A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-10-31T10:52:46-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ainda muita gente

Desemprego fica em 11,8% em setembro e atinge 12,5 milhões

Já população subutilizada chegou a 27,5 milhões de pessoas, recuando 3,4% frente ao trimestre móvel anterior, segundo dados do IBGE

31 de outubro de 2019
10:51 - atualizado às 10:52
Carteira de trabalho brasileira
Carteira de trabalho brasileira - Imagem: Shutterstock

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 11,8% no trimestre encerrado em setembro, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta quinta-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A população desocupada total chega a 12,5 milhões de pessoas, um recuou de 2,0%, ou menos 251 mil pessoas, frente ao trimestre de abril a junho de 2019 (12,8 milhões de pessoas). O número está estatisticamente estável frente a igual trimestre de 2018, de 12,5 milhões de pessoas.

Segundo o IBGE, a população ocupada chegou a 93,8 milhões, crescendo em ambas as comparações: 0,5% em relação ao trimestre anterior e 1,6% em relação ao mesmo trimestre de 2018.  No entanto, a categoria dos trabalhadores por conta própria chegou a um novo recorde: 24,4 milhões de pessoas - crescimento de 1,2% em relação ao trimestre anterior.

Fora da força de trabalho

A população fora da força de trabalho permaneceu estável em ambas as comparações, chegando a 64,8 milhões de pessoas. A taxa composta de subutilização da força de trabalho variou -0,8 p.p. em relação ao trimestre móvel anterior, chegando a 24,0%. O número não variou em relação ao mesmo trimestre móvel de 2018.

A população subutilizada chegou a 27,5 milhões de pessoas, recuando 3,4% frente ao trimestre móvel anterior, diz o IBGE. Enquanto a população desalentada diminuiu para 4,7 milhões. O percentual de desalentados em relação à população na força de trabalho ou desalentada (4,2%) variou -0,2 p.p em relação ao trimestre anterior (4,4%) e ficou estatisticamente estável frente ao mesmo trimestre de 2018 (4,3%).

O número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado chegou a 33,1 milhões, com estabilidade em ambas as comparações. A categoria dos empregados sem carteira de trabalho assinada no setor privado (11,8 milhões de pessoas) foi recorde na série histórica e cresceu nas duas comparações: 2,9% (ou mais 338 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e 3,4% (mais 384 mil pessoas) frente ao mesmo trimestre de 2018.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Ibovespa caminha para emplacar quinta alta semanal, mas encontra fraqueza nas bolsas do exterior hoje; entenda

19 de agosto de 2022 - 7:38

Lá fora, os investidores se preocupam com a inflação da Europa e se ajustam à ata da mais recente reunião do Fed

SEXTOU COM O RUY

Você é um pequeno investidor? Descubra as vantagens que você tem sobre o resto do mercado e ainda não sabia

19 de agosto de 2022 - 6:40

Investidores institucionais muitas vezes são obrigados a abrir mão de oportunidades das quais nós, pequenos investidores, podemos obter ganhos vultosos

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sente pressão do Fed e recua na semana, enquanto ethereum (ETH) sustenta alta impulsionada pela “The Merge”; entenda

18 de agosto de 2022 - 20:25

O ethereum (ETH) vence a letargia do mercado hoje ainda impulsionado pela The Merge, atualização que, segundo analista, foi enfim “descoberta” pelo mercado

ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro aparece no retrovisor de Lula, mas petista ainda pode levar no primeiro turno, segundo Datafolha

18 de agosto de 2022 - 20:00

Essa é a primeira pesquisa de intenção de voto divulgada após o início oficial da campanha presidencial, que começou há dois dias

REBATEU FAKE NEWS

“Estou meio acostumada a tomar paulada”: Luiza Trajano fala sobre política, empreendedorismo e os desafios do Magalu (MGLU3)

18 de agosto de 2022 - 19:13

A empresária rebateu alguns dos principais boatos que envolvem o seu nome e comentou as perspectivas do varejo no TAG Summit 2022

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies