Menu
2019-04-12T09:52:44-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Recorde

Enfim 1 milhão! Número de investidores na bolsa atinge marca histórica

A bolsa encerrou o mês de março com 1.007.413 investidores ativos, segundo a B3. Trata-se de um crescimento de 6,9% em relação aos 942 mil do mês anterior e de impressionantes 49,4% em 12 meses

11 de abril de 2019
19:13 - atualizado às 9:52
Sede da B3 em São Paulo
Sede da B3 em São Paulo - Imagem: Shutterstock

Em um marco histórico, o número de investidores ativos na bolsa atingiu 1 milhão em março. Mais precisamente 1.007.413. Trata-se de um crescimento de 6,9% em relação aos 942 mil do mês anterior e de impressionantes 49,4% em 12 meses. Os dados foram divulgados pela B3 na noite desta quarta-feira.

É importante dizer que esse número inclui não só investidores pessoas físicas como também empresas que detêm ações.

A assessoria da B3 me ligou hoje pela manhã e informou que o número de pessoas físicas na bolsa atingiu 982.721 no mês passado. Os homens ainda são a grande a maioria, com 76,34% do total, contra 21,21%. Os demais 24.692 investidores ativos são empresas.

Os investidores que entraram na bolsa apostaram no rali Bolsonaro que levou o Ibovespa a alcançar a marca histórica dos 100 mil pontos durante o pregão do dia 18.

A euforia diminuiu nas últimas semanas com as dificuldades do governo na tramitação da proposta de reforma da Previdência. Mesmo assim, o principal índice de ações do mercado registra alta de 7,81% no acumulado do ano.

Apesar do crescimento, o número de investidores na bolsa ainda está muito abaixo da meta de 5 milhões estipulada pelo então presidente da BM&FBovespa (antigo nome da B3), Edemir Pinto.

A quantidade de empresas listadas na B3 também permanece muito aquém do potencial. A bolsa encerrou o mês passado com 397 companhias, seis a menos que em março de 2018.

Em março, o volume médio diário negociado na bolsa foi de R$ 16,260 bilhões, um avanço de 49,4% na comparação com o mesmo período do ano passado, mas uma redução de 4,2% em relação a fevereiro.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

40,5% de queda em relação a 2019

Venda de veículos novos cresce 113,6% em junho ante maio, diz Fenabrave

O volume registrado em junho, se comparado a igual mês do ano passado, apresenta queda de 40,5%

para enfrentar a crise

Embraer quer implementar PDV para funcionários em licença remunerada

Desde março, a fabricante de aeronaves já adotou trabalho remoto integral (home office), concessão de férias coletivas, suspensão de contratos de trabalho e redução de jornada, por conta da crise causada pela pandemia

questões do emprego

Governo estuda novo marco do trabalho com menores custos de contratação

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse que o governo está trabalhando em um novo marco do trabalho, com redução de custos para contratação

meta da infraestrutura

Governo quer fazer três concessões e 11 arrendamentos portuários até fim do ano

Entre as concessões planejadas, está a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), cujo edital deve ser publicado até o fim do 3º trimestre, segundo a pasta

contas públicas

Ministério da Economia passa a estimar déficit do setor público de R$ 828,6 bilhões

Em maio, a estimativa era de resultado negativo de R$ 708,7 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements