Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-03T09:34:15-03:00
Estadão Conteúdo
Novos rumos

GPA investe em aplicativo para avançar no varejo online

Segundo presidente da companhia, Peter Estermann, a meta é se manter na liderança da venda online de alimentos adotando novas estratégias

30 de janeiro de 2019
8:59 - atualizado às 9:34
Sede do Grupo Pão de Açúcar
Imagem: Divulgação

Fomentar o e-commerce, testar novos formatos de loja e apostar em meios de pagamento digitais estão na agenda do Grupo Pão de Açúcar (GPA) para 2019.

O presidente da companhia, Peter Estermann, diz que a meta é se manter na liderança da venda online de alimentos.

"No e-commerce alimentar, o negócio tem de ser viável. A última linha (lucro) tem de ser positiva", diz o executivo, que aponta o custo logístico brasileiro como principal desafio.

Para reduzir os custos, a companhia começou a entregar pedidos do e-commerce usando mercadorias de lojas próximas à casa dos consumidores. O modelo funciona atualmente em 70 lojas e a meta é mais que dobrar, para 150.

Também para driblar o desafio logístico, o GPA resolveu testar a transformação de um de seus hipermercados em um mini centro de distribuição. O projeto piloto na região do Morumbi, em São Paulo, pode servir para ajudar a empresa a expandir o e-commerce e viabilizar o avanço dos mercadinhos. As lojas de pequeno porte, abertas com as bandeiras Minimercado Extra e Minuto Pão de Açúcar, precisam de abastecimento frequente.

Ao mesmo tempo, a companhia se aproxima de startups e busca incrementar o uso de aplicativos. Em dezembro, o GPA comprou o aplicativo de entregas James Delivery, mirando ter seu próprio "super app". A expressão ficou famosa por conta do sucesso na China de aplicativos como o We Chat, capazes de resolver diversos tipos de necessidade dos consumidores, de pedir comida a chamar um táxi ou fazer pagamentos.

Os esforços no mundo digital incluem a intenção de lançar uma plataforma própria de pagamento. Na Via Varejo, há planos para lançamento de uma carteira digital até o fim deste ano, projeto que resulta da parceria com a fintech AirFox.

Formatos

O GPA acelerou os testes de novos formatos de loja. No momento, está também em fase piloto uma combinação de mercadinho com drogaria. A primeira loja fica no bairro da Mooca, em São Paulo.

Segundo o presidente Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, Eduardo Terra, a corrida do ouro do varejo online de alimentos está só começando. Ele calcula que o online é menos de 1% do varejo de alimentos como um todo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Balanço do mês

Bitcoin, ouro e dólar se recuperam em julho, enquanto bolsa é um dos piores investimentos do mês

Fundos imobiliários também se saíram bem, depois que tributação dos seus rendimentos foi retirada da reforma do imposto de renda

próximos anos

Eletrobras aprova em conselho plano de negócios com desinvestimentos de R$ 41 milhões

Entre as medidas previstas está a avaliação de oportunidades para efetuar a gestão dos passivos provenientes de dívidas do Sistema Eletrobras

temporada de resultados

Lucro da Alpargatas, dona da marca Havaianas, cresce 228,7%, R$ 111 milhões

Receita líquida da companhia saltou 71,4% sobre igual intervalo de 2020, para R$ 1,095 bilhão, ao mesmo tempo em que os volumes registraram crescimento de 57%

seu dinheiro na sua noite

As corridas da bolsa e do dólar — e a frustração dos investidores na linha de chegada de julho

Nove em cada dez operadores do mercado financeiro juram, de pés juntos, que o último pregão do mês costuma ser positivo. Ora essas, é a data limite para o fechamento das lâminas de desempenho mensal dos fundos e das carteiras de investimento — e é claro que todo mundo quer estampar o melhor resultado possível. […]

decisão temporária

CVM suspende oferta de recebíveis que financiaria cooperativas do MST

Decisão da autarquia vale por 30 dias; CVM diz que a oferta não apresenta informações consideradas essenciais para os investidores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies