Menu
2018-11-30T19:48:14-02:00
Novo investimento

Santander turbina emissões e coloca mais R$ 153 milhões em LIG’s à venda

Banco foi o único a emitir esse tipo de papel, que começou a ser registrado há cerca de dez dias na B3

30 de novembro de 2018
19:47 - atualizado às 19:48
santander
Santander é o único banco até agora a emitir LIGs - Imagem: Shutterstock

Ele fez a estreia as Letras Imobiliárias Garantidas (LIGs) no mercado brasileiro e nesta sexta-feira, 30, voltou para o mercado com uma nova oferta. O banco Santander resolveu turbinar suas emissões e colocou em jogo mais R$ 153 milhões em LIGs. Até aqui, o banco foi o único a emitir esses papéis, que começaram a ser registrados há cerca de dez dias na B3.

No dia 21 de novembro, o primeiro dia de registro das LIGs na bolsa, o Santander fez duas emissões, que somaram R$ 24 milhões. Os papéis emitidos hoje têm, assim como nas duas primeiras emissões, prazo de três anos e não possuem liquidez.

As LIGs são inspiradas nos covered bonds, instrumento bastante desenvolvido no mercado externo. O instrumento dispõe da garantia dupla. Isso significa que em caso de falha no pagamento pela instituição emissora, o agente fiduciário assume o controle dos ativos. Quer conhecer tudo sobre esse investimento? Então acesse esta matéria especial do Vinícius Pinheiro.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Exile on Wall Street

Contágio

O Banco Central tentou acalmar o mercado e encontrou como resposta ainda mais estresse e preocupação.

de olho na expansão

Após queda de 40% desde IPO, XP vê potencial para que ações de novata da bolsa dobrem de valor

Para a XP Investimentos, o comprometimento da rede de farmácias com a expansão e melhoria operacional nos próximos anos abre possibilidade para que as ações se valorizem 105% em um ano

novidade na bolsa

Ações da Cury, da Cyrela, têm forte queda em estreia na B3

Papéis da construtora começam a ser negociados em dia de forte aversão ao risco nos mercados globais

Decisão do Supremo

Marco Aurélio libera meio bilhão da Andrade Gutierrez que TCU havia bloqueado

Indisponibilidade de bens foi decretada pela Corte de Contas em maio de 2018 no âmbito de auditoria que fiscalizou as obras civis da Usina Termonuclear de Angra 3, pelo prazo de um ano.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements