Menu
Nicholas Sacchi
Crypto News
Nicholas Sacchi
2019-03-21T10:49:54-03:00
CRIPTOATIVOS

CBOE, uma das bolsas de Chicago, não vai listar novos contratos futuros de bitcoin

CBOE vem sendo esmagada pela sua concorrente, a CME, que parece ter drenado toda a liquidez do mercado para si.

21 de março de 2019
10:49
Montagem com notas de dólares e simbolo do bitcoin
Imagem: Shutterstock

A unidade responsável pela negociação de futuros da CBOE (uma das Bolsas de Chicago) anunciou que não incluirá novos contratos futuros de bitcoin para negociação no mês de março.
Como era de se esperar, a media logo associou tal atitude ao declínio do interesse institucional. Isso não é diferente do que foi feito quando, em dezembro de 2017, a CBOE anunciou o lançamento de seus contratos futuros de bitcoin.

À época, a media financeira falava sobre o quão rápido esse mercado amadureceria. O próprio presidente da CBOE, Chris Concannon, instigava os repórteres dizendo que já vislumbrava contratos amarrados ao ether, ao litecoin e ao bitcoin cash.

Mas, no fim das contas, a suspensão desses contratos futuros de bitcoin tem muito mais relação com a estratégia de negócio do que com o interesse pelo ativo.

Afinal, a CBOE vem sendo esmagada pela sua concorrente, a CME, que parece ter drenado toda a liquidez do mercado para si. A fatia de mercado abarcada pela CBOE saiu de pouco menos de 60 por cento, em dezembro de 2017, para pouco mais de 10 por cento, no fim de 2018.

Como se não bastasse, a concorrência tende a acirrar ainda mais a disputa por um pedaço desse bolo, com a entrada da Bakkt, da Seed CX e da ErisX no mercado de futuros de bitcoin.

Me parece que a conclusão de redução do interesse dos institucionais no mercado talvez tenha sido um pouco precipitada...

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Um outro olhar

Investidores mudam o foco, dólar cai e Ibovespa vive dia de forte recuperação

Bolsa recupera terreno e fecha em alta de 1,33%; dólar retorna a R$ 5,51 com reação a sinalizações de banqueiros centrais

fintech do Mercado Livre

Mercado Pago recebe aporte de R$ 400 milhões do Goldman Sachs

Os recursos têm como destino a divisão de crédito da instituição, o Mercado Crédito, e servirão para expandir a oferta de crédito para pequenos e médios vencedores que usam o Mercado Pago e o Mercado Livre

presidente popular

Avaliação positiva de Bolsonaro sobe de 29% para 40%, diz Ibope

Após cair ao longo do primeiro ano de governo, a popularidade do presidente Jair Bolsonaro disparou agora em setembro, na comparação com dezembro do ano passado

218.679 pedidos

Pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro, diz Economia

Os pedidos de seguro-desemprego somaram 218.679 nos primeiros 15 dias de setembro

maiores altas percentuais

IRB, PetroRio e CVC são destaques do Ibovespa em dia de bom humor nos EUA

Por volta das 15h30, o principal índice de ações da B3 sobe 1,73%. IRB Brasil e CVC estão entre os três papéis que mais perderam valor na bolsa em 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu