Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-16T11:48:01-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
juntas

Governo dá mais um passo para aproximar Correios e Telebras do setor privado

Ambas foram incluídas no Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI)

16 de outubro de 2019
11:48
Correios
Correios - Imagem: Shutterstock

O governo federal deu um passo para aproximar as estatais Correios e a Telebras do setor privado. É que ambas foram incluídas no Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI).

Com isso, a ideia é propor ganhos de eficiência e resultados para as empresas, com objetivo de garantir sua sustentabilidade econômico-financeira. A decisão consta de decretos presidenciais publicados no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 16.

Em meio a notícia da aproximação das empresas com o setor privado, as ações ordinárias da Telebras (TELB3) subiam quase 15% na manhã desta quarta-feira (16), sendo negociados a R$ 110. Acompanhe nossa cobertura de mercados.

Os atos do governo também criam um comitê interministerial, para cada uma das empresas, para acompanhar e opinar sobre os estudos. Os grupos serão formados pelos ministérios da Economia, Casa Civil e Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e poderá convidar integrantes do BNDES e das empresas para participar das discussões.

O prazo para conclusão dos trabalhos de cada um dos comitês interministeriais será de 180 dias, contado da contratação dos estudos, prorrogável por igual Período.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies