Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-12-13T15:18:49-02:00
Estadão Conteúdo
Retornando para a bolsa

BNDES voltará a fazer investimentos em participações acionárias

Novas aplicações do banco de fomento serão limitados a empresas com faturamento anual entre R$ 90 milhões e R$ 1 bilhão

13 de dezembro de 2018
15:18
B3
Foco do BNDES agora será investir em empresas com potencial de crescimento - Imagem: Shutterstock

Desde 2015 fora do mercado, a BNDESPar, empresa de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), está de volta ao jogo, sob novas regras. Novos investimentos serão limitados a empresas com faturamento anual entre R$ 90 milhões e R$ 1 bilhão. A exceção serão as ofertas iniciais (IPOs), nas quais o BNDES poderá entrar comprando até 15% do valor levantado, sem limite de faturamento.

As regras estão na nova política de subscrição de ações, aprovada nesta semana pela diretoria do banco, anunciou nesta quinta-feira, 13, o presidente do BNDES, Dyogo Oliveira. Algumas das mais polêmicas operações do BNDES nos governos do PT foram feitas via BNDESPar, como a compra de participação no frigorífico JBS, com o intuito de financiar a internacionalização do grupo.

A partir de agora, segundo Oliveira, o foco será investir em empresas com potencial de crescimento, conteúdo tecnológico relevante, capazes de agregar valor. "O objetivo é levar essas empresas até a listagem na bolsa de valores", afirmou o presidente do BNDES, em encontro com jornalistas, no Rio.

Oliveira procurou marcar a diferença em relação à atuação anterior da BNDESPar. Segundo o executivo, antes, o BNDES entrava em empresas pré-operacionais, grandes empresas, "com valores vultosos". Pelas novas regras, a BNDESPar focará empresas com "porte médio, médio-grande, com potencial de crescimento", conforme o conceito de empresa "escalável".

Além do limite de faturamento, as regras preveem uma participação máxima de 30% no capital das empresas na quais o BNDES vier a investir. A exceção no caso de IPOs tem o objetivo de fomentar as abertura de capital e a listagem de mais empresas na bolsa, segundo Oliveira.

Em relação à política de desinvestimentos da carteira atual, as regras que já vinham sendo seguidas pela BNDESPar estão mantidas. Segundo a diretora de Investimento do BNDES, Eliane Lustosa, a ideia é vender as participações em empresas cujo investimento esteja "maduro", levando em conta tanto o desenvolvimento da companhia como o retorno financeiro do BNDES.

A diretora reafirmou a meta de vender R$ 12 bilhões em participações acionárias em 2018, mas informou que o valor poderá ser atingido em janeiro ou fevereiro. Recentemente, o presidente Oliveira já informou que, até outubro, foram vendidos R$ 8 bilhões. Em 2017, a BNDESPar vendeu R$ 6,7 bilhões em ações. Segundo Eliane, uma nova meta para 2019 será definida apenas após atingir os R$ 12 bilhões.

"A direção é o desinvestimento, mas se o mercado não sinalizar com preço justo, o banco não vai queimar a sua participação", afirmou Eliane.

A diretora do BNDES disse ainda que o banco poderá contratar bancos de investimento para vender participações em empresas a investidores estratégicos, ou seja, em operações fora da bolsa. Essas operações serão definidas caso a caso, com aprovação da diretoria e em acordo com os órgão de controle, como o Tribunal de Contas da União (TCU).

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Bolsa tem dia de alta mesmo com PIB negativo, os dividendos bilionários da Braskem e o futuro do Nubank; confira os principais destaques do dia

Depois de semanas de especulação e temores de que o Senado fosse ser uma grande pedra no sapato para a PEC dos precatórios, o texto foi finalmente aprovado em dois turnos na Casa e seguirá novamente para apreciação da Câmara dos Deputados, já que as mudanças feitas pelos senadores precisam ser avaliadas. Eram necessários 49 […]

Mercados Hoje

Ibovespa pega carona com aprovação da PEC dos precatórios e commodities para subir mais de 3%; juros futuros caem com PIB negativo

O Ibovespa aproveitou a melhora do quadro fiscal para buscar recuperação das quedas recentes, deixando em segundo plano o PIB negativo do terceiro trimestre

PAPAI NOEL NA B3

CPFL Energia (CPFE3) pagará R$ 1,5 bilhão em dividendos antes do Natal; parte da grana ainda pode ser sua

Parte do valor corresponde à última fatia dos R$ 1,7 bilhões em proventos anunciados em agosto e divididos em três parcelas

Reconhecida no exterior

Luiza Trajano é a única brasileira entre as 25 mulheres mais influentes de 2021

Luiza é apontada como uma das empresárias e líderes sociais mais notáveis do país, além de inspiração para empreendedores de todos os lugares

VÍDEO

O metaverso numa casca de noz: os analistas do Seleção Empiricus mostram como investir nas tendências do futuro

Confuso com o metaverso? Pois saiba que é possível ganhar dinheiro com ele hoje — e os analistas do Seleção Empiricus mostram como

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies