Menu
2019-10-24T13:53:55-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
fazendo as contas

BNDES desembolsa R$ 38 bilhões no ano até setembro

Cifra representa queda nominal (sem descontar a inflação) de 13% ante igual período de 2018. Em termos reais, o tombo foi de 15,8%

24 de outubro de 2019
13:53
BNDES
Imagem: Agência Brasil

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou R$ 38,032 bilhões no período de janeiro a setembro, queda nominal (sem descontar a inflação) de 13% ante igual período de 2018. Em termos reais, o tombo foi de 15,8%, levando o banco de fomento ao tamanho que tinha na década de 1990.

Em valores constantes, os desembolsos acumulados em 2019 até setembro registraram o menor valor desde 1999, quando foram liberados R$ 38,085 bilhões. O freio no BNDES foi visto também nas aprovações de novas operações e nas consultas, primeira etapa do processo de pedido de crédito no banco, indicador normalmente usado como termômetro do apetite das empresas por investimentos.

As aprovações somaram R$ 32,305 bilhões, queda nominal de 35% em relação aos nove primeiros meses de 2018. Em termos reais, a queda foi de 37,6%, levando o total aprovado no acumulado de janeiro a setembro para o menor nível para esse período desde 1995, quando foram aprovados R$ 29,191 bilhões.

Procura por crédito

Nos dados das consultas, a procura por crédito para investimentos registrou recorde de baixa na série histórica do BNDES, iniciada em 1995.

De janeiro a setembro deste ano, foram R$ 40,211 bilhões em consultas, queda nominal de 49% ante igual período de 2018. Em valores constantes, a queda de 51,2% deixou as consultas R$ 12 bilhões abaixo dos R$ 52,392 bilhões registrados de janeiro a setembro de 1995.

A desagregação dos desembolsos do BNDES até setembro deste ano mostram que o freio no tamanho do banco de fomento passou por uma maior prioridade aos projetos de infraestrutura. Para esse setor, o banco liberou R$ 17,357 bilhões, queda nominal de 1% em relação a igual período de 2018.

As quedas nominais nos desembolsos foram bem mais elevadas nos projetos industriais (22%, para R$ 6,320 bilhões) e para empresas de comércio e serviços (51%, para R$ 4,157 bilhões). Na contramão, o setor agropecuário recebeu R$ 10,198 bilhões do BNDES, alta nominal de 9% em relação aos nove primeiros meses de 2018.

*Com  Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O melhor do seu dinheiro

Alguém chame os bombeiros

Hoje tivemos mais um dia de grande volatilidade nos mercados brasileiros, que entraram em parafuso com o temor de que o teto de gastos poderia vir a ser furado. Os investidores aguardam com grande ansiedade a votação da PEC Emergencial, aquela que permitirá o retorno do auxílio emergencial. E rumores de que ela seria desidratada […]

FECHAMENTO

Em dia de alta volatilidade, Lira salva Ibovespa de um fiasco e segura o dólar em R$ 5,66

A volatilidade reinou absoluta nesta quarta-feira (03) e mais uma vez Brasília foi responsável por movimentar os negócios no Brasil. Lá fora, o dia foi de cautela com a alta dos juros futuros

Luz no fim do túnel?

Ministério da Saúde avança em negociações com laboratórios para comprar vacinas

A declaração do MS foi dada pelo titular da pasta, Eduardo Pazuello, em reunião com a Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Crypto News

Bitcoin para leigos e descrentes também

Descrever algo tão complexo como o Bitcoin exige repertório, dedicação e um pouco de sedução de quem apresenta.

Ruim, mas nem tanto?

“É um dos países que menos caíram no mundo”, afirma Bolsonaro, sobre queda de 4% no PIB

Para Bolsonaro a queda do PIB só não foi maior devido a movimentação da economia gerada pelo auxílio emergencial.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies