Menu
2019-11-30T08:16:42-03:00
de volta aos trabalhos

Polícia do Rio retoma 140 investigações após decisão do STF sobre antigo Coaf

Uma das investigações retomadas tem como alvo o sargento reformado da PM Ronnie Lessa, acusado de assassinar a vereadora Marielle Franco

30 de novembro de 2019
8:16
Dias Toffoli
Os inquéritos estavam paralisados há mais de cinco meses, e foram restaurados após a derrubada da liminar concedida pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, - Imagem: Conselho Nacional de Justiça/Fotos Públicas

A Polícia Civil do Rio de Janeiro retomou ontem 140 investigações sobre lavagem de dinheiro e outros crimes patrimoniais no Estado.

Os inquéritos estavam paralisados há mais de cinco meses, e foram restaurados após a derrubada da liminar concedida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, que impedia o compartilhamento de informações do antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) com órgãos de investigação.

Uma das investigações retomadas tem como alvo o sargento reformado da PM Ronnie Lessa, acusado de assassinar a vereadora fluminense Marielle Franco em março do ano passado. Lessa é investigado pela suspeita de lavagem de dinheiro pelo Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem, da Polícia Civil. A informação sobre a retomada do caso foi publicada pelo site G1, e confirmada ao jornal O Estado de S. Paulo pela titular do departamento, a delegada Patrícia Alemany.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Depósito

O inquérito teve início após um relatório do Coaf alertar sobre um depósito de R$ 100 mil feito em uma conta bancária de Lessa em outubro do ano passado, sete meses após o crime. "É uma investigação (sobre) se há, além desse depósito, a eventual prática de lavagem de dinheiro pelo Ronnie Lessa", afirmou a delegada. "Nada impede que se faça algum tipo de link (com o assassinato) mas, a princípio, não é nosso objetivo. É a Delegacia de Homicídios que está tratando disso."

O depósito já havia sido noticiado pela imprensa em março. Na ocasião, a Justiça decretou o bloqueio de bens de Lessa. O relatório do Coaf, que hoje se chama Unidade de Inteligência Financeira (UIF), também apontou bens - como uma lancha, um veículo blindado avaliado em cerca de R$ 150 mil e uma casa no condomínio Vivendas da Barra - que seriam incompatíveis com a renda de um sargento reformado da PM.

A delegada ressaltou a importância da derrubada da liminar de Toffoli para a investigação de crimes patrimoniais. "É do relatório do Coaf que surgem as primeiras informações, os primeiros sinais de lavagem e estávamos sendo muito prejudicados", disse Alemany.

Decisão

Os ministros do STF ainda devem decidir se a UIF está autorizada a compartilhar informações com o Ministério Público e a Polícia Federal quando há suspeita de crime. Anteontem, por 9 a 2, os ministros autorizaram esse compartilhamento pela Receita Federal, e devem retomar a discussão na próxima quarta-feira para tratar do UIF.

O presidente da Corte, Dias Toffoli, chegou a retificar seu voto para acompanhar a decisão da maioria, e decidiu derrubar liminar que ele mesmo havia concedido e que travava inquéritos com base em relatórios do Coaf. Com isso, Toffoli também abriu caminho para a restauração do inquérito contra o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro. Procuradores do Rio apuram a suspeita de desvios nos salários de funcionários que trabalhavam no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), que era deputado estadual.

Esse inquérito foi instaurado após o Coaf identificar movimentações atípicas nas contas de Fabrício Queiroz, então assessor parlamentar de Flávio. Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. Ele foi exonerado do gabinete em outubro do ano passado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Credit Suisse recomenda compra de ação do BMG após queda de 28% desde IPO

Os analistas do banco suíço – que foi um dos bancos coordenadores do IPO – iniciaram a cobertura das ações do BMG com preço-alvo de R$ 12,50, o que representa um potencial de alta de 50%

de olho no dólar

Fundo Verde vê medo do câmbio como infundado, mas zera posição vendida em dólar

Em novembro o fundo teve um retorno zerado e abaixo do CDI, que teve um desempenho de 0,38%. No acumulado do ano o Verde ainda tem um desempenho de 11,19%, acima dos 5,57% do índice de referência

Mercados hoje

Ibovespa tem leve alta e dá continuidade ao rali dos últimos dias; dólar fica estável

O Ibovespa abriu o pregão desta segunda-feira em alta, dando continuidade aos ganhos da semana passada. O dólar à vista oscila perto do zero a zero, com um leve viés negativo.

hora do planejamento

Após reforma da Previdência, brasileiro revê hábitos de poupança

Pesquisa encomendada pelo C6 Bank ao Ibope Inteligência mostra que 33% das pessoas com acesso à internet afirmam ter mudado seus hábitos de poupança

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

As taxas do Tesouro Direto abriram em alta nesta sexta-feira (6). O Tesouro IPCA+ 2024 (NTN-B Principal) é negociado com taxa de 2,26% ao ano mais IPCA, por um valor mínimo de R$ 58,64. O Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050 (NTN-B) é negociado com taxa de 3,51% ao ano mais IPCA e aplicação mínima […]

na expectativa

Mercado eleva estimativa para inflação e PIB em 2019

Boletim Focus prevê IPCA a 3,84% neste ano – a projeção da semana passada era de 3,52%; PIB foi revisto para de 0,99% para 1,10%

Só daqui 60 dias

Congresso prorroga vigência de MP que institui 13º para bolsa família

MPs têm validade já desde a edição pelo governo federal, mas precisam ser aprovadas pelo Congresso Nacional para terem a vigência confirmada, ou perdem efeito

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

No radar: Gol tenta de novo recomprar o Smiles, mercados e IPO da XP

A Gol anunciou hoje cedo mais uma oferta para recomprar as ações dos minoritários da Smiles. Hoje trago também notícias sobre novas ofertas de ações e 3 formas de investir no IPO da XP. O que você precisa saber hoje: Mercados • O Ibovespa subiu 2,69% na semana passada e fechou em 111.125,75 pontos, uma nova máxima. […]

mudança na casa

Gol faz nova tentativa de incorporar a Smiles

Empresa afirma que não vai negociar com a administração da controlada, nem submeter a proposta ao conselho independente da companhia

guerra comercial

China busca resultado ‘satisfatório’ em negociações comerciais com EUA

Na coletiva de hoje, outra autoridade do Ministério de Comércio chinês, Li Xingqian, disse que Pequim vai continuar reduzindo tarifas sobre produtos externos para impulsionar suas importações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements