Menu
2019-12-24T00:14:48-03:00
Estadão Conteúdo

Petrobras desiste da construção de refinaria do Comperj

Segundo a estatal, o estudo sobre o empreendimento concluiu que a finalização não teria atratividade econômica

19 de dezembro de 2019
6:45 - atualizado às 0:14
Petrobras
Imagem: shutterstock

A Petrobras e a chinesa CNPC, decidiram cancelar a construção da refinaria do Comperj, em Itaboraí (RJ). Segundo a estatal, o estudo sobre o empreendimento concluiu que a finalização do projeto não teria atratividade econômica.

Agora, a Petrobras estuda alternativas para utilizar a área do Comperj. Entre elas, está a integração da refinaria Duque de Caxias (Reduc) com algumas unidades hibernadas da unidade que estava em construção. O objetivo seria a produção de lubrificantes básicos e combustíveis de alta qualidade a partir de produtos intermediários da Reduc enviados para processamento no Comperj através de dutos.

Outra possibilidade é a construção de uma termelétrica, em parceria com outros investidores, utilizando gás natural do pré-sal.

Segundo a Petrobras, está mantida a implantação do Projeto Integrado Rota 3, de gás natural, que vai permitir o escoamento de 21 milhões de m³ por dia de gás a partir de 2021. O projeto inclui um gasoduto e uma unidade de processamento.

Em relação à CNPC, a companhia afirma que continuará buscando oportunidades de parcerias. As duas companhias já atuam juntas na exploração da área de Libra, e recentemente formaram consórcio para ficar com o campo de Búzios, no leilão da cessão onerosa.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

mercado de ações

A B3 vai ter concorrência, mas não hoje: os riscos e oportunidades dos desafiantes ao monopólio da bolsa brasileira

Autorização para a empresa Mark2Market operar como central depositária de títulos volta a esquentar debate sobre atuação da B3, mas mercado vê quebra de monopólio improvável no curto prazo

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies