Menu
2019-04-15T10:44:22-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

5 estratégias para driblar o Leão e fugir do imposto de renda

Não estranhe, todas elas são perfeitamente legais! Conheça algumas regras que permitem a você pagar menos imposto de renda ao investir, vender bens e declarar o IR.

12 de abril de 2019
5:30 - atualizado às 10:44

Em um país de carga tributária tão alta, qualquer maneira legal de reduzir um pouco o imposto de renda a pagar é mais do que bem-vinda. Existe uma série de regras no Brasil que permitem ao contribuinte pessoa física ficar isento ou pagar menos IR. No vídeo a seguir eu abordo algumas delas:

Confira a seguir a transcrição do vídeo sobre as estratégias para driblar o Leão e fugir do imposto de renda

Pagar menos imposto, quem não quer, não é mesmo? Se um governante quiser falar ao coração dos brasileiros, basta nos isentar de algum imposto. E não é por menos: a carga tributária no Brasil realmente não é modesta.

Mas você sabia que existem algumas maneiras de driblar o Leão e pagar menos imposto de renda? Não precisa arregalar o olho: eu estou falando de métodos totalmente legais, aquilo que chamamos de planejamento tributário. Nesse vídeo eu vou te contar cinco estratégias para você escapar da mordida do Leão.

1 - Aproveite os investimentos isentos de imposto de renda

E não estou falando só da caderneta de poupança. Tem vários deles no Brasil acessíveis às pessoas físicas. LCI, LCA, debêntures incentivadas e fundos de debêntures incentivadas são só alguns exemplos.

Outros que são muito populares entre os pequenos investidores são os fundos imobiliários, que investem em imóveis de alto padrão e títulos de renda fixa ligados ao mercado imobiliário.

A venda das cotas desses fundos com lucro é tributada em 20%, mas os rendimentos mensais que eles distribuem são isentos de IR. Dá para viver de renda com um investimento desse.

2 - Invista em ações com inteligência

Quem investe na bolsa por conta própria fica isento de IR sobre os ganhos com a venda de ações no mercado à vista sempre que o valor da venda não ultrapassar R$ 20 mil por mês.

Isso quer dizer que se você sempre vender menos que R$ 20 mil por mês quando for realizar seu lucro com ações, você vai sempre ficar isento de IR. Receber dividendos também é uma boa nesse caso, porque eles são isentos de imposto de renda no Brasil.

3 - Se possível, venda seu imóvel por menos de R$ 440 mil.

Pode parecer engraçado esse número cabalístico. Mas é que, se você vender um imóvel com lucro por menos que esse valor, você fica isento de imposto de renda sobre o ganho. Mas atenção: essa regra só é válida se ele for o seu único imóvel e você não tiver vendido outro imóvel nos últimos cinco anos.

Caso você seja dono desse imóvel junto com outras pessoas em condomínio, ele pode até ser vendido por um valor maior, desde que a sua parte não ultrapasse os R$ 440 mil.

4 -  Se vender um imóvel residencial com lucro, use o dinheiro da venda para comprar outro dentro de 180 dias.

Isso corresponde a um prazo de mais ou menos seis meses a partir da data do contrato de venda. Se você lançar mão dessa estratégia, seu ganho de capital não vai ser tributado. Essa isenção também só vale uma vez a cada cinco anos.

O problema é que se você não usar toda a grana da venda para comprar outros imóveis residenciais, a fatia correspondente ao ganho de capital do dinheiro que sobrou vai ser tributada em 15%.

5 - Aproveite as deduções na declaração de imposto de renda.

Você pode deduzir gastos com saúde, educação, contribuições para previdência privada, dependentes, INSS de empregado doméstico, taxa de corretagem e administração imobiliária, honorários pagos a certos tipos de profissionais liberais e até algumas doações filantrópicas.

Se você tiver muitas deduções, a declaração completa se torna mais vantajosa que a simplificada e você reduz ainda mais o seu imposto devido.

Gostou do vídeo? Então assina o canal do Seu Dinheiro no YouTube e clica no sininho para receber as nossas notificações. E pode deixar dúvidas e ideias para outros vídeos nos comentários.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Separação de bens

XP estuda fazer proposta por ações com “supervoto” da corretora que estão com Itaú

Objetivo do negócio é eliminar potenciais conflitos de interesse para que apenas os acionistas controladores da XP detenham ações que dão direito a 10 votos cada

diluição?

Notre Dame Intermédica avalia oferta de ações

Operadora de saúde verticalizada pode levantar R$ 2 bilhões com operação, segundo agência de notícias

MERCADOS HOJE

Ibovespa segue clima ameno no exterior e abre o dia em alta; dólar sobe após IGP-M

O cenário de cautela e otimismo se chocam no exterior. De um lado, a China parece se recuperar do coronavírus, de outro, a pandemia ainda parece longe de um fim. Com feriado nos Estados Unidos, liquidez deve seguir baixa

ainda ruim

Taxa de desemprego bate novo recorde no 3º trimestre

Desocupação sobe para 14,6% no trimestre encerrado em setembro, mas fica abaixo da mediana de estimativas

Nova tendência?

‘Efeito Grupo Mateus’ faz bancos de investimento colocarem o pé na estrada

Essa ida ao interior do Brasil deve trazer não só empresas grandes como o Mateus, mas empresas menores, que podem ser beneficiadas com uma nova abertura do mercado brasileiro para ofertas desse tipo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies