Menu
2019-10-14T14:30:59-03:00
Estadão Conteúdo
Balanço das montadoras

Nos EUA, GM vende mais veículos no 3º trimestre, Fiat tem estabilidade e Ford, queda

Montadoras estrangeiras reportaram na terça-feira vendas piores do que o esperado para setembro

2 de outubro de 2019
20:01 - atualizado às 14:30
Logo da Fiat em automóvel
Imagem: Shutterstock

A General Motors registrou crescimento em suas vendas de veículos no terceiro trimestre, mas a Fiat Chrysler mostrou estabilidade e a Ford Motor, uma queda na comparação anual.

De qualquer modo, as ações do setor hoje tiveram em geral quedas superiores ao mercado em geral nas bolsas de Nova York, em meio a temores de uma desaceleração econômica e consequente queda na demanda global por carros.

A General Motors registrou avanço de 6,3% em suas vendas de carros no terceiro trimestre, na comparação com igual período do ano passado.

A Fiat mostrou estabilidade na mesma base de comparação, enquanto a Ford registrou recuo de 5,1%. As ações da GM caíram 4%, as da Ford tiveram baixa de 3,3% e as da Fiat, de 1,9%.

No caso da GM, uma greve que está em sua terceira semana levou suas mais de 30 fábricas nos EUA a uma paralisação, o que prejudicou os lucros do terceiro trimestre e limitou a oferta. Nos primeiros nove meses do ano, as vendas da GM nos EUA recuaram menos de 1%, na comparação anual, enquanto a Ford teve baixa de 3,8% e a Fiat Chrysler, de 1%.

Montadoras estrangeiras reportaram na terça-feira vendas piores do que o esperado para setembro, com muitas das fabricantes japonesas mostrando declínios de mais de 10%. A Toyota Motor reportou queda de 2,5% nas vendas nos três primeiros trimestres do ano, na comparação com igual intervalo de 2018, enquanto a Honda Motor teve baixa de menos de 1% e a Nissan Motor, de 7,1%.

Analistas preveem que o setor automotivo dos EUA recue um pouco neste ano, com as vendas podendo ficar abaixo de 17 milhões pela primeira vez em cinco anos.

O avanço nos preços dos veículos, que ajudou os lucros das montadoras e concessionárias em anos recentes, continua a prejudicar a demanda por novos veículos, já que os compradores com mais frequência privilegiam modelos usados.

*Com Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

em busca de energia limpa

Criptomoedas: Elon Musk diz que Tesla vendeu 10% do que detinha em bitcoin

Segundo executivo, operação prova que a criptomoeda poder ser liquidada facilmente “sem mover o mercado”

imunização

Governo de São Paulo adianta em 30 dias vacinação contra a covid-19; veja novas datas

Plano é vacinar toda a população adulta do estado, ao menos com a primeira dose, até o dia 15 de setembro

luto

Ex-presidente do BC Carlos Langoni morre de covid-19 no Rio

Carlos Langoni trabalhou no governo na virada das décadas de 1970 e 1980, quando foi presidente do BC; ele colaborou com a equipe econômica do ministro Paulo Guedes, quase 40 anos depois

nos eua

Nova ‘ação meme’? Orphazyme dispara quase 1400% em um dia e mercado não sabe por quê

Investidores da empresa aguardam uma importante atualização sobre um tratamento experimental para a doença de Niemann-Pick; sem novidades, mercado não sabe a razão da alta

entrevista

Superávit primário pode voltar em 2024, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt diz que a melhora no quadro fiscal do País não é “sorte”; confira a entrevista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies