Menu
Imposto de Renda 2019
2020-03-25T15:52:07-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
IR 2019

Quem precisa entregar a declaração de imposto de renda 2019

Receita Federal divulgou as regras para a declaração de imposto de renda 2019. Confira se você precisará declarar neste ano

24 de fevereiro de 2019
12:05 - atualizado às 15:52
Prédio da Receita Federal
Receita Federal já divulgou as regras para a declaração de imposto de renda 2019Imagem: Reprodução/Agência Brasil

O prazo para entregar a declaração de imposto de renda 2019 começa no dia 7 de março, quinta-feira depois do Carnaval, e vai até as 23h59 do dia 30 de abril. Os programas para preencher a declaração estarão disponíveis para download no site da Receita Federal a partir desta segunda-feira (25), o que significa que você já poderá ir adiantando o preenchimento da sua declaração.

Mas você sabe se precisará de fato entregar a declaração neste ano? Ao divulgar as regras e novidades do IR 2019, a Receita divulgou também a lista de critérios que obrigam o contribuinte a declarar.

Quem precisa entregar a declaração de imposto de renda 2019

Ficam obrigados a entregar a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda 2019 os contribuintes que, no ano-calendário de 2018:

  • Receberam rendimentos tributáveis sujeitos ao ajuste anual cuja soma foi superior a R$ 28.559,70 - por exemplo, salários, aluguéis e aposentadorias;
  • Tiveram receita bruta referente à atividade rural em valor superior a R$ 142.798,50;
  • Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil - por exemplo, rendimentos de aplicações financeiras como poupança, renda fixa e fundos de investimento, além de doações e heranças;
  • Obtiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizaram operações em bolsas de valores, mercadorias, futuros e assemelhadas - por exemplo, quem negociou ações na bolsa ou obteve lucro na venda um imóvel;
  • Pretendam compensar, no ano-calendário de 2018 ou posteriores, prejuízos com atividade rural de anos-calendários anteriores ou do próprio ano-calendário de 2018;
  • Tiveram, em 31 de dezembro de 2018, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil - por exemplo, imóveis ou veículos;
  • Passaram à condição de residentes no Brasil em qualquer mês de 2018 e ainda se encontravam nessa condição em 31 de dezembro;
  • Optaram pela isenção de IR incidente sobre o ganho de capital proveniente da venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda tenha sido ou venha a ser aplicado na aquisição de outros imóveis residenciais localizados no país dentro de 180 dias a partir da celebração do contrato da venda.

Quem apresentar a declaração de imposto de renda 2019 depois do fim do prazo deverá pagar multa de 1% ao mês ou fração de mês de atraso sobre o imposto de renda devido. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74 e pode atingir, no máximo, 20% do IR devido.

Baixe o Programa Gerador da Declaração do IR 2019 e saiba tudo sobre como declarar imposto de renda.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Retomada

BR Distribuidora, Cosan e Ultrapar: o que esperar dos resultados do terceiro trimestre

Depois de ficarem com os postos às moscas no auge da pandemia do coronavírus, as distribuidoras de combustíveis devem voltar a ter resultados melhores, segundo o Credit Suisse

Destaques da bolsa

Ações de bancos disparam em dia de volta do Ibovespa aos 100 mil pontos

Papéis de BTG Pactual e Bradesco estão entre as cinco maiores altas do índice neste momento; ações de BB, Itaú e Santander também sobem forte

Aegea vence leilão de concessão de esgotamento sanitário de Cariacica e Viana, no Espírito Santo

Empresa terá de universalizar acesso à rede de esgoto até o décimo ano de contrato

Leilão do 5G

Embaixada da China do Brasil sai em defesa da Huawei em meio à pressão americana

Mais cedo, a delegação de autoridades americanas que visitam Brasília afirmou que os Estados Unidos estão dispostos a financiar investimentos no setor de telecomunicações brasileiro para evitar a participação da empresa chinesa no leilão

Sustentabilidade em alta

BTG: Demanda virá quando investidor ver vantagem de investir em cias com ESG

A demanda por ativos financeiros associados a práticas ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) no mercado brasileiro ainda vem de investidores estrangeiros, mas esse cenário deverá mudar, na avaliação do head de América Latina do BTG Pactual Asset Management, Will Landers. “A demanda está vindo mais de fora do Brasil, mas […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies