Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-09T11:17:42-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Desempenho de fazer inveja

Procurando qual a melhor empresa para investir na bolsa? Então preste atenção nos bilionários

Estudo divulgado pelo Banco UBS mostra que o desempenho das companhias lideradas por magnatas foi superior à média de mercado

9 de novembro de 2019
10:34 - atualizado às 11:17
bolsa ações bilionários
Imagem: Shutterstock

Investir em bolsa de valores pode ser um verdadeiro jogo de risco, principalmente se você não escolher as empresas certas para ser sócio. Nessa tacada, buscar indicações sobre as melhores alternativas de investimentos faz toda a diferença.

Pensando nisso, um estudo divulgado pelo Banco UBS nesta semana trouxe uma dica interessante para quem quer investir em empresas da bolsa mas não sabe muito bem qual delas escolher.

A dica é muito simples: na dúvida, dê atenção especial aos bilionários. O estudo aponta que nos últimos 15 anos as empresas controladas por bilionários tiveram um desempenho superior às demais empresas listadas no mercado de ações. Segundo o levantamento, essas companhias apresentaram um retorno médio de 17,8% no período, enquanto que a média do mercado girou em torno dos 9,1%.

Quer rentabilidade? Então toma!

Outro fator de grande importância para os investidores, a rentabilidade média das empresas controladas por bilionários também não fez feio.

O retorno médio sobre o patrimônio líquido (ROE) nos últimos 10 anos girou em torno de 16,6%, porcentagem bastante significativa se compararmos com os 11,3% entregues pelas demais empresas.

Além disso, as empresas lideradas pelos ultrarricos também conseguiram um forte desempenho após sua abertura de capital. O UBS fez uma análise como 102 empresas controladas por bilionários listadas publicamente e nela constataram que, nos três anos anteriores ao IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês), essas companhias tiveram um ROE médio de 35,4%. Logo após a oferta, a rentabilidade média declinou para 17,3%, algo considerado natural pelo mercado.

O diferencial está justamente no período após o IPO: as empresas controladas por bilionários apresentaram uma recuperação constante ao longo dos anos. Já no caso das outras empresas, o estudo mostra que ROE declinou com o IPO e seguiu ladeira abaixo nos anos posteriores.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

MagaLu fora das urnas

Luiza Trajano confirma que não disputará as eleições, mas reforça que é uma ‘pessoa política’; entenda o posicionamento da empresária

A presidente do conselho de administração do MagaLu pretende assumir uma posição política apartidária ‘para defender causas que sejam boas para o Brasil’

Novidades da maçã

Apple apresenta novos modelos de MacBook Pro e AirPods; computador vai custar até R$ 45 mil no Brasil

Disponíveis agora em modelos de 14 e 16 polegadas, os dispositivos prometem um processamento ainda mais potente do que os antecessores

Ao Vivo

Apple apresenta novos modelos de MacBook Pro e Airpods; acompanhe o lançamento

Apresentado pelo CEO da companhia, Tim Cook, este é o segundo evento da empresa para lançamento de produtos neste ano

Benefício perto do fim

Sem substituto para o Bolsa Família, Bolsonaro afirma que definição sobre extensão do auxílio emergencial sai nesta semana

O presidente não revelou quantas serão as novas parcelas do benefício, mas afirmou que o valor já foi decidido pelo governo no último sábado

Movimentando o mercado

Fleury (FLRY3) compra Laboratório Marcelo Magalhães; saiba mais sobre aquisição, a segunda maior na história do grupo

O grupo pagará R$ 384,5 milhões pela empresa, que, com 64 anos de história, é referência em medicina diagnóstica no estado de Pernambuco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies