Menu
2019-10-14T14:25:21-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Você lembra do Windows Phone?

Bill Gates admite erro que poderia ter mudado a história dos smartphones

Em 2008, em uma reunião de emergência, a Microsoft decidiu remodelar os planos do seu sistema operacional para se adequar. E embora Gates tenha deixado o cargo de CEO em 2000, é provável que o seu conselho tenha sido levando em consideração

24 de junho de 2019
14:10 - atualizado às 14:25
Bill Gates
Bill Gates: bilionário pegou muitos de surpresa ao assumir erroImagem: Shutterstock

Você se lembra do Windows Mobile e do Windows Phone? O ambicioso projeto da Microsoft de criar um sistema operacional para smartphones não foi tão bem sucedido quanto os dos concorrentes Google e Apple e parte da culpa pode ter sido de ninguém mais ninguém menos do que do próprio Bill Gates.

O 2º homem mais rico do mundo e co-fundador da Microsoft andou revisitando os seus tempos na companhia e admitiu ter cometido um dos maiores erros 'de todos os tempos'. Em entrevista ao Village Global,  o bilionário disse que se arrepende de ter perdido a oportunidade de transformar o Windows Phone (uma evolução do Windows Mobile, lançado no início dos anos 2000) da Microsoft no que hoje é o Android do Google.

Para Gates, que hoje utiliza um celular Android, se não fosse um erro de gestão seu hoje a Microsoft poderia ser a empresa líder absoluta do setor de tecnologia e o seu produto teria sido a concorrente natural do iOS. Será que a história dos smartphones poderia ter sido diferente?

Atualmente, o Android é o sistema operacional mais utilizado no mundo e está presente em smartphones e tablets, além de possuir uma interface para TV, carro e relógio de pulso, também sendo utilizado em consoles de videogame, computadores e outros dispositivos.

A gigante da tecnologia Google adquiriu o Android em 2005 por US$ 50 milhões. E segundo declarações feitas em 2012 pelo ex-CEO Eric Schmidt, a ideia já era ganhar a briga em um momento em que o sistema operacional da Microsoft ainda dava os primeiros passos.

Pegou de surpresa

A declaração de Gates pegou muitas pessoas de surpresa. Muitos colocavam a derrota do Windows Phone na conta de Steve Ballmer, já que essa não teria sido a primeira vez que o então CEO da Microsoft teria subestimado o potencial de um concorrente.

Em um episódio marcante, Ballmer chegou a declarar que o iPhone era o telefone mais caro do mundo, mas faltava um atrativo para o consumidor: o teclado. Essa foi mais uma oportunidade perdida para a empresa, já que a era touchscreen ajudou a popularizar os smartphones e o próprio Android.

Em 2008, em uma reunião de emergência, a Microsoft decidiu remodelar os planos do seu sistema operacional para se adequar. E embora Gates tenha deixado o cargo de CEO em 2000, é provável que o seu conselho tenha sido levado em consideração já que continuava atuando no desenvolvimento de softwares na empresa.

O bilionário pode até não ter se envolvido diretamente nas decisões que decidiram o rumo do Windows Phone, mas a sua saída do cargo se deu no momento em que a Microsoft ficou para trás e o sistema operacional do Google despontou como a alternativa ao sistema da Apple.

 

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Reverteu prejuízo

Vale termina 2020 com lucro de US$ 4,9 bilhões e aprova dividendos

Mineradora conseguiu reverter prejuízo do ano anterior e aprovou distribuição de dividendos, mas lucro trimestral veio abaixo do esperado pelo mercado

Risco fiscal

Efeito de fatiamento da PEC emergencial seria extremamente perverso, diz secretário do Tesouro

“Se for fatiado será pior para todos. Queremos dar o auxílio aos vulneráveis, mas também precisamos de um ambiente fiscalmente organizado para que a economia melhore”, disse Bruno Funchal

Nível pré-pandemia

Governo Central tem superávit de R$ 43,219 bilhões em janeiro

Após 11 meses consecutivos de rombos causados pelos gastos de enfrentamento à pandemia, contas do Governo Central voltam a ter superávit

Pagamentos e maquininhas

Lucro do PagSeguro soma R$ 430 mi no trimestre, maior da história da companhia

Entretanto, companhia com ações negociadas na Nasdaq teve queda no lucro em 2020

o melhor do seu dinheiro

Lá vem o Leão de novo…

Estamos naquela época do ano de novo: temporada de prestação de contas ao Leão! A Receita Federal acaba de divulgar as regras de preenchimento da declaração de imposto de renda 2021, que neste ano deverá ser entregue entre 1º de março e 30 de abril. Parece que foi ontem que estávamos fazendo o exercício cívico […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies