Menu
2019-10-14T14:30:59-03:00
Balanço das montadoras

Nos EUA, GM vende mais veículos no 3º trimestre, Fiat tem estabilidade e Ford, queda

Montadoras estrangeiras reportaram na terça-feira vendas piores do que o esperado para setembro

2 de outubro de 2019
20:01 - atualizado às 14:30
Logo da Fiat em automóvel
Imagem: Shutterstock

A General Motors registrou crescimento em suas vendas de veículos no terceiro trimestre, mas a Fiat Chrysler mostrou estabilidade e a Ford Motor, uma queda na comparação anual.

De qualquer modo, as ações do setor hoje tiveram em geral quedas superiores ao mercado em geral nas bolsas de Nova York, em meio a temores de uma desaceleração econômica e consequente queda na demanda global por carros.

A General Motors registrou avanço de 6,3% em suas vendas de carros no terceiro trimestre, na comparação com igual período do ano passado.

A Fiat mostrou estabilidade na mesma base de comparação, enquanto a Ford registrou recuo de 5,1%. As ações da GM caíram 4%, as da Ford tiveram baixa de 3,3% e as da Fiat, de 1,9%.

No caso da GM, uma greve que está em sua terceira semana levou suas mais de 30 fábricas nos EUA a uma paralisação, o que prejudicou os lucros do terceiro trimestre e limitou a oferta. Nos primeiros nove meses do ano, as vendas da GM nos EUA recuaram menos de 1%, na comparação anual, enquanto a Ford teve baixa de 3,8% e a Fiat Chrysler, de 1%.

Montadoras estrangeiras reportaram na terça-feira vendas piores do que o esperado para setembro, com muitas das fabricantes japonesas mostrando declínios de mais de 10%. A Toyota Motor reportou queda de 2,5% nas vendas nos três primeiros trimestres do ano, na comparação com igual intervalo de 2018, enquanto a Honda Motor teve baixa de menos de 1% e a Nissan Motor, de 7,1%.

Analistas preveem que o setor automotivo dos EUA recue um pouco neste ano, com as vendas podendo ficar abaixo de 17 milhões pela primeira vez em cinco anos.

O avanço nos preços dos veículos, que ajudou os lucros das montadoras e concessionárias em anos recentes, continua a prejudicar a demanda por novos veículos, já que os compradores com mais frequência privilegiam modelos usados.

*Com Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

foco no nordeste

Desenvolvimento Regional autoriza R$ 30,7 milhões para saneamento em 17 Estados

Segundo a pasta, a maior fatia dos recursos foi destinada ao Nordeste (R$ 15,8 milhões), seguida pela região Norte (R$ 6,5 milhões)

caso das rachadinhas

Presidente do STJ decide colocar Queiroz em prisão domiciliar

O caso tramita sob segredo de Justiça. Preso desde 18 de junho, Queiroz é apontado como operador de um suposto esquema de “rachadinhas” – apropriação de salários de funcionários – no antigo gabinete do senador Flávio Bolsonaro

O dia dos mercados

Com cautela em NY, bolsa fecha em queda de 0,6% após voltar aos 100 mil pontos; dólar recua

Em sessão de volatilidade, bolsa retorna ao patamar de 100 mil, mas não consegue manter fôlego com cautela em bolsas americanas. Dólar tem leve queda e se aproxima de R$ 5,30

ALÉM DE MORTOS E FERIDOS...

Os ‘falidos’ do coronavírus: veja as empresas que quebraram na pandemia

Companhias aéreas foram as primeiras a sentir o baque, seguidas por empresas que dependem também do turismo ou de viagens corporativas. Varejistas com fraca presença no e-commerce também sofreram com a ausência de clientes.

dados do ministério da Economia

Estatais apresentaram resultado líquido de R$ 109,1 bilhões em 2019, alta de 53%

De acordo com balanço apresentado nesta quinta-feira pelo Ministério da Economia, isso representa um aumento de 53% em relação ao lucro de 2018 e é o maior valor desde 2008

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements