Menu
2019-05-14T11:21:33-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
nome na praça

Inadimplência do consumidor tem leve queda em abril

Índice de inadimplência do consumidor brasileiro registrou queda de 0,4% no mês passado na comparação com março, de acordo com a Boa Vista

14 de maio de 2019
10:24 - atualizado às 11:21
Maquininha de cartão
Maquininha de cartão - Imagem: Shutterstock

O índice que mede a inadimplência do consumidor brasileiro registrou queda de 0,4% em abril na comparação com março, de acordo com a Boa Vista.

A equipe econômica da empresa de informações de crédito avalia que as adversidades ocorridas na economia ao longo dos últimos anos geraram grande cautela nas famílias, inibindo a tomada de crédito e contribuindo para a queda do fluxo de registros.

Mas a expectativa até que é positiva. Com a melhora do mercado de trabalho, a entidade espera evolução na renda e na demanda por crédito, fazendo com que o estoque de inadimplência mantenha-se em ritmo estável em 2019.

Outras comparações

Em relação ao quarto mês de 2018, o mês de abril deste ano teve declínio de 5%. No acumulado de 12 meses finalizados em abril, por sua vez, a retração foi de 2%.

Os dados mostram que houve declínio em todas as regiões do Brasil no acumulado em 12 meses terminados em abril. No Centro Oeste, a variação foi negativa em 4,1%.

No Norte, teve recuo de 2,5%; no Nordeste, queda de 1,8%; no Sul, baixa de 4,5%; e de -1,0% no Sudeste.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Quem quer comprar?

Corrida por aquisições pode elevar ofertas na Bolsa a R$ 200 bi neste ano

Analistas apontam que as empresas estão buscando cada vez mais as ofertas públicas de ações para viabilizar fusões e aquisições

Mercado aquecido

O minério de ferro virou pedra preciosa — e Vale e siderúrgicas são joias na bolsa

O minério de ferro sobe forte desde 2020 e já vale mais de US$ 200 a tonelada. Um cenário animador para Vale, Gerdau, CSN e Usiminas

Segue na gaveta

Após defender proposta do governo, Guedes afirma não estar surpreso com falta de avanço da reforma administrativa na pandemia

O ministro também criticou a estabilidade após pouco tempo de serviço público, um dos alvos da proposta de reforma do governo

INVESTIMENTOS

ETF de criptomoedas: conheça o HASH11, a oportunidade de comprar bitcoin e outras 5 criptos na bolsa com um clique

Com esse fundo, é possível ter exposição a criptoativos de maneira simples, segura e regulada. Em entrevista ao podcast RadioCash, executivos da gestora brasileira Hashdex explicam quais os riscos e oportunidades do ETF e desse criptomercado, confira:

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies