Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-10T10:02:48-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
de olho no preço

Inflação registra menor índice mensal desde novembro de 2018

Entre os itens que mais influenciaram as quedas de preços dos alimentos estão as frutas (-6,14%) e o feijão-carioca (-14,8%). Custos com saúde e cuidados pessoais impactaram para que o IPCA do mês não fosse negativo

10 de julho de 2019
9:27 - atualizado às 10:02
mercado / inflação
Imagem: Shutterstock

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), teve uma alta de 0,01% em junho deste ano. Este é o menor percentual mensal desde novembro de 2018, quando o IPCA  recuou 0,21%.  O resultado foi divulgado nesta quarta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O número é menor do que o registrado em maio, de 0,13%, e no mesmo período do ano passado quando o índice foi de 1,26%. No ano, a taxa já acumula uma alta de 2,23%. Nos últimos doze meses o acumulado é de 3,37%.

O resultado veio acima da média das estimativas dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Broadcast, que iam de -0,07% a 0,08%. Segundo o Boletim Focus divulgado na última segunda-feira (8), o mercado projeta um IPCA com mediana de 3,80% para 2019.

Impactos

A queda de preços em junho foi liderada pelos alimentos (-0,25%) e o custo dos transportes (-0,31%).  Juntos, os grupos representaram cerca de 13% das despesas das famílias e seguraram o índice no mês.

No grupo Alimentação e Bebidas, o preço das frutas e do feijão carioca foram os que mais influenciaram a queda dos preços, com baixa de 6,14% e 14,8%, respectivamente. Os combustíveis também tiveram grande impacto na deflação do grupo de transportes (-2,41%). O destaque foi a queda de 2,04% no preço da gasolina.

No sentido contrário, os gastos com saúde e cuidados pessoais teve um aumento de 0,64%. O número impediu que o IPCA atingisse um número negativo em junho.

 

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Debaixo do tapete

Cadê o teto que estava aqui? Sumário das contas públicas do Tesouro exclui avaliações sobre cenário fiscal após drible na regra

O documento já foi usado como instrumento para recados duros em outros momentos delicados, em que houve grande pressão para abrir a porteira dos gastos

Juros em alta

Rumo aos 6% + IPCA? Taxas do Tesouro Direto sobem forte após Copom, e títulos atrelados à inflação já pagam mais de 5,5% a.a. de juro real

Com alta da Selic para 7,75%, juros futuros dispararam nesta quinta, fazendo taxas do Tesouro Direto subirem ainda mais

De olho na estatal

Após novas falas de Bolsonaro sobre privatização, CVM vai investigar a Petrobras (PETR4)

A autarquia abre processo administrativos quando entende que precisa acompanhar os desdobramentos de algum assunto

ENRIQUEÇA ATÉ 2024

‘Investir muito em Bitcoin é coisa de imbecil’: estes 14 investimentos já dispararam até 1300% e têm potencial para te deixar rico

Apesar do hype das criptomoedas, existem outras ‘pechinchas exponenciais’ que estão fora do radar de muitos investidores; conheça

Um brinde

A Ambev (ABEV3) nunca vendeu tanta cerveja como no 3º trimestre. E as ações disparam na bolsa

A gigante de bebidas registrou lucro líquido de R$ 3,6 bilhões no terceiro trimestre, alta de 50% e acima do esperado pelo mercado. Hora de comprar a ação?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies