Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2019-10-14T14:38:00-03:00
o melhor do seu dinheiro

MAIS LIDAS: Uma empresa que vale zero?

Mais lida da semana, matéria conta as duras críticas de um analista quanto ao negócio da Tesla, do bilionário Elon Musk. Veja outras notícias que bombaram no Seu Dinheiro nos últimos sete dias.

14 de setembro de 2019
11:41 - atualizado às 14:38
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Lá na redação do Seu Dinheiro, a gente brinca que empresa que dá lucro está fora de moda. Vivemos num mundo em que se tornou comum, para as empresas muito inovadoras, demorar a dar lucro para conseguir crescer ao máximo. Mas nem por isso os investidores deixam de apostar pesado nessas companhias, levando o seu valor de mercado lá para cima.

Mas é claro que a nossa provocação é só uma brincadeira. Não se trata de uma estratégia ilógica. E a aposta dos investidores não é apenas numa tecnologia inovadora que vai melhorar a vida das pessoas. Eles apostam, na verdade, que as inovações trazidas por essas empresas venham a revolucionar completamente a maneira como as pessoas vivem e consomem certos produtos e serviços.

O que não deixa de causar certa perplexidade é a avaliação de algumas empresas e a disparada das suas ações na bolsa, quando elas têm capital aberto. Pode não haver dúvida de que suas inovações tenham valor, mas será que é para tanto? - alguém poderia perguntar. Não haveria algum exagero?

É claro que já tem gente fazendo esse tipo de questionamento. Mais que isso: tem profissionais de mercado levantando essas dúvidas. A matéria mais lida da última semana foi justamente sobre as duras críticas de um analista quanto ao negócio da Tesla, a companhia de veículos elétricos do bilionário pop star Elon Musk.

Carro elétrico da Tesla
Carro elétrico da Tesla - Imagem: Shutterstock

Para esse analista, a Tesla vale zero. Isso mesmo que você leu: zero. Mas como pode? O problema não são só os prejuízos. Nem se considera que carros elétricos não sejam uma inovação desejada e necessária. Para ele, a Tesla é intrinsecamente não lucrativa e vai sambar com a chegada dos concorrentes. Bem, as ações da companhia estão despencando neste ano...

Se você perdeu esta ou alguma das demais campeãs de audiência desta semana, aproveite o sábado para pôr a leitura em dia. Mas não deixe de dar uma passada lá no Seu Dinheiro para ler a nossa manchete de hoje . Aproveitando que a nova leva de ofertas de ações na bolsa brasileira já começou, eu trago uma matéria explicando, tim tim por tim tim, o que leva uma empresa a fazer um IPO e ofertar ações em bolsa. Também explico as diferenças entre ofertas primárias e secundárias e entre IPOs e follow ons, para você não confundir mais!

Veja as 5 notícias mais lidas da semana:

1. Analista norte-americano diz que Tesla vale zero e alerta para péssimas notícias nos números da companhia

2. 6 coisas que as pessoas que lidam bem com o próprio dinheiro nunca compram

3. Conheça 7 bilionários que devem a fortuna a Warren Buffett

4. Força Aérea Brasileira recebe o primeiro caça sueco Gripen

5. Passageiro de Elon Musk à Lua, bilionário vende participação em império

Um forte abraço e ótimo sábado!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Ministério atualiza dados

Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19

De 526.447 casos confirmados, 223.638 pacientes foram recuperados

6,8% dos recursos foram gastos

MPF investiga baixo investimento do governo Bolsonaro no combate ao coronavírus

O Ministério Público Federal determinou, nesta terça-feira, 2, a abertura de um inquérito civil público para apurar a baixa aplicação de dinheiro público, por parte do governo de Jair Bolsonaro, no combate à pandemia do novo coronavírus

A volta dos touros

Acabou a crise? 5 razões para a disparada da bolsa e a queda do dólar

O dólar à vista acumula queda de mais de 11% nas últimas 15 sessões, afastando-se de vez da faixa dos R$ 6,00 — na bolsa, o Ibovespa também teve alívio forte no período, retomando os 90 mil pontos

Atenção com contas públicas

Déficit fiscal poderá ser de 12% do PIB, diz Armínio Fraga

“Estritamente do ponto de vista fiscal, estamos trabalhando com uma margem de manobra muito apertada. Tenho comentado que a consequência disso vai ser um crescimento imenso das necessidades de financiamento do governo”, comentou Fraga ao participar de uma live promovida pelo BTG Pactual

seu dinheiro na sua noite

Velozes e furiosos, parte 91 mil

Eu não sou um grande fã de filmes de ação, e ainda menos da franquia Velozes e Furiosos. Assisti apenas ao primeiro longa da série, tentando imaginar como um roteiro tão desconectado da realidade foi parar nas telas – ainda que tenha seus momentos. Foi só alguns anos depois, durante uma discussão de bar (saudades das […]

ex-ministro da fazenda

Pedro Malan vê excesso de otimismo em órgãos internacionais para o pós-pandemia

O ex-ministro da Fazenda Pedro Malan disse nesta terça-feira, 2, que vê um excesso de otimismo nas previsões de organismos internacionais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI), e também de parte do mercado, de uma recuperação na forma de “V” após a pandemia do coronavírus

Procurador-geral da República

Alinhado a Bolsonaro, Aras diz que Forças Armadas podem atuar em caso de ruptura

A posição do procurador está alinhada à do presidente Jair Bolsonaro, que tem citado o artigo 142 da Constituição como uma saída para a crise do governo com o Supremo

Alívio inesperado?

Dólar despenca a R$ 5,20 e Ibovespa sobe forte: o que aconteceu com o mercado?

Enquanto o mundo passa por forte turbulência, os mercados estão mais calmos que nunca: o dólar teve a maior queda diária desde 2018 e o Ibovespa foi às máximas em quase três meses

Dados de associação

Comércio paulistano cai 67% nas vendas de maio

Mês é estratégico em razão do Dia das Mães

Presidente da Câmara

MP que estabelece crédito para folha de pagamento não pode ser votada, diz Maia

Editada no dia 3 de abril, a medida estabelece uma linha de crédito de R$ 34 bilhões para garantir o pagamento dos salários em empresas com receita anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões durante a pandemia do coronavírus

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu