🔴 DÓLAR A R$5,38 E PODE SUBIR MAIS – VEJA COMO PROTEGER O SEU PATRIMÔNIO

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Edital a vista

Mais 12 aeroportos do Brasil vão entrar na rota das concessões nos próximos dias

Os terminais recebem, juntos, 19,6 milhões de passageiros por ano e respondem por 9,5% do mercado nacional de aviação

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
21 de novembro de 2018
16:23 - atualizado às 16:38
Aeroporto Internacional do Recife (PE) - Imagem: Ana Araújo/Fotos Públicas

Está programado para o dia 29 de novembro o lançamento de um edital do Ministério dos Transportes para a concessão de mais 12 aeroportos brasileiros à iniciativa privada. Segundo o ministro Valter Casimiro, o plano original era ter feito a licitação dos terminais no primeiro semestre deste ano, mas atrasos sucessivos na divulgação do edital comprometeram o cronograma.

A ideia do governo é licitar de uma só vez 12 aeroportos regionais, que recebem 19,6 milhões de passageiros por ano e respondem por 9,5% do mercado nacional de aviação. Os aeroportos foram divididos em três blocos: o bloco Nordeste é formado por seis terminais: aeroporto internacional do Recife (PE), aeroporto de Maceió (AL), aeroporto de Aracaju (SE), aeroporto de João Pessoa (PB), aeroporto de Juazeiro do Norte (CE) e aeroporto de Campina Grande (PB). Esse lote processa aproximadamente 13,2 milhões de passageiros ao ano, dos quais quase 60% passam por Recife.

Já o bloco do Centro-Oeste conta com os aeroportos mato-grossenses de Cuiabá, Rondonópolis, Alta Floresta e Sinop, com aproximadamente 3,3 milhões de passageiros ao ano, sendo que 85% desse fluxo passa por Cuiabá. No terceiro bloco (Sudeste) estão os aeroportos de Vitória (ES) e de Macaé (RJ), que processam 3,2 milhões de passageiros por ano, com 94% desse fluxo em Vitória.

O Tribunal de Contas da União (TCU) também pediu ajustes no edital da Secretaria de Aviação Civil (SAC), vinculada ao Ministério dos Transportes. A publicação do edital não assegura, porém, a realização efetiva do leilão, já que esta decisão ficará a cargo do próximo governo.

Ferrovia e portos também entram na lista

Além dos 12 aeroportos, Valter Casimiro  afirmou que a concessão da Ferrovia Norte-Sul e de mais quatro terminais portuários também terão seus editais divulgados no próximo dia 29. Sobre a ferrovia, serão 1,5 mil quilômetros de trilhos de malha pronta concedidos, entre os municípios de Porto Nacional (TO) e Estrela D'Oeste (SP).

Já em relação aos portos, serão três terminais em Cabedelo (PB) e um em Vitória (ES), todos voltados para o armazenamento de graneis líquidos.

O capitão aprova?

É importante ressaltar que, dentro desses processos, a aprovação do novo governo é peça fundamental para a conclusão das concessões. Na prática, será o governo Bolsonaro que decidirá o destino das ofertas, já que o prazo mínimo para a realização do leilão é de 100 dias a partir da divulgação do edital, no caso dos aeroportos.

De acordo com Casimiro, a equipe do presidente eleito está ciente dos projetos e não enviou qualquer proposta de mudança em relação ao escopo original.

*Com Estadão Conteúdo.

Compartilhe

ACABOU A BRIGA

Prefeitura de SP levou a melhor? Saiba quanto custou o acerto contábil sobre posse do Campo de Marte para a União

22 de agosto de 2022 - 15:18

A operação representou um pagamento à prefeitura de São Paulo de um precatório; o total do acordo foi de R$ 23,912 bilhões

COMBUSTÍVEIS EM ALTA

Latam, Gol e Azul vão aumentar o preço das passagens — chegar no aeroporto também vai ficar mais caro; saiba o porquê

11 de março de 2022 - 19:14

“Essa matemática é bastante impactante para o setor aéreo, em especial para as empresas brasileiras, que têm diversos custos em dólar e um dos combustíveis mais caros do mundo”, destaca a Azul

BOA NOTÍCIA

Depois da turbulência: Itapemirim firma compromisso com Procon-SP para reembolsar consumidores que reclamarem

28 de dezembro de 2021 - 18:28

Penalidade pode chegar a R$ 5 milhões com descumprimento de termo assinado hoje. Suspensão temporária das operações da ITA, o recém inaugurado braço aéreo do grupo, aconteceu no dia 17 e levou caos aos aeroportos.

Novas concessões

Anac aprova edital da 7ª rodada de leilões de aeroportos, que inclui Congonhas e Santos Dumont

21 de dezembro de 2021 - 15:00

A documentação, agora, será analisada pelo TCU; o governo espera que os novos leilões de aeroportos sejam feitos no 1º semestre de 2021

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

27 de novembro de 2021 - 12:22

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

Dou-lhe uma, dou-lhe duas...

Governo de São Paulo concede 22 aeroportos regionais em leilão

15 de julho de 2021 - 18:47

Estava prevista a participação do governador João Doria no leilão, mas, com teste positivo para covid-19, ele cancelou a agenda presencial e informou que está cumprindo os compromissos oficiais de forma virtual

De São Roque para o mundo

Aeroporto da JHSF recebe autorização para operar voos internacionais

24 de junho de 2021 - 13:04

Com aval das autoridades, São Paulo Catarina se tornará o primeiro aeroporto internacional exclusivamente dedicado à aviação executiva no país

Novos ares

Governo de SP faz encontro de investidores para concessão de 22 aeroportos

16 de junho de 2021 - 6:56

Projeto será dividido em dois blocos com ativos da região Nordeste e Sudeste do Estado, e leilão está previsto para o dia 15 de julho

Turbulência

Latam reduz prejuízo em 79% e anota perda de US$ 430,8 milhões no 1º trimestre

7 de maio de 2021 - 12:47

A receita operacional total da aérea foi de US$ 913,1 milhões no primeiro trimestre, queda de 61,2% sobre o mesmo período de 2020

prejuízo

Boeing registra prejuízo de US$ 561 milhões e vê queda pelo sexto trimestre consecutivo

28 de abril de 2021 - 11:18

A empresa revelou também que teve queda de 10% na receita na mesma base comparativa, a US$ 15,22 bilhões, comparado com consenso de US$ 15,24 bilhões do mercado

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar