🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

Estadão Conteúdo
mérito?

Itamaraty foge do padrão ao condecorar Eduardo e Flávio Bolsonaro

Filhos do presidente serão homenageados no grau de Grande-Oficial, o segundo mais importante

Estadão Conteúdo
3 de maio de 2019
8:58 - atualizado às 18:54
Eduardo Bolsonaro, de 34 anos, está no segundo mandato de deputado federal por São PauloImagem: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro entrega nesta sexta-feira, 3, a Ordem Nacional de Rio Branco, a mais distinta condecoração do Itamaraty, aos seus filhos Flávio e Eduardo Bolsonaro. Eles serão homenageados no grau de Grande-Oficial, o segundo mais importante.

Questionados, Itamaraty e Palácio do Planalto não responderam se já houve outros casos de condecorações a filhos de presidentes da República no período da redemocratização. A reportagem pesquisou nas edições do Diário Oficial da União e não localizou nenhum exemplo.

A lista de homenageados, que inclui Eduardo e Flávio, foi publicada na terça-feira, dia 30, em edição extra do Diário Oficial. O guru bolsonarista Olavo de Carvalho também será condecorado nesta sexta com a mais alta honraria.

A Ordem Nacional de Rio Branco é uma comenda que o presidente atribui a personalidades "pelos seus serviços ou méritos excepcionais, se tenham tornado merecedoras dessa distinção".

Eduardo Bolsonaro, de 34 anos, está no segundo mandato de deputado federal por São Paulo. Antes de assumir o Senado, Flávio, de 38, foi deputado estadual no Rio. Ele é investigado atualmente pela Justiça, entre outros motivos, pela suspeita de evolução patrimonial por meio de compra e venda de imóveis.

O Palácio do Planalto justificou que a indicação é feita pelo Ministério de Relações Exteriores e que o presidente é responsável apenas pela assinatura do decreto.

Além dos filhos do presidente, outros 12 parlamentares serão agraciados hoje, entre eles o líder do governo na Câmara, Vitor Hugo (PSL-GO), e a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP). Um dos principais aliados de Bolsonaro, o deputado Helio Lopes (PSL-RJ), também será homenageado. Dos 14 agraciados, 11 são do PSL, partido do presidente.

'Pro forma'

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta quinta-feira, 2, que a homenagem aos filhos do presidente foi uma decisão "pro forma". "O presidente, apesar de ser o chanceler da Ordem, chancela aquilo que o Itamaraty manda", disse Mourão.

O Itamaraty alega que, ao assinar decreto que homenageia os filhos, Bolsonaro condecorou autoridades, e não familiares. "O senhor Presidente da República condecorou um Senador da República e o Presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara.

Outros Parlamentares também serão agraciados", disse o Itamaraty, em nota, ao Estadão/Broadcast, em referência aos filhos do presidente. Destaca, ainda, que o regulamento da Ordem de Rio Branco não exclui essa possibilidade.

Segundo a regra, para a homenagem de Grande-Oficial são indicados pelo Itamaraty "senadores e deputados, ministros do Supremo Tribunal Federal", entre outros.

No mesmo decreto, o governo concedeu ao escritor Olavo de Carvalho o mais alto grau da honraria, de Grã-Cruz. A mesma condecoração foi concedida aos ministros Paulo Guedes (Economia) e Sérgio Moro (Justiça), além de Mourão.

Embora Olavo tenha recebido a homenagem, regulamento do Itamaraty prevê que o grau de Grã-Cruz deve ser concedido ao "Presidente da República, Vice-Presidente, Presidente da Câmara dos Deputados, Presidente do Senado Federal, Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministros de Estado, Governadores, Almirantes, Marechais, Marechais-do-Ar, Almirantes-de-Esquadra, Generais-de-Exército, Tenentes-Brigadeiros, Embaixadores estrangeiros e outras personalidades de hierarquia equivalente". O Itamaraty não explica a inclusão do escritor na lista.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Compartilhe

Radiocash

Consumidores prestam atenção em pessoas e não em anúncios, diz sócio-fundador da Adventures

3 de novembro de 2021 - 16:13

A agência criada há um ano para revolucionar não apenas o mercado publicitário, mas, com a própria forma como as companhias concebem e lançam novos produtos

Radiocash

O homem que ajudou a eleger Bolsonaro diz que liberalismo de Paulo Guedes foi “desfigurado” pelo governo

26 de outubro de 2021 - 13:05

Luciano Bivar, presidente do União Brasil, criado a partir da fusão entre o PSL e o DEM, diz que o partido vai apresentar nome para a “terceira via” nas eleições de 2022

Fake news

Facebook derruba rede de fake news ligada ao PSL e à família Bolsonaro

8 de julho de 2020 - 18:32

Segundo a Atlantic Council, o envolvimento de funcionários de gabinetes pode indicar que a operação usou recursos públicos

no twitter

Grupo divulga dados pessoais que seriam de Bolsonaro, família e aliados

2 de junho de 2020 - 10:26

Um perfil publicou imagens que alega retratarem a lista de bens declarados pelo presidente, com valor idêntico à declaração apresentada ao TSE

após operação da PF

Eduardo Bolsonaro diz que está chegando um ‘momento de ruptura’

28 de maio de 2020 - 8:13

“Quando chegar ao ponto em que o presidente não tiver mais saída e for necessária uma medida enérgica, ele é que será taxado como ditador”, disse o filho do presidente

acordo geral

Rolando põe Tacio Muzzi para chefiar PF no Rio, área de interesse de Bolsonaro

6 de maio de 2020 - 10:31

Delegado nomeado por Rolando Alexandre de Souza tem larga experiência e fama, entre seus pares, de “competente e honesto”.

Crise política

Saída de Moro faz Bolsonaro e filhos perderem seguidores nas redes sociais

26 de abril de 2020 - 11:04

Entre o pronunciamento do ex-ministro e a coletiva de imprensa do presidente, Bolsonaro e seus filhos – Carlos, Eduardo e Flávio – foram deixados por 86.427 contas

tensão diplomática

China diz que Eduardo Bolsonaro causa ‘influência nociva’

20 de março de 2020 - 7:02

Filho do presidente Jair Bolsonaro culpou nas redes sociais o governo Xi Jinping pela pandemia do novo coronavírus

Coronavírus

Fox News noticiou teste positivo de Bolsonaro após confirmação de suposto porta-voz de seu filho, Eduardo

14 de março de 2020 - 12:25

O Estadão teve acesso à conversa da emissora americana com Alex Phares, que confirma que primeiro teste deu positivo e que segundo teste seria feito

Bolsonaro desmente notícia de que testou positivo para coronavírus

13 de março de 2020 - 12:44

Publicação no Facebook do presidente foi feita depois que a rede de TV americana Fox News informou que o presidente havia testado positivo para a doença, citando o deputado Eduardo Bolsonaro como fonte

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar