devido a problemas técnicos; possivelmente começará a realizar voos comerciais durante um período de desaceleração dos pedidos de aeronaves maiores

marque na agenda

Santander e Cielo abrem temporada de resultados do 4º trimestre de 2019; veja o que esperar

Empresas passam por movimento de adaptações, com taxas de juros a mínimas históricas, mudanças promovidas pelo governo que afetam o mercado e o avanço das fintechs

Seu Dinheiro Premium

Os segredos da bolsa: Ações para acompanhar de perto numa semana agitada no exterior

O exterior volta a dar as cartas ao mercado nesta semana. E, em meio à turbulência, saiba quais ações podem ser destaque nos próximos dias

DE OLHO NA BOEING

FAA diz a áreas americanas que 737 MAX talvez possa retornar antes do meio do ano

De acordo com fontes ouvidas pela Reuters, Dickson teria dito ainda que a previsão da Boeing e que espera que o retorno das aeronaves ocorra apenas no meio do ano é “muito conservadora”

RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Bolsonaro diz que pode transferir embaixada em Israel para Jerusalém em 2021

O presidente disse que tem conversado com líderes árabes sobre o assunto e que, até o momento, não houve nenhuma oposição à proposta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements