Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-01-25T12:10:39-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
GRAVE CRISE

Governo toca “plano B” para aeroporto de Viracopos

Concedido à iniciativa privada em 2012, o terminal está com as finanças desequilibradas e atravessa uma grave crise

25 de janeiro de 2019
12:10
Avião
Imagem: Shutterstock

O Ministério da Infraestrutura publicou no Diário Oficial da União (DOU) edital de chamamento público para selecionar pessoas físicas ou jurídicas de direito privado interessadas em apresentação de projetos, levantamentos, investigações e estudos técnicos que subsidiem a modelagem da concessão para a expansão, exploração e manutenção do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas.

O novo secretário de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, explicou esta semana que o procedimento é apenas uma preparação para iniciar o projeto de relicitação do terminal caso o consórcio que administra o aeroporto atual e potenciais investidores não cheguem a uma solução de mercado.

Concedido à iniciativa privada em 2012, o terminal está com as finanças desequilibradas e atravessa uma grave crise. Em maio passado, a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos (ABV) entrou com pedido de recuperação judicial, com dívidas de R$ 2,9 bilhões.

"O governo é apoiador e entusiasta da solução de mercado para Viracopos", destacou Glanzmann. "Vamos abrir o PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse) para o caso de falência e caducidade, mas não vamos, por enquanto, dar a ordem de serviços.

Vamos deixar os interessados apenas habilitados e autorizados a iniciar os estudos", explicou.

Caso a nova concessão do terminal seja necessária, o secretário estimou que os trâmites durariam cerca de um ano. Assim, o leilão poderia ocorrer no início de 2020.

De acordo com o edital de chamamento, os interessados em realizar os estudos deverão entregar requerimento na Secretaria Nacional de Aviação Civil em até 30 dias.

O Ministério da Infraestrutura avaliará os pedidos e publicará quais candidatos serão autorizados a desenvolver os estudos. O prazo final para a elaboração e apresentação dos projetos será de 90 dias, contados da data da publicação do termo de autorização.

O material a ser realizado deve conter estudos de mercado; estudos de engenharia e afins; estudos ambientais; e avaliação econômico-financeira.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

no prelo

Biografia: autor de livro sobre Steve Jobs escreverá sobre Elon Musk

Segundo o bilionário, o autor Walter Isaacson o seguiu por vários dias para recolher material para o novo livro

ONDE INVESTIR EM AGOSTO

Onde investir em agosto de 2021: ações de tecnologia, o coração do bitcoin e um combo de ‘retorno absoluto’; veja recomendações

O CIO da Vitreo, Jojo Wachsmann, separou as três melhores pedidas para investidores no mês de agosto; Confira

fique por dentro

Selic hoje está em 5,25% ao ano; entenda em 5 pontos a alta dos juros

Banco Central está subindo a taxa básica de juros a quatro reuniões; a autoridade monetária já contratou mais um ajuste; entenda as razões e como ela afeta sua vida

Privatização dos correios

Câmara dá início à sessão que discute privatização dos Correios; acompanhe

A venda da estatal está prevista no Projeto de Lei 591/21, do Poder Executivo; a proposta permite a transformação dos Correios em empresa de economia mista

Alta (segura) dos papéis

Parceria com o Grupo Caoa faz ações da seguradora Wiz (WIZS3) subirem mais de 5%; confira detalhes do acordo

A empresa celebrou uma parceria comercial contratual com prazo de vigência de 12 meses com a Caoa Corretora de Seguros, por meio de sua controlada Wiz Conseg

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies