Menu
2019-06-21T19:06:05-03:00
Estadão Conteúdo
promessa é dívida

Ministério da Economia formaliza pagamento antecipado do BNDES ao Tesouro

No início do mês, no entanto, a diretoria do banco de fomento aprovou o pagamento de R$ 30 bilhões de sua dívida com a União

31 de maio de 2019
12:19 - atualizado às 19:06
presidente do BNDES, Joaquim Levy e Ministro da Economia, Paulo Guedes.
Presidente do BNDES, Joaquim Levy, e ministro da Economia, Paulo Guedes. - Imagem: Alan Santos/PR

O Diário Oficial da União (DOU) trouxe em edição extra da quinta-feira, 30, dois despachos do Ministério da Economia que formalizam a devolução antecipada de valores do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao Tesouro Nacional. Os documentos não especificam o montante. No início do mês, no entanto, a diretoria do banco de fomento aprovou o pagamento de R$ 30 bilhões de sua dívida com a União ainda no mês de maio.

De 2015 a 2018, o banco já devolveu R$ 309 bilhões ao Tesouro. Em julho do ano passado, ainda no Governo Michel Temer, o BNDES firmou uma reestruturação da dívida com a União, antecipando o prazo final de pagamento de 2060 para 2040 e estabelecendo um cronograma anual de devoluções.

Pelo plano, entre 2019 e 2022, a devolução média seria de R$ 25 bilhões por ano. Para 2019, estavam previstos R$ 26 bilhões.

Com o início do governo de Jair Bolsonaro, o Ministério da Economia decidiu acelerar ainda mais as devoluções. Em entrevista ao Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) em março, o ministro Paulo Guedes revelou que o Tesouro pediria R$ 126 bilhões ao BNDES este ano, R$ 100 bilhões acima dos R$ 26 bilhões inicialmente previstos.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

esquenta dos mercados

Otimismo com vacina e preocupação com situação fiscal se chocam nos mercados

Na agenda, o destaque fica com a divulgação do IPCA-15, prévia da inflação, e dados da arrecadação federal.

AÇÕES NO BOLSO

SulAmérica vai distribuir ações a acionistas após aumentar capital social

Acionistas terão direito a 18,8 novas ações ordinárias e preferenciais para cada lote de 1 mil papéis de cada tipo

follow on

Ânima fará oferta restrita de ações que pode chegar a R$ 1,1 bilhão

Recursos levantados serão destinados a financiar parte da aquisição dos ativos do grupo americano de educação Laureate no Brasil

NÚMEROS DA PANDEMIA

Covid-19: Brasil tem 6 milhões de casos e quase 170 mil mortes

Nas últimas 24 horas foram registrados 302 óbitos e 16.207 novos diagnósticos positivos da doença

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Onde investir se a Bolsa americana estiver cara? Os grandes investidores globais já apontam para um novo caminho…

Existe um horizonte relativamente estável em que poderá haver continuidade dessa alta, mas para onde irão os recursos em um segundo momento?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies