Menu
2019-11-06T12:22:54+00:00
O futuro chegou

Presidente do BC prevê sistema de pagamentos instantâneos até fim de 2020

Presidente do BC disse ainda que o sistema de pagamentos instantâneos permitirá operações sete dias por semana, 24 horas por dia

6 de novembro de 2019
12:19 - atualizado às 12:22
pagamento instantâneo
Imagem: Shutterstock

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, destacou nesta quarta-feira, 6, durante audiência pública na Câmara dos Deputados, duas iniciativas da instituição que estão em andamento, com foco no mercado bancário: o open banking e o sistema de pagamentos instantâneos.

Ao tratar do open banking - que trata da disponibilização dos dados dos clientes entre as diferentes instituições -, Campos Neto afirmou que isso vai gerar competição no mercado. "Hoje os donos dos dados são os bancos. O open banking vai obrigar o banco a abrir os dados quando ele quiser. É um movimento grande que estamos fazendo para gerar competição", afirmou Campos Neto.

O presidente do BC disse ainda que o sistema de pagamentos instantâneos permitirá operações sete dias por semana, 24 horas por dia. Assim, haverá menos demanda por dinheiro vivo nas transações.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Campos Neto afirmou ainda que o sistema de pagamentos instantâneos deve ser lançado no Brasil até o fim do ano que vem.

"O Fed Federal Reserve acabou de anunciar que terá um sistema de pagamento instantâneo em 2023 ou 2024. Nós teremos em 2020", pontuou Campos Neto.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

dia de baixa

Ações da Tesla caem forte após companhia apresentar picape elétrica

Modelo futurista Cybertruck deve custar pelo menos US$ 39,9 mil; nesta sexta-feira, os ativos da montadora caíam quase 6%, mas já subiram 39% desde o balanço

Análise

Qual impacto do churrasco na Selic?

Alta no preço da carne ainda não teria força para barrar queda da Selic, mas reforça discurso de cautela do Banco Central

fala ministro

Guedes defende acabar com imposto sobre folha de pagamentos

Em evento, ministro da Economia destacou que a aprovação da reforma da Previdência derrubou a primeira torre de descontrole de gastos no País

clima de otimismo

Um dos maiores terminais de contêineres da América Latina, Santos Brasil inicia investimento de R$ 1 bilhão

Mesmo com uma reação tímida da economia, terminal prevê crescimento; expectativa é que chegue a 1,8 milhão de contêineres ao fim de 2019

Fundo sustentável

Este robô de investimentos investe em Tesla, Beyond Meat e outras empresas “verdes” para você

Gestora Warren, que monta carteiras de investimento para pessoas físicas com base em inteligência artificial, acaba de lançar fundo de investimento em ações de empresas sustentáveis no Brasil e no exterior

Hora do acordo?

Acordo com a China está muito perto, diz Trump

Situação na região autônoma de Hong Kong é o mais recente tema de tensão entre Washington e Pequim, depois que o Congresso americano aprovou um projeto de lei em apoio às manifestações

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta sexta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

de olho no gráfico

Bitcoin e outras sete criptomoedas para ficar de olho

Neste vídeo, abordo a tendência de ativos como Augur, Stellar e Vechain; além disso, dou minha opinião sobre o potencial do bitcoin como moeda mundial

IPCA-15

Prévia da inflação fica em 0,14% em novembro, segundo o IBGE

Resultado ficou dentro das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados na pesquisa do Projeções Broadcast, cujo intervalo ia de 0,09% a 0,31%, porém veio abaixo da mediana positiva de 0,16%.

Recuperação

Ibovespa opera em alta e ronda os 108 mil pontos; dólar cai a R$ 4,18

Declarações mais amenas do presidente dos EUA, Donald Trump, em relação às negociações com a China dão ânimo aos mercados globais e fortalecem o Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements