Menu
2019-12-19T18:48:13-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Mudanças aqui e em NY

CPFL Energia aprova deslistagem na NYSE e fechamento de capital da CPFL Renováveis

Segundo a empresa, o racional econômico para manter a listagem em Nova York diminuiu tendo em vista o crescimento do volume de negociação na B3

19 de dezembro de 2019
10:46 - atualizado às 18:48
CPFL, energia
Estação de distribuição da CPFL Paulista, localizada em Marília - Imagem: Shutterstock

O começo do ano que se aproxima será agitado e trará algumas mudanças significativas para a CPFL Energia (CPFE3).

A companhia informou que o conselho de administração da empresa, em conjunto com a CPFL Geração de Energia, aprovou a realização de uma oferta pública de aquisição (OPA) das ações ordinárias da CPFL Energia Renováveis (CPFL-R).

  • Novo projeto do Seu Dinheiro: Tacadas de Mestre: a chance da década para você se tornar um grande investidor

Hoje a CPFL Geração de Energia possui 53,18% da Renováveis, enquanto a CPFL Energia detém 46,76%. O objetivo da ação é converter o registro da CPFL-R de companhia aberta categoria "A" para categoria "B" e retirar a empresa do Novo Mercado, o mais alto nível de governança da bolsa.

A transação será composta pela aquisição de 291.550 ações ON da CPFL-R em circulação, ao preço de R$ 16,85, movimentando cerca de R$ 4,9 milhões.

O valor é equivalente ao preço pago na OPA de 2018. O prazo para acionistas titulares de, no mínimo, 10%, requererem a convocação de uma assembleia especial para revisão do preço por ação se encerra em 3 de janeiro de 2020.

A notícia mexeu com as duas empresas na B3. As ações da CPFL Renováveis dispararam 10,58% e as da CPFL Energia fecharam em alta de 2,57%.

Bye, Bye New York

Além do processo de OPA da Renováveis, a CPFL Energia, que negocia os seus papéis na bolsa de Nova York desde 2004, deixará a NYSE.

Com a diminuição dos números de operações realizadas com os ADRs, American Depositary Shares, da companhia e o crescimento do volume de negociação na B3, a bolsa brasileira, o racional econômico para manter a listagem na NYSE diminuiu.

Em 2004, quando a empresa decidiu pela listagem em Nova York, a CPFL queria promover a negociação ordinárias e aumentar a visibilidade da marca 'CPFL' nos Estados Unidos.

O último dia de negociação será em 27 de janeiro, quando o processo de rescisão do contrato de depositário com o Citibank será concluído.

Fique de olho

Hoje a empresa também aparece nos noticiários pela sua participação no leilão de transmissão de energia promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A expectativa é que a operação movimente cerca de R$ 4 bi em investimentos.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mercados azedos

Mau humor: Ibovespa cai quase 1% e destoa do exterior; dólar vai à máxima em dois meses

A manutenção dos juros dos EUA no patamar de 1,50% a 1,75% foi pouco repercutida pelo Ibovespa, que fechou em queda firme e voltou ao nível dos 115 mil pontos — o dólar subiu a R$ 4,22

Reposicionamento

BNDES não tem pressa de vender ações e quer fomentar indústria de fundos

Presidente do banco, Gustavo Montezano, disse que BNDESPar venderá ações aos poucos durante três anos, à medida que mercado for absorvendo; objetivo é que carteira chegue perto de zero

OLHO NOS JUROS

FED decide manter juros entre 1,50% e 1,75%

No comunicado, o banco ressaltou que a atual política monetária é “apropriada para suportar a expansão econômica, condições mais fortes do mercado de trabalho e o retorno da inflação para perto da meta de 2%”

Privatização à vista

Objetivo é privatizar Eletrobrás no 2º semestre de 2020, diz o presidente Wilson Ferreira

Meta para o primeiro semestre é aprofundar a conversa com o Senado e aprovar capitalização no Congresso.

Rebatendo as críticas

Nenhum governo tem prática tão liberal quanto este, diz Salim Mattar

Secretário responsável pelas privatizações do governo Bolsonaro disse que gasta 80% do tempo para “descontruir o legado” que foi deixado por gestões anteriores

Nova cartada do bilionário

Warren Buffett vende seu império de jornais por US$ 140 milhões e deixa o setor de imprensa

A Berkshire Hathaway, conglomerado de investimentos administrado por Warren Buffett, vendeu hoje sua divisão de jornais à Lee Enterprises

Caixa vai fazer “road show” de IPO da Caixa Seguridade em todos os Estados

O banco pretende fazer a abertura de capital das subsidiárias de seguridade e de cartões neste ano. As outras duas unidades – loterias e gestora de fundos – devem demorar um pouco mais

martelo batido

CVM fecha acordo de R$ 450 mil em caso envolvendo executivos da Biosev

Processo era movido contra três ex-executivos da processadora de cana-de-açúcar; cada um vai ter que pagar R$ 150 mil

pingos os is

Investigação não encontrou irregularidades e não há mais nada a esclarecer, diz presidente do BNDES

Auditoria custou R$ 42,7 milhões; investigações internas do banco não encontraram nenhuma irregularidade nas operações

hora do balanço

Bancos liberam mais crédito no Brasil, mas custo segue elevado

Taxas de juros cobradas de empresas e famílias seguiram em níveis elevados. segundo dados do BC

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements