A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-04-04T14:08:29-03:00
Estadão Conteúdo
Estatal paulista

Squadra Investimentos aumenta participação na Cesp

Aumento da participação da gestora de fundos ocorreu no mesmo dia do leilão de privatização da companhia paulista

22 de outubro de 2018
18:47 - atualizado às 14:08

A Cesp informou nesta segunda-feira, 22, em comunicado ao mercado, que a Squadra Investimentos, na qualidade de gestora de fundos de investimentos, adquiriu, no último dia 19 de outubro, ações da estatal paulista de energia e passou a deter 8,5% das ações PNB (17.939.280 papéis).

No dia 17 de outubro, no entanto, a Squadra Investimentos havia informado que vendeu ações PNB da Cesp, reduzindo sua participação na empresa para 4,92%.

O aumento da participação ocorreu no mesmo dia do leilão de privatização da Cesp, quando o consórcio São Paulo Energia, formado pela Votorantim Energia e seu parceiro para energias renováveis Canada Pension Plan Investment Board (CPPIB), arrematou uma participação de controle da geradora estatal paulista, correspondente a 35,6% do capital social da companhia (80,2% das ações ordinárias e 13,7% das ações preferenciais Classe B). O consórcio foi o único proponente no certame e ofertou R$ 14,60 por ação, o que corresponde a uma transação de cerca de R$ 1,7 bilhão.

Desde a conclusão do leilão, as ações da Cesp acumulam alta significativa e neta tarde de segunda-feira eram negociadas a R$ 17,86. A expectativa é que o novo controlador implemente uma gestão mais eficiente, destravando valor para a companhia.

Segundo fontes, a Squadra Investimentos analisou a compra das ações da Cesp em poder do governo de São Paulo, ofertadas em leilão, e teria chegado a levantar recursos para disputar o ativo, mas não teria conseguido fechar uma parceria com um operador hidrelétrico e, por isso, desistiu da operação.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Investidores gostaram

Nubank (NU; NUBR33) sobe mais de 10% após balanço, mas visão dos analistas é mista e inadimplência preocupa

16 de agosto de 2022 - 12:03

Investidores gostaram de resultados operacionais, mas analistas seguem atentos ao crescimento da inadimplência; Itaú BBA acha que banco digital pode ter subestimado o risco do crédito pessoal

RESQUÍCIOS DO IMPÉRIO

Limpando o nome: Entenda o leilão bilionário que pode acabar com as dívidas de Eike Batista

16 de agosto de 2022 - 11:35

Nesta terça-feira (16), devem ser conhecidas as propostas por um lote de debêntures da Anglo American; o lance mínimo é de R$ 1,25 bilhão

DE OLHO NAS REDES

Enquanto Nubank (NUBR33) deu prejuízo de quase US$30 mi, este ‘bancão’ teve lucro bem acima do esperado, é uma das ações mais baratas da bolsa e está prestes a depositar dinheiro na conta dos acionistas

16 de agosto de 2022 - 11:26

Nubank reportou mais um prejuízo no segundo trimestre deste ano e analista revela qual é a ação do bancão que superou as expectativas do mercado e está prestes a depositar uma bolada na conta dos acionistas; descubra

SÉRIE A DA B3

Ibovespa: 2ª prévia confirma três novas ações na carteira a partir de setembro; confira

16 de agosto de 2022 - 9:47

Os papéis da Arezzo CO (ARZZ3), Raízen (RAIZ4) e São Martinho (SMTO3) são confirmados na segunda prévia; JHSF (JHSF3) deve deixar o Ibovespa

MARKET MAKERS

O dilema da empresa XYZ: Entenda como o Magazine Luiza e a Via competem com novos concorrentes no e-commerce

16 de agosto de 2022 - 9:12

Barreiras de entrada são a força competitiva mais importante em um negócio. Na busca pela criação de barreiras, empresas como Magazine Luiza, Via Varejo, Americanas e Mercado Livre têm acirrado a disputa no setor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies