Menu
2019-03-15T07:14:39-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Guess, who is back?

Bancos nacionais e internacionais podem voltar ao páreo das concessões, diz jornal

Para as instituições, o pacote de desestatizações e concessões pode movimentar R$ 340 bilhões em investimentos na área de infraestrutura pelos próximos cinco anos

15 de março de 2019
7:14

A agenda mais liberal do novo governo fez com que bancos nacionais e estrangeiros voltassem a ter interesse em concessões. Depois de um bom tempo afastados das operações por conta do papel predominante do BNDES e da fixação de taxas de retorno que não condiziam com a realidade e que aumentavam o risco dos negócios e dos financiamentos, eles voltaram para o páreo e podem participar da nova rodada de concessões. As informações são do jornal "Valor Econômico".

Para as instituições, o pacote de desestatizações e concessões pode movimentar R$ 340 bilhões em investimentos na área de infraestrutura pelos próximos cinco anos. Com isso, os bancos poderão fazer operações com prazos mais longos e logo, mais arriscadas. Anteriormente, era possível apenas conceder "empréstimos-ponte" para que as empresas começassem o investimento.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Como Era Verde o Meu Vale: ainda vale a pena ter Vale?

Vivemos um “novo ciclo das commodities”, com minério de ferro e carvão batendo sucessivas máximas. E a Vale ainda pode se beneficiar deste momento

IR 2021

Imposto de Renda: Como declarar bens e rendimentos comuns do casal?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

pandemia

Covid-19: mortes sobem para 436,5 mil, e casos chegam a 15,6 milhões

Nas últimas 24 horas, foram registrados 786 novos óbitos

na expectativa

Privatização da Eletrobras é necessária para consumidor, diz ministro

Para ele, capitalização da Eletrobras vai permitir que metade da outorga dela vá para aquela parte da tarifa de energia elétrica que são os tributos, os subsídios e também a parte que engloba toda a parte tributária

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Os três mosqueteiros do varejo e outros destaques da noite

Na bolsa e no setor de varejo, a máxima do “um por todos e todos por um” não se aplica. Empresas competem umas com as outras e investidores buscam as melhores aplicações — o “cada um por si” tem bem mais adeptos. Mas, quem diria, três mosqueteiros juntaram suas espadas para comemorar os bons resultados […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies