Menu
André Franco
Crypto News
André Franco
É engenheiro e especialista em criptomoedas da Empiricus
2018-11-24T18:26:00+00:00
Criptoativos

‘Kindzinho’, o primeiro criptoanalista do mundo

Abu Yusef Ya’qub ibn Is-haq ibn as-Sabbah ibn omram ibn Ismail al-Kindi é o nome dele

24 de novembro de 2018
18:21 - atualizado às 18:26
Bitcoin
Imagem: Shutterstock

Não, eu não bati com os cotovelos ou com a testa no teclado para digitar a linha acima. Esse é apenas o belíssimo nome do grandíssimo primeiro criptoanalista do mundo.

Ou, se você preferir, pode ser também o grandíssimo nome do belíssimo primeiro criptoanalista do mundo, fica a seu critério. Se é que me entende.

No entanto, “Kindizinho” não é um analista de cripto do século 21. Ele é do tempo em que cripto se referia apenas à criptografia, e não a criptoativos.

Foi em berço árabe que nasceu a criptoanálise aliada aos próprios estudos da criptografia em si.

Ou seja, enquanto um grupo tentava criar as suas técnicas para enviar mensagem entre batalhões, mitigando o risco de que ela fosse interceptada e entendida (estudo de criptografia), outro grupo tentava fazer exatamente essa interpretação de mensagens criptografadas (estudo da criptoanálise).

É uma batalha entre bactéria e antibiótico, na qual as vitórias para ambos os lados são apenas momentâneas.

Quero dizer que o ciclo funciona da seguinte forma: primeiro temos os criptógrafos que criam alguma criptografia “inquebrável”, que perdura como segura por vários anos.

Então, um criptoanalista descobre uma forma de entender a mensagem da criptografia e vence a batalha momentaneamente.

Novamente, os criptógrafos são instigados a criar uma nova criptografia “inquebrável”. E assim esse universo persiste em um loop infinito.

E al-Kindi ficou famoso por ter descoberto como decifrar uma das cifras (ou criptografias) mais famosas, a Cifra de César.

Ela consistia em uma substituição simples de letras, como por exemplo trocar todas as letras de uma mensagem pela letra seguinte no alfabeto. Dessa forma, a mensagem “ALÔ” se tornaria “BMP”.

Kindizinho fez, então, uma análise de frequência de letras para decifrar a mensagem.

É bem simples. Na língua portuguesa, por exemplo, a letra “A” é a que mais aparece, cerca de 15 por cento em uma frase.

Com isso em mente, a letra que mais se repetisse em uma frase seria decifrada como A e, então, era apenas questão de tempo até se entender a mensagem inteira.

E estou falando isso para você, porque toda a nossa confiança e potencial no universo dos criptoativos estão pautados na evolução que a criptografia teve e também na vitória momentânea que está tendo sobre os criptoanalistas.

Existe um risco visível de a criptoanálise vencer no médio/longo prazo. Trata-se da evolução do computador quântico que possivelmente pode reverter as transações dentro do blockchain.

No entanto, as poucas unidades desses computadores, que ainda estão em beta, estão nas mãos de empresas e governos responsáveis.

Isso gera tranquilidade de alguma forma.

Mesmo assim, a máxima de investir apenas o que você pode perder vale a pena nesse quesito também.

Regra de bolso dada, vamos ao mercado.

O bitcoin segue sofrendo e, ainda assim, aumentando sua dominância. Isso mostra que, apesar de ele ser o ponto onde toda queda começa, continua figurando como o ativo com menor risco do universo cripto.

O investidor que topa o risco cripto ainda concentra sua aposta no principal ativo em market cap.

E se você encara dessa mesma forma, a black friday também existe em cripto.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

olho nas eleições

Bolsonaro provoca Doria e fala em 2022

Ao comentar as negociações para a transferência das provas da Fórmula 1 para o Rio de Janeiro, Bolsonaro afirmou que o governador de São Paulo, João Doria, deveria “pensar no País”

no tribunal

CVM retoma nesta terça-feira, 25, julgamento de processos contra Eike Batista

O empresário já recebeu veredito de dois processos; no primeiro, foi condenado a pagar uma multa de R$ 536 milhões por insider trading; no segundo, foi absolvido

Lava Jato

Gilmar Mendes recua e adia julgamento sobre Moro

Decisão de Gilmar Mendes de não devolver o processo para julgamento nesta terça se deu após a pauta da Segunda Turma ser “inchada” com outros casos

Novas regras

Anac ouvirá aéreas sobre distribuição de voos da Avianca

Ontem, a Anac suspendeu cautelarmente a concessão da Avianca Brasil para exploração do serviço de transporte aéreo. Os voos da empresa já estavam suspensos por questão de segurança desde maio

abrindo o mercado

Conselho aprova diretrizes para quebra de monopólio da Petrobras no gás

Apesar do monopólio ter sido quebrado na legislação em 1997, a Petrobrás ainda detém o controle tanto da produção como da distribuição do gás no país

no diálogo

China e EUA concordam em manter comunicações sobre comércio, diz agência

Durante um telefonema, o vice-premiê chinês Liu He falou com o representante comercial americano, Robert Lighthizer, e com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin

negócio fechado

Transpetro firma com TAG contrato de apoio a transporte de gás de R$ 5,46 bi

O contrato de apoio técnico firmado entre as duas empresas inclui uma série de cláusulas de desempenho, que, caso não seja atingido, pode gerar ônus à subsidiária estatal

A Bula do Mercado

Agenda cheia movimenta mercados

Discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, ata do Copom e IPCA-15 estão entre os destaques

Análise

Primeiro-ministro e rainha da Inglaterra: nova relação de Maia e Bolsonaro pode ser um avanço

Olhando com alguma boa vontade, episódio pode ser visto como aceno de fortalecimento institucional, mesmo com veto do presidente

Fazendo as contas

Guedes: preço do gás pode cair 40% e PIB industrial crescer 8,46%

Ministro afirmou que a quebra do monopólio do gás é um movimento de mercado, mas o governo federal não vai socorrer os Estados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements