Menu
2019-06-21T19:05:34-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
De bancão em bancão

As favoritas: mercado financeiro lidera ranking de empresas que os brasileiros mais querem trabalhar

Levantamento do LinkedIn traz o Itaú como líder absoluto na lista de “empregador dos sonhos”

28 de maio de 2019
16:51 - atualizado às 19:05
Montagem de pessoas vistas de cima com um cardápio na mesa
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O setor financeiro está com tudo quando o assunto é mercado de trabalho. Pelo menos é o que diz o ranking LinkedIn Top Companies 2019, que avalia as empresas onde os profissionais brasileiros mais sonham em trabalhar. Pelo segundo ano seguido, líder absoluto dessa lista foi o Itaú Unibanco.

Logo atrás do Itaú está o banco Santander. Diga-se de passagem, o banco teve um salto invejável no quesito popularidade e passou da 21ª posição para a 2ª em apenas um ano.

Mas se você observar com atenção o Top-25, vai perceber uma forte presença dos grandes bancos e de instituições ligadas ao mercado financeiro. Além do Itaú e do Santander, BTG Pactual, Bradesco, Safra e o grupo de investimentos XP apresentaram boas posições.

Outro destaque ficou por conta do setor de tecnologia. Além da companhia de aplicações móveis Movile, o ranking de 2019 conta com IBM, TOTVS e Oracle, todas elas especializadas em banco de dados e softwares de gestão. Outra empresa de destaque foi da Resultados Digitais, focada em marketing digital. Também foram para a lista o Nubank e a Stone, referências quando o assunto é startups.

Preenchendo requisitos

Já faz quatro anos que o ranking das empresas mais desejadas é elaborada pelo time editorial do LinkedIn. A lista é desenvolvida com base nas ações dos mais de 610 milhões de usuários e 30 milhões de companhias cadastradas no LinkedIn no mundo, por meio da ferramenta LinkedIn Talent Insights.

E nesse jogo das interações vale de tudo: de observar os comentários dos usuários sobre as companhias até analisar a interação com os funcionários da empresa.

Na classificação, são avaliados quatro pilares: interesse na empresa, interação com funcionários, demanda da vaga e retenção de funcionários.

O LinkedIn leva em consideração ações desse tipo nos 12 meses encerrados em janeiro daquele ano, e desconsidera interações de funcionários terceirizados e de meio-período. Quando a companhia conta com subsidiárias, as interações são computadas todas para a matriz.

São excluídos do processo as agências de emprego e de seleção de pessoal, organizações sem fins lucrativos, instituições educacionais, agências governamentais e entidades públicas, além do próprio LinkedIn e sua empresa controladora, a Microsoft.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

escolha da CEO

Criptomeme bilionário, $moda$ de Hering e Arezzo, aposta contra o BC… veja o que bombou na semana no Seu Dinheiro

Você apostaria contra o Banco Central do Brasil?  Não falo de apostas mequetrefes com a turma do escritório, do tipo “quem perder paga uma rodada”.  Estou falando de colocar o seu patrimônio em investimentos que podem dar retornos altos se o BC estiver errado. Pois é justamente o que defende Rogério Xavier, da SPX Capital, um […]

empresa de porto alegre

Startup Zenvia entra com pedido de IPO na Nasdaq

Empresa quer levantar até US$ 100 milhões; oferta terá seus recursos destinados para pagar o montante utilizado na aquisição da startup D1, entre outros

LDO

LDO de 2022 prevê ‘vacinas’ contra manobras do Orçamento

Proposta exclui a possibilidade de indicação das emendas de relator e proíbe o Congresso de subestimar despesas obrigatórias sem aval do Executivo

negociações no varejo

Negociação de venda da Hering à Arezzo envolve questões de negócio e familiares

Alta cúpula da Arezzo passou os últimos dias em reuniões e deverá formar um grupo de trabalho para tratar sobre a proposta para a Hering, afirmou uma fonte

fique de olho

Itaú anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Serão R$ 0,05648 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte; pagamento é uma antecipação aos aos dividendos e JPC do resultado de 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies