Menu
André Franco
Crypto News
André Franco
É engenheiro e especialista em criptomoedas da Empiricus
2019-10-09T19:55:23-03:00
Crypto News

Por que o grande investidor ainda não embarcou no bitcoin?

Se a oportunidade é tão clara, por que o mercado institucional ainda não tomou de assalto os ganhos e deixou o varejo com as migalhas?

10 de outubro de 2019
5:49 - atualizado às 19:55
Bitcoin
Imagem: Shutterstock

Acredito que as plataformas de confiança descentralizada vão causar as mudanças mais significativas em como a sociedade lida com a informação desde o advento da internet. E, no final, elas vão virar o mundo do dinheiro, da riqueza e do valor de cabeça para baixo”

Michael J. Casey, professor do MIT

Se o que Michael Casey disse estiver certo, provavelmente temos diante de nós a maior oportunidade de ganhos depois da internet.

E você já deve imaginar que eu tendo a concordar com ele.

Mas, se a oportunidade é tão clara, por que o mercado institucional ainda não tomou de assalto os ganhos e deixou, como sempre, o varejo com as migalhas?

Porque, mesmo já havendo vários serviços de custódia de cripto, como Coinbase e BitGo, os fundos ainda não se sentem confortáveis com as estruturas nativas desse universo.

O que um fundo de hedge tradicional quer é uma empresa como a BNY Mellon, com os seus 30 trilhões de dólares em custódia, oferecendo os mesmos serviços para bitcoin e outros criptoativos.

Enquanto eu e você queremos acertar aquela tacada para botar uma bela grana no bolso, o investidor maior, que já tem os bolsos cheios, quer a tranquilidade e a monotonia do mercado tradicional a que está acostumado.

Ainda temos um longo percurso para percorrer até uma grande parcela dos 40 mil consultores de investimento registrados nos Estados Unidos começar a sugerir cripto como uma solução de ponta a ponta para seus clientes, ou a investir por conta própria com os fundos que administram.

As barreiras para isso são inúmeras. Lembre-se de que, hoje, esses consultores conhecem de cabo a rabo o funcionamento do mercado tradicional. Eles sabem onde comprar, quanto pagar de comissão, quem vai custodiar, quem vai auditar e por aí vai.

Já quando o assunto é cripto, o problema começa pela falta de contato que esses profissionais têm com esse novo paradigma e também pela falta de conhecimento real sobre bitcoin e outros criptoativos.

A consequência disso é que somente 201 fundos privados têm exposição a cripto, o que representa apenas 1,3 por cento do total desses fundos nos EUA.

Temos um longo caminho até a adoção em massa, mas nossa chegada até aqui merece ser comemorada e me faz ter a mesma certeza de Michael Casey sobre o assunto.

A partir do presente momento, o que vai definir se a sua exposição vai fazer você ganhar dinheiro ou muito dinheiro é apenas a sua paciência.

Estima-se que entre 3 bilhões a 5 bilhões de dólares estejam investidos em cripto atualmente, o que me leva a crer que os grandes investidores estão molhando o dedinho com muita cautela.

E a esta altura do campeonato, depois de dez anos de rede e 2 trilhões de dólares transacionados, não me parece que a água está gelada demais a ponto de fazê-los voltar atrás.

É apenas uma questão de tempo até que uma massa crítica seja minimamente educada a respeito do bitcoin e capaz de mudar o paradigma atual.

Como já enfatizei algumas vezes, esse é um caminho sem volta e a cada dia que passa estamos mais próximos de ver as criptomoedas se tornarem o status quo.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Tudo normal?

Maioria das empresas está otimista para vendas na Black Friday, diz Boa Vista

Cerca de 66% das empresas acreditam que as vendas da Black Friday em 2020 serão iguais ou superiores às de 2019.

DINHEIRO NO BOLSO

BB Investimentos muda carteira de dividendos após resultados do 3º trimestre

Analistas avaliam que retomada da economia fomenta a expectativa de melhores resultados, resultando no maior pagamento de proventos

homem negro espancado

Carrefour tomba 6% e lidera quedas do Ibovespa após protestos e pedidos de boicote pela morte de João Alberto de Freitas

Homem negro foi assassinado por dois seguranças de um estabelecimento da rede de supermercados em Porto Alegre. Ato gerou pedidos de boicotes por artistas e usuários de redes sociais, além de manifestações em frente e dentro de lojas do Carrefour

SANGUE FRIO E CAPACITADO

‘Pessoa física deu show este ano’, diz presidente da B3

Investidor pessoa física aproveitou baixa do mercado e se posicionou para alta, enquanto institucionais e estrangeiros saíam do mercado, diz Finkelsztain

raio-x do setor

Lançamentos de imóveis no país caem no 3º tri, diz CBIC; vendas sobem

O estoque de imóveis disponíveis para venda chegou a 173.601 unidades em setembro, corte de 13% em relação ao mesmo período do ano passado.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies