Menu
2019-05-13T18:02:16-03:00
Estadão Conteúdo
Executivos estão voando mais

Viagens corporativas crescem 11,14% no 1º trimestre no comparativo anual, diz Abracorp

No segmento aéreo nacional, o faturamento atingiu R$ 1,007 bilhão no período

13 de maio de 2019
18:02
Aeroporto de Guarulhos
Aeroporto de Guarulhos - Imagem: Shutterstock

As vendas relacionadas a viagens de negócios somaram R$ 2,545 bilhões no primeiro trimestre deste ano, 11,14% superior à verificada em igual período de 2018, segundo dados antecipados ao Broadcast/Estadão pela Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), que compila as vendas nos segmentos aéreo, de hotelaria, outros transportes e demais serviços de 29 associadas.

No segmento aéreo nacional, o faturamento atingiu R$ 1,007 bilhão no período, alta de 11,3% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior.

Em número de bilhetes vendidos foi apurado acréscimo de 8,8% na mesma base de comparação, somando 1,509 milhão, com destaque para Gol, com alta de 36,6%, Azul, com expansão de 14,1% e MAP, com avanço de 7,1%.

Em compensação Latam, Avianca e Passaredo registraram uma redução no número de bilhetes vendidos de 13,9%, 15,6% e 39,7%, respectivamente.

Nesse contexto, a Gol manteve a liderança do mercado corporativo doméstico, com 37,9% do volume de bilhetes vendidos no trimestre, praticando uma tarifa média de R$ 626. Logo em seguida vem a Azul: a companhia alcançou 28,8% de market share e apresentou as tarifas mais altas no trimestre (R$ 745, em média) entre as seis empresas pesquisadas. O restante do mercado corporativo nacional fica dividido entre Latam (23%), Avianca (9,7%), Passaredo (0,2%) e MAP (0,2%).

Em termos de faturamento no mercado nacional, a Gol apresentou expansão de 28,5%, para R$ 358,6 milhões, a Azul cresceu 13,6%, para R$ 324,6 milhões, e MAP cresceu 3%, para R$ 2,4 milhões. Na outra ponta, Passaredo registrou forte queda de 34,3% no faturamento, para R$ 2,2 milhões, a Latam caiu 4%, para R$ 238 milhões, e a Avianca recuou 5%, R$ 81,3 milhões.

Na divisão aérea internacional, as vendas de passagens a viajantes de negócios somaram R$ 661,221 milhões, uma queda de 4,10% ante o primeiro trimestre de 2018. Já o número de passagens vendidas caiu 0,57% na mesma base de comparação, para 135.455 passagens. Entre as companhias aéreas que mais venderam passagens nesse segmento estão Latam, na liderança, seguida por American Airlines, United Airlines, Air France/KLM, Lufthansa/Swisse e Delta.

Em faturamento, a Latam registrou alta de 10,06%, a United cresceu 19,6%. Por outro lado, Lufthansa apresentou queda de 14,71% no período, Air France/KLM caiu 8,46% e American Airlines recuou 6,5%. Em volume de vendas, a SkyTeam (que tem Gol, Air France/KLM e Delta entre seus integrantes) permanece na liderança, com 53,1% de participação, seguido pela OneWorld (28,6%) e Star Alliance (18,2%).

Em market share, no comparativo geral das vendas o segmento aéreo nacional representou 39,7% do total, seguido pelo aéreo internacional (26,1%); Hotelaria Nacional (17,8%); Hotelaria Internacional (6,2%); e Locação Nacional (1,5%). Somados, alcançam 91,3% do total. Os 8,7% restantes estão pulverizados em 11 segmentos.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Risco fiscal

Efeito de fatiamento da PEC emergencial seria extremamente perverso, diz secretário do Tesouro

“Se for fatiado será pior para todos. Queremos dar o auxílio aos vulneráveis, mas também precisamos de um ambiente fiscalmente organizado para que a economia melhore”, disse Bruno Funchal

Nível pré-pandemia

Governo Central tem superávit de R$ 43,219 bilhões em janeiro

Após 11 meses consecutivos de rombos causados pelos gastos de enfrentamento à pandemia, contas do Governo Central voltam a ter superávit

Pagamentos e maquininhas

Lucro do PagSeguro soma R$ 430 mi no trimestre, maior da história da companhia

Entretanto, companhia com ações negociadas na Nasdaq teve queda no lucro em 2020

o melhor do seu dinheiro

Lá vem o Leão de novo…

Estamos naquela época do ano de novo: temporada de prestação de contas ao Leão! A Receita Federal acaba de divulgar as regras de preenchimento da declaração de imposto de renda 2021, que neste ano deverá ser entregue entre 1º de março e 30 de abril. Parece que foi ontem que estávamos fazendo o exercício cívico […]

Nova fase

Conselho do Santander aprova proposta de reorganização societária com a cisão da Getnet

Em fato relevante, o banco explica que na cisão serão entregues aos acionistas do Santander Brasil, conforme aplicável, ações ordinárias ou preferenciais de emissão da Getnet ou certificados de depósito de ações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies