Menu
2019-05-30T11:44:18-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Chupeta na bateria

Guedes anuncia liberação de contas ativas e inativas do FGTS

Segundo ministro da Economia, liberação depende da aprovação da reforma da Previdência, que nas suas contas pode acontecer dentro de cinco semanas

30 de maio de 2019
11:44
Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: Alan Santos/PR

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que está em estudo a liberação das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A questão, agora, é acertar o momento da liberação.

“Isso é muito em breve, assim que saírem as reformas”, disse, falando também sobre o plano de ajuda aos Estados e sobre a liberação das contas do PIS/Pasep, que já tinha sido anunciada.

Em 2017, o governo Michel Temer anunciou a liberação das contas inativas, promovendo uma injeção de mais de R$ 44 bilhões na economia.

Segundo Guedes, o problema de se liberar “essas torneiras sem as mudanças fundamentais é o voo de galinha”. A economia “voa” por três ou quatro meses, mas depois “afunda tudo outra vez”.

“Na hora que você fizer as reformas fundamentais, você libera isso. É como se fosse aquela chupeta da bateria, a bateria está parada, mas você faz a chupeta com a certeza de que o carro vai andar. Não pode fazer a chupeta e andar três metros e parar tudo outra vez”, disse.

Questionado sobre o momento da liberação, o ministro disse que dentro de três a cinco semanas “vai ter uma aceleração”, com a reforma sendo aprovada. Segundo Guedes, cada equipe do Ministério trabalha em um programa, mas não se controla o timing. Ele deu como exemplo a possibilidade de fechar acordo comercial com a Argentina ou mesmo com a União Europeia nas próximas semanas.

Ainda de acordo com o ministro, a liberação das contas do PIS/Pasep estava pronta para ser disparada, a ideia era dispara hoje, mas “fomos examinar também o FGTS e atrasou um pouco”. Segundo Guedes, de repente é melhor soltar tudo junto.

Questionado novamente sobre prazos, Guedes disse que cada equipe está examinando e que “nós não batemos o martelo ainda”.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Viagem bilionária

Bilhete dourado: comprador misterioso gasta R$ 1,4 bilhão para ir ao espaço com Jeff Bezos

O turista espacial superou cerca de sete mil ofertas em um leilão beneficente realizado para definir o tripulante da espaçonave New Shepard

Fechamento dos mercados

Vacinação no Brasil volta a fazer preço, e Ibovespa sobe 0,5%, deixando para trás cautela com ‘Super Quarta’; dólar recua mais de 1%

Mercado deve operar em compasso de espera até a próxima quarta-feira, quando os BCs do Brasil e dos Estados Unidos divulgarão as suas decisões de política monetária

Realização brusca?

Com uma alta de mais de 800% no ano, ações da Fertilizantes Heringer recuam 40% em um único dia

A companhia, que se encontra em recuperação judicial, já subiu mais de 800% só neste ano

Oscar do jornalismo

Victor Aguiar, repórter do Seu Dinheiro, é indicado ao prêmio Comunique-se; saiba como votar

O repórter Victor Aguiar, do Seu Dinheiro, é um dos dez indicados na categoria “Economia- mídia escrita” do prêmio Comunique-se

Nova rodada

Auxílio emergencial será prorrogado por mais três meses, afirma Guedes

O benefício será estendido até outubro nos mesmos valores atuais, com parcelas de R$ 150 a R$ 375 que contemplam cerca de 39 milhões de brasileiros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies