Menu
André Franco
Crypto News
André Franco
É engenheiro e especialista em criptomoedas da Empiricus
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-20T15:58:04-03:00
CRIPTOMOEDA

O que é bitcoin?

Criptomoeda ganhou os holofotes quando trouxe ganhos expressivos em 2017 e é apontada como tecnologia que pode mudar o sistema monetário internacional; entenda como funciona

26 de setembro de 2018
22:51 - atualizado às 15:58
A criptomoeda bitcoin
Imagem: Shutterstock

O bitcoin é a representação digital do dinheiro em espécie. E o que isso significa?  Digo isso porque, ao pagar alguém com dinheiro em espécie, não existe a necessidade de intermediário, assim como não existe com o bitcoin.

Ele possibilita que eu transfira dinheiro digital para meus pais, por exemplo, sem a necessidade de uma conta bancária ou de intermediação.

É uma rede de pagamentos ponto a ponto, sem a necessidade de um terceiro intermediando a transação.

E o que garante a segurança dessas transações sem intermediários é uma rede de computadores superpotentes espalhados pelo mundo.

Blockchain, a caixa registradora

Essa rede distribuída ao redor do mundo também é responsável por registrar absolutamente todas as transações feitas em bitcoins.

Se a Maria transfere para o Pedro e depois ele transfere para o João, tudo isso fica salvo e registrado em uma imensa planilha que contém todas as transações realizadas utilizando bitcoin.

O conjunto desses registros é conhecido como blockchain. Em uma tradução literal, o termo se refere a uma “cadeia de blocos” que contêm todas as movimentações realizadas em bitcoin entre diferentes contas.

Outro ponto interessante sobre o blockchain é que tudo que está catalogado nele é imutável e pode ser visto por todos que quiserem.

Isso porque qualquer pessoa pode fazer o download de uma cópia desses registros e conferir por conta própria todas as transações que foram executadas até o momento na rede.

É nessa rastreabilidade total e também na dispensabilidade de um intermediário que mora toda a disrupção que o bitcoin pode causar.

Assim como a internet, que transformou completamente o modo como vivemos e nos comunicamos, o bitcoin tem potencial para transformar a maneira como realizamos pagamentos.

Por isso, acredito que, dado esse potencial, o mais arriscado seria não participar dessa revolução, não investir nesse ativo.

Além dessas questões mais práticas sobre a tecnologia em que o bitcoin está pautado, existem outros pontos que devemos levar em consideração na nossa análise de por que ficar fora desse investimento é, na verdade, a posição mais arriscada.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Dê o play!

A bolsa ainda pulsa, mas será um último suspiro? O podcast Touros e Ursos discute o cenário para o Ibovespa

No programa desta semana, a equipe do Seu Dinheiro discute o cenário para o Ibovespa e os motivos que fazem a bolsa brasileira subir

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O respiro da bolsa brasileira, o tropeço do bitcoin e o vazamento de dados do PIX: confira as principais notícias do dia

Para quem não aguentava mais ver a bolsa brasileira apanhando enquanto Wall Street renovava recordes, este início de ano está sendo o momento da revanche. Ou melhor, de o Ibovespa “correr atrás do prejuízo”. Nesta terceira semana de janeiro, o principal índice da B3 mais uma vez contrariou o exterior e enfileirou altas, enquanto as […]

Fechamento da semana

Ibovespa tem dia morno com exterior negativo, mas termina semana com ganho de 1,88%; dólar fecha em alta, mas acumula queda de 1,05% no período

Bolsa terminou o dia em baixa, com dólar e juros em alta, com piora no exterior e preocupações fiscais

CASOS DE FAMÍLIA

Elon Musk pega pesa pesado com o Twitter após integração de NFTs; veja o que o bilionário falou

Rede social passou a permitir que usuários do iOS, sistema da Apple, utilizassem os chamados tokens não fungíveis como fotos de seus perfis

Renda fixa

Nubank lança fundo para reserva de emergência que busca retorno entre 100% e 105% do CDI – mas tem uma pimentinha

Nu Reserva Imediata é o primeiro fundo de renda fixa da família Nu Reserva; embora seja de baixo risco, ele tem opção de investir em títulos privados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies