Menu
2018-09-22T11:46:59-03:00
Estadão Conteúdo
Energia

BNDES dá novo passo para privatização de distribuidoras da Eletrobras

Banco anunciou que habilitou as vencedoras do leilão das distribuidoras da Eletrobras nos estados do Acre, Rondônia e Roraima

18 de setembro de 2018
17:18 - atualizado às 11:46
Linhas de transmissão da Eletrobras
Habilitação de vencedoras do leilão superou os prazos do cronograma - Imagem: Deni Williams / Shutterstock.com

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) habilitou as vencedoras do leilão das distribuidoras da Eletrobras nos estados do Acre, Rondônia e Roraima.

A comissão de licitação do banco, responsável pelo processo, informou que "após analisar a documentação contida nos volumes 2 e 3, considerou regulares as Propostas Econômicas apresentadas pela empresa Energisa S/A, para a desestatização da Eletroacre e Ceron, e pelo Consórcio Oliveira Energia - Atem, para a desestatização da Boa Vista, bem como as julgou habilitadas, em virtude do preenchimento de todos os requisitos do edital do leilão".

A habilitação ficou dentro do prazo indicado por fontes ouvidas pelo "Broadcast", sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, mas superou o prazo máximo indicado no cronograma do leilão, que apontava que a divulgação da ata de julgamento dos envelopes deveria ser feita até o último dia 12.

Na semana passada, o BNDES afirmou à reportagem que a data mostrada no cronograma era "referencial" e que a Comissão de Licitação estava "procedendo à análise dos documentos apresentados no Leilão da Ceron, Eletroacre e Boa Vista" e divulgaria o resultado tão logo concluísse sua análise.

Conforme o comunicado divulgado nesta terça-feira, 18, a partir da publicação do aviso de julgamento da proposta econômica e da habilitação no Diário Oficial da União, será aberto o prazo de cinco dias úteis para a interposição de recursos, na forma prevista no edital.

Pelo cronograma, a publicação do resultado definitivo, após prazo para recursos, está prevista para até o dia 4 de outubro. A partir daí os vencedores devem submeter seus documentos para análise da aquisição pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A conclusão do processo, com assinatura do contrato de compra e venda das ações das empresas e dos novos contratos de concessão, está indicada para o período entre 31 de outubro e cinco de dezembro.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

estudos para RS, RJ e CE

Neoenergia estuda o desenvolvimento de projetos eólicos offshore no Brasil

Segundo o presidente, Mario José Ruiz-Tagle Larrain, a companhia está desenvolvendo estudos preliminares para projetos no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Ceará

popular aplicativo

TikTok pede a juiz federal dos EUA audiência sobre aplicativo banido

Os advogados da empresa argumentam que a medida viola a liberdade de expressão e o devido processo legal

balanço da doença

Brasil acumula 4,6 milhões de casos e 138,9 mil mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, foram registrados 869 novos óbitos. Ontem, o total estava em 138.108. As autoridades de saúde ainda investigam 2.422 mortes que podem ou não estar relacionadas à doença

seu dinheiro na sua noite

Já deu o que tinha que dar

Caro leitor, Quando a pandemia de coronavírus explodiu e os bancos centrais do mundo passaram a reduzir fortemente os juros, muitos economistas e analistas de mercado questionaram os limites da política monetária naquele caso. Afinal, não se tratava de uma crise financeira, como foi a de 2008, nem de uma crise econômica comum. Estávamos diante […]

Roubando a cena

Dólar dispara mais de 2% com aversão ao risco e tem 4ª sessão seguida de alta; bolsa cai

Dólar passou voando pela marca de R$ 5,50 e por pouco não bateu R$ 5,60; Ibovespa acompanhou sinal negativo vindo de Wall Street e perdeu piso de 96 mil pontos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements