Menu
2019-10-14T14:10:47-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Não é bem assim

Libra, o ‘bitcoin do Facebook’, anunciou que já conta com 28 empresas parceiras, mas a Visa diz que não é bem assim

CEO da gigante de pagamentos afirmou que sua empresa apenas assinou uma carta de intenção não vinculante para se juntar à Libra

28 de agosto de 2019
16:40 - atualizado às 14:10
Montagem do logo da Libra (Criptomoeda do Facebook Libra) em uma criptomoeda
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Em junho deste ano o projeto Libra, a criptomoeda que está sendo desenvolvida pelo Facebook, anunciou que já contava com 28 grandes empresas parceiras para tocar o projeto. A lista era de causar inveja e contava com grandes marcas como Uber, Spotify, PayPal e Mastercard.

Mas uma declaração recente do CEO da gigante de pagamentos Visa, Alfred Kelly, uma das parceiras anunciadas pela Libra, colocou em xeque a estrutura de negócio. Durante a teleconferência de resultados do terceiro trimestre da sua companhia, Kelly negou que qualquer negócio de parceria tenha sido concluído com o Facebook, idealizador da Libra.

Minimizando o envolvimento da Visa com criptomoeda, o executivo respondeu que as empresas apenas assinaram uma carta de intenção não vinculante para se juntar à Libra. "Somos uma das empresas que expressaram esse interesse. Ninguém ainda se juntou oficialmente”, declarou.

Para ele, ainda é muito cedo para formalizar qualquer vínculo com o megaprojeto, mas que o interesse da Visa existe.

Para onde quer que eu vá

A estratégia divulgada pela cripto do Facebook era que os estabelecimentos que recebiam pagamentos via bandeira Mastercard ou Visa passassem a aceitar também a Libra.

Mas as declarações de Kelly expuseram uma série de obstáculos que o projeto ainda deve superar para que as parcerias se concretizem.

Vale lembrar que o o Facebook vem se defendendo de uma série de ações regulatórias mundo afora desde que resolveu anunciar sua ideia. Os mercados demandam informações mais detalhadas sobre como a Libra funcionaria. Entre os críticos, há o temor de que a chegada desse grande projeto ao mercado cause instabilidade financeira mundo afora.

Trabalhando em segurança

Em busca do seu lugar ao Sol, o projeto Libra atualmente trabalha no lançamento de um Programa Bug Bounty público ainda este ano. A ideia nasce com o objetivo de aumentar a segurança do blockchain, permitindo que os pesquisadores enviem erros e façam alertas sobre problemas de privacidade e segurança.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Corrida contra o tempo

Moody’s: vacinação em massa tem potencial significativo de melhora do PIB global

Hoje foi a vez da AstraZeneca, que seguiu as farmacêuticas Moderna e Pfizer nas semanas anteriores, todas com eficácia na casa dos 90%.

privatizações na agenda

Guedes diz que é preciso privatizar os Correios ‘antes que o ativo se deteriore’

Ministro classificou como importante a rede de entregas da estatal; ele justificou demora em desestatizações e reiterou que auxílio emergencial acaba no final do ano

Tudo normal?

Maioria das empresas está otimista para vendas na Black Friday, diz Boa Vista

Cerca de 66% das empresas acreditam que as vendas da Black Friday em 2020 serão iguais ou superiores às de 2019.

DINHEIRO NO BOLSO

BB Investimentos muda carteira de dividendos após resultados do 3º trimestre

Analistas avaliam que retomada da economia fomenta a expectativa de melhores resultados, resultando no maior pagamento de proventos

homem negro espancado

Carrefour tomba 6% e lidera quedas do Ibovespa após protestos e pedidos de boicote pela morte de João Alberto de Freitas

Homem negro foi assassinado por dois seguranças de um estabelecimento da rede de supermercados em Porto Alegre. Ato gerou pedidos de boicotes por artistas e usuários de redes sociais, além de manifestações em frente e dentro de lojas do Carrefour

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies