Menu
2019-11-11T19:26:40-03:00
Estadão Conteúdo
Desacelerou

Ministros de comércio dos Brics observam perda de impulso na economia mundial

Autoridades dizem concordar que a “liberalização do comércio é um elemento essencial para liberar o potencial de crescimento econômico

11 de novembro de 2019
19:26
BRICS
Imagem: Shutterstock

Reunidos nesta segunda-feira em Brasília, os ministros de Comércio do Brics observaram aumento de incertezas e de perda de impulso na economia mundial, que afetam a possibilidade do comércio global, desde o último encontro do grupo.

"Nesse contexto, reconhecemos o importante papel do Brics como plataforma de cooperação que pode melhorar as oportunidades de comércio e investimento", diz o comunicado conjunto divulgado após a 9ª Reunião de Ministros de Comércio do Brics. O encontro é uma preparação para a 11ª Cúpula, que ocorre nos dias 13 e 14 de novembro, sob o tema "Brics: Crescimento econômico para um futuro inovador".

Os ministros participantes do encontro afirmam concordar que a "liberalização do comércio é um elemento essencial para liberar o potencial de crescimento econômico e desenvolvimento sustentável". Eles também enfatizaram a necessidade de um ambiente de comércio internacional transparente, baseado em regras e aberto.

"Reiteramos nosso total apoio ao sistema de comércio multilateral baseado em regras, com a OMC em seu núcleo. É essencial que todos os membros da OMC evitem medidas unilaterais e protecionistas que são contrárias ao espírito e às regras da OMC", diz o comunicado.

Os ministros do Brics reconheceram a importância da reforma na OMC, para garantir a eficácia e a relevância da organização e de sua capacidade de enfrentar melhor os desafios atuais e futuros. "Nossos países trabalharão com todos os membros da OMC para avançar em um processo de reforma necessária, equilibrada, aberta, transparente e que promova a inclusão e o desenvolvimento. A reforma deve, entre outras coisas, preservar a centralidade, os valores centrais e os princípios fundamentais da OMC e considerar os interesses de todos os membros, incluindo países em desenvolvimento e PMDs."

No comunicado, o grupo destaca que o mecanismo de solução de controvérsias da OMC, incluindo seu órgão de apelação, "é uma pedra angular do sistema comercial multilateral".

"Seu trabalho é essencial para o funcionamento adequado e eficaz da Organização. Continuamos comprometidos com a preservação de um sistema de adjudicação vinculativo em duas etapas para disputas na OMC. Instamos todos os Membros da OMC a se engajarem construtivamente, como uma questão prioritária, no esforço de garantir a continuação de um Órgão de Apelação totalmente operacional."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

busca por acordo

Investidores cobram até R$ 60 bi da Petrobras em processos de arbitragem

Casos incluem tanto investidores nacionais quanto estrangeiros e vieram na esteira da Operação Lava Jato, que apontou práticas ilícitas na estatal

país em crise

Concorrente do Uber, Cabify encerra operações no Brasil por conta da pandemia

Fundada há 10 anos em Madri, empresa enfrentou um mercado altamente competitivo no Brasil, mas crise recente foi decisiva para startup deixar o país

TIM Brasil poderá emitir até R$ 5,7 bilhões em debêntures incentivadas

O projeto da operadora para melhorias nas redes fixas e móveis de 21 unidades da federação entrou na lista de autorizações do Ministério das Comunicações

quem vai levar?

Tem ação fresquinha vindo aí, minha amiga, com o IPO da Hortifruti Natural da Terra

Com tese de investimento sendo que ela é o melhor do supermercado e da feira, companhia busca recursos para expandir operações

Ligando na tomada

Renault traz a nova geração de carros elétricos ao Brasil — e Weg e EDP garantem a recarga

A Renault firmou parceria com EDP e WEG para o fornecimento de infraestrutura do novo Zoe, veículo 100% elétrico da montadora francesa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies