Menu
2019-10-29T11:53:15-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
De olho nele

Crise cambial e eleições na Argentina fazem número de negociações do bitcoin crescer no país

Criptomoeda teve a segunda maior disparada no ano em termos de volume de negociações, às vésperas das eleições na Argentina

28 de outubro de 2019
16:49 - atualizado às 11:53
Ouro e bitcoin
Imagem: Shutterstock

Não é de hoje que a Argentina arrisca passos mais tímidos de tango por conta das incertezas que assolam o país. Diante de um ambiente mais temeroso, muitos investidores tem ido atrás do bitcoin para buscar formas alternativas ao dólar e ao próprio peso argentino.

Tal fato pode ser visto no volume de negociações da criptomoeda. Desde maio deste ano, a média do volume diário de negociações de bitcoin na Argentina foi de 12.239.400, segundo dados fornecidos pelo site Coin.Dance. Apenas para fins de comparação, a média diária de negociações do ano passado foi de 4.869.845.

E esse volume ficou mais intenso ainda às vésperas das eleições argentinas e que levaram à vitória da chapa Alberto Fernández e Cristina Kirchner. Na ocasião, houve a segunda maior disparada no ano em termos de volume de negociações diárias do criptoativo, que chegou aos 14.151.046 no último sábado (26).

A razão para a alta é simples e costuma ocorrer todas as vezes em que há crises. Quem explica é Safiri Felix, diretor executivo da Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto).

Segundo ele, houve um aumento no volume de negociações também durante a crise bancária no Chile e também com o acirramento da guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Outro fator bastante único da economia argentina é que parte dela é bastante dolarizada. E diante da restrição de compra de dólares acima de US$ 200 por pessoa por mês que passou a valor hoje (28), a busca por bitcoins deve aumentar ainda mais no curto prazo, de acordo com o especialista.

"O bitcoin é cada vez mais visto como um ativo que possui baixa correlação com os demais ativos financeiros e que costuma se favorecer nos momentos de crise global, como um ativo "antifrágil."

Faz peso, mas há mais fatores envolvidos

Mas ainda que os argentinos tenham uma comunidade bastante forte de criptomoedas em termos de desenvolvedores e de entusiastas, o aumento no volume de negociações na Argentina não deve fazer preço sozinho.

Felix destaca que a crise cambial deve afetar mais em termos de expectativa do mercado, porém o que deve ajudar a fazer mais preço são alguns acontecimentos recentes mais favoráveis à valorização da moeda.

"Na semana passada, tivemos a declaração do presidente chinês, Xi Jinping [que disse que o país deve liderar o desenvolvimento do blockchain como uma tecnologia central de inovação], além do que venceram os contratos futuros de bitcoin em Chicago, o que ajudou na valorização do ativo", disse o diretor executivo.

Depois de bater quase os US$ 7.500 na última quinta-feira (24), a criptomoeda se recuperou e terminou o domingo (27) cotada em US$ 9.551, segundo informações do site CoinMarketCap.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Reverteu prejuízo

Vale termina 2020 com lucro de US$ 4,9 bilhões e aprova dividendos

Mineradora conseguiu reverter prejuízo do ano anterior e aprovou distribuição de dividendos, mas lucro trimestral veio abaixo do esperado pelo mercado

Risco fiscal

Efeito de fatiamento da PEC emergencial seria extremamente perverso, diz secretário do Tesouro

“Se for fatiado será pior para todos. Queremos dar o auxílio aos vulneráveis, mas também precisamos de um ambiente fiscalmente organizado para que a economia melhore”, disse Bruno Funchal

Nível pré-pandemia

Governo Central tem superávit de R$ 43,219 bilhões em janeiro

Após 11 meses consecutivos de rombos causados pelos gastos de enfrentamento à pandemia, contas do Governo Central voltam a ter superávit

Pagamentos e maquininhas

Lucro do PagSeguro soma R$ 430 mi no trimestre, maior da história da companhia

Entretanto, companhia com ações negociadas na Nasdaq teve queda no lucro em 2020

o melhor do seu dinheiro

Lá vem o Leão de novo…

Estamos naquela época do ano de novo: temporada de prestação de contas ao Leão! A Receita Federal acaba de divulgar as regras de preenchimento da declaração de imposto de renda 2021, que neste ano deverá ser entregue entre 1º de março e 30 de abril. Parece que foi ontem que estávamos fazendo o exercício cívico […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies