Menu
2019-11-11T19:26:40-03:00
Estadão Conteúdo
Desacelerou

Ministros de comércio dos Brics observam perda de impulso na economia mundial

Autoridades dizem concordar que a “liberalização do comércio é um elemento essencial para liberar o potencial de crescimento econômico

11 de novembro de 2019
19:26
BRICS
Imagem: Shutterstock

Reunidos nesta segunda-feira em Brasília, os ministros de Comércio do Brics observaram aumento de incertezas e de perda de impulso na economia mundial, que afetam a possibilidade do comércio global, desde o último encontro do grupo.

"Nesse contexto, reconhecemos o importante papel do Brics como plataforma de cooperação que pode melhorar as oportunidades de comércio e investimento", diz o comunicado conjunto divulgado após a 9ª Reunião de Ministros de Comércio do Brics. O encontro é uma preparação para a 11ª Cúpula, que ocorre nos dias 13 e 14 de novembro, sob o tema "Brics: Crescimento econômico para um futuro inovador".

Os ministros participantes do encontro afirmam concordar que a "liberalização do comércio é um elemento essencial para liberar o potencial de crescimento econômico e desenvolvimento sustentável". Eles também enfatizaram a necessidade de um ambiente de comércio internacional transparente, baseado em regras e aberto.

"Reiteramos nosso total apoio ao sistema de comércio multilateral baseado em regras, com a OMC em seu núcleo. É essencial que todos os membros da OMC evitem medidas unilaterais e protecionistas que são contrárias ao espírito e às regras da OMC", diz o comunicado.

Os ministros do Brics reconheceram a importância da reforma na OMC, para garantir a eficácia e a relevância da organização e de sua capacidade de enfrentar melhor os desafios atuais e futuros. "Nossos países trabalharão com todos os membros da OMC para avançar em um processo de reforma necessária, equilibrada, aberta, transparente e que promova a inclusão e o desenvolvimento. A reforma deve, entre outras coisas, preservar a centralidade, os valores centrais e os princípios fundamentais da OMC e considerar os interesses de todos os membros, incluindo países em desenvolvimento e PMDs."

No comunicado, o grupo destaca que o mecanismo de solução de controvérsias da OMC, incluindo seu órgão de apelação, "é uma pedra angular do sistema comercial multilateral".

"Seu trabalho é essencial para o funcionamento adequado e eficaz da Organização. Continuamos comprometidos com a preservação de um sistema de adjudicação vinculativo em duas etapas para disputas na OMC. Instamos todos os Membros da OMC a se engajarem construtivamente, como uma questão prioritária, no esforço de garantir a continuação de um Órgão de Apelação totalmente operacional."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Fato relevante

Banco do Brasil desmente renúncia de André Brandão

Instituição financeira diz não ter conhecimento das fontes das notícias veiculadas

Ranking dos investimentos

Ativos de risco têm mais um mês negativo com tensões e Brasília e alta dos juros futuros nos EUA

Um misto de fatores locais e externos levou o Ibovespa a ter um dos piores desempenhos do mês e o dólar, o melhor. Ouro aparece na lanterna do ranking

Proventos

Banco do Brasil anuncia pagamento de R$ 416 milhões em Juros sobre Capital Próprio (JCP)

Terão direito ao provento os investidores com posição acionária na empresa no dia 11 de março

o melhor do seu dinheiro

Brandão balança mais não cai?

Chegamos ao fim de mais uma semana tensa nos mercados, que começou com a derrocada das ações da Petrobras, em razão da interferência do governo na presidência da estatal, e termina com pressões na bolsa e no dólar motivadas pelas preocupações dos investidores com a inflação nos Estados Unidos e alta nas taxas dos títulos […]

URGENTE

Hapvida e NotreDame chegam a um acordo sobre fusão, afirma site

A maior combinação entre duas empresas brasileiras criará uma gigante do setor de saúde, com um valor de R$ 110 bilhões.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies