Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-07-23T10:22:13-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Ele nunca ganhou tanto dinheiro…

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

23 de julho de 2019
10:21 - atualizado às 10:22
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

A economia brasileira pode estar cambaleando, mas isso não quer dizer que todos os negócios vão de mal a pior. O Santander, por exemplo, nunca ganhou tanto dinheiro no Brasil quanto agora.

O banco anunciou hoje pela manhã lucro líquido de R$ 3,635 bilhões no segundo trimestre, uma alta de 20,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Com a alta do lucro, a rentabilidade do Santander subiu para 21,3%, patamar recorde para o banco e um avanço de 0,2 ponto percentual no trimestre.

Foi melhor que o esperado pelos próprios analistas que cobrem a ação. Eles achavam que o fôlego do Santander tinha se esgotado. Com o resultado de hoje, o banco acumula oito trimestres seguidos em que seu rendimento subiu ou ficou estável. A unidade brasileira passa a responder por 29% de todo o lucro do conglomerado.

Se você está roendo as unhas de inveja desse lucro bilionário, respire fundo. Se tem uma coisa boa para a economia é banco dar lucro. A história mostra que algo está muito errado quando um banco perde dinheiro.

Mas como o Santander conseguiu esse resultado em um cenário de queda das taxas de juros? O Vinícius Pinheiro acordou cedinho hoje para acompanhar o balanço do banco e traz aqui os principais números.

A Bula do Mercado: tentativa de se antecipar ao BC

Os investidores locais seguem na expectativa pelas cenas dos próximos capítulos do Copom. Agora é o momento em que eles procuram nos dados da economia indicativos para tentar antever um corte na taxa de juros pelo Banco Central na próxima reunião, no dia 31. Hoje eles estão de olho no resultado do IPCA-15, que trouxe uma alta de 0,09% em julho. Um resultado fraco só reforça a expectativa do mercado por um corte na taxa básica de juros.

Lá fora, os olhos se voltam para o Reino Unido, que acaba de escolher Boris Johnson como seu novo primeiro-ministro. Ele confirmou seu favoritismo na disputa e será o substituto de Theresa May. O ex-prefeito londrino é famoso por defender um Brexit a todo custo, com ou sem acordo até o dia 31 de outubro, data-limite para o país deixar o bloco europeu.

Ontem, o Ibovespa encerrou o dia com alta de 0,48%, aos 103.948,84 pontos. O dólar fechou a sessão com queda de 0,20%, a R$ 3,7384. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Só R$ 500 e nada mais

Eu já estava pensando no que fazer com o dinheiro que está parado na minha conta do FGTS. A ideia era investir uma parte e torrar um pouco em alguma vinícola de Mendoza. Essa notícia de que o governo poderá limitar o saque a R$ 500 caiu como água no chope (ou no vinho). Segundo o Estadão, o limite foi discutido ontem numa reunião do Ministério da Economia.  Se a medida sair, vou sacar os R$ 500 mesmo assim, mas Mendoza vai ficar para depois. E você, o que vai fazer com seus R$ 500?

Uma partida indigesta

Outra patrocinadora de atletas caiu na mira da CVM. Depois da JJ Invest, patrocinadora do Vasco, foi a vez da LBVL, que já teve Ronaldinho Gaúcho como garoto-propaganda. A empresa é acusada de captar clientes de forma irregular para realizar operações com derivativos e no mercado Forex (Foreign Exchange), que funciona como uma rede que transaciona moedas. Na reportagem da Bruna Furlani, você confere as razões da decisão e dicas para não cair em ciladas.

Eu, Robô

Bill Gates, fundador da Microsoft, e Elon Musk, CEO da Tesla
Bill Gates, fundador da Microsoft, e Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Shutterstock

Uma empreitada uniu dois bilionários da tecnologia: Bill Gates e Elon Musk. A Microsoft anunciou um investimento de US$ 1 bilhão na OpenAI, um projeto focado em pesquisas sobre inteligência artificial e que tem Musk como um dos fundadores. A intenção deles é unir esforços para criar um sistema capaz de desenvolver qualquer tarefa intelectual de um ser humano. Ambicioso, não? Saiba mais.

Agenda

Balanços
- No Brasil, Santander e Cielo divulgam balanços do segundo trimestre de 2019
- Nos Estados Unidos, Coca-Cola Company e Visa apresentam seus resultados

Indicadores
- FGV divulga o IPC-S da 3ª quadrissemana de julho
- IBGE apresenta os dados do IPCA-15 de julho
- Receita Federal divulga a arrecadação federal de junho
- Estados Unidos divulgam índice de atividade regional de julho e dados de estoques de petróleo até a última sexta-feira

Política 
- Governo deve apresentar decreto sobre a abertura do mercado de gás
- FMI realiza entrevista coletiva sobre o relatório Perspectiva Econômica Mundial, com projeções atualizadas

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Recado ao mercado

O BC até pode cortar a Selic em 2020, mas deixou claro que o ciclo está perto do fim

O Copom deixou a porta aberta para mais um corte de 0,25 ponto na Selic em 2020. E, ao não se comprometer com o próximo passo, o BC passou a mensagem de que a onda de reduções nos juros está quase terminando

Seu mentor de investimentos

Caça ao tesouro: as joias descobertas em minha longa carreira no mercado financeiro

Ivan Sant’Anna lembra das grandes tacadas que deu em sua carreira como broker e fala sobre o processo de descobrimento dos tesouros enterrados no mercado

A Bula do Mercado

Copom se prepara para aterrissar e Brasil, para decolar

BC brasileiro indica que fim do ciclo de cortes da Selic está próximo, mas mantém porta aberta para novas quedas, enquanto S&P melhora perspectiva do rating do país

UM DOS IPOs DO ANO

Presidente da XP diz que não descarta listar a companhia na bolsa brasileira

O executivo disse que a ideia sempre foi fazer uma listagem no Brasil, visto que a empresa sempre se posicionou “como disruptora do mercado local, democratizando investimentos”

POLÍTICA

Justiça derruba suspensão de deputados do PSL; Joice pode perder liderança

Nesta quarta-feira, Joice foi confirmada líder do PSL na Câmara e em sua primeira coletiva no cargo afirmou que vai buscar uma pacificação na bancada

Até que enfim!

Agência de risco S&P eleva perspectiva para nota do Brasil para “positiva”

Embora atrasada, a decisão da S&P abre caminho para a recuperação no selo de bom pagador do país, perdido em setembro de 2015

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A última superquarta do ano

Nesta última superquarta de 2019, o mercado ficou em compasso de espera pelas decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, e do Banco Central brasileiro. No meio da tarde, o Fed anunciou a manutenção das taxas de juros, interrompendo um ciclo de três reduções consecutivas. Mas como o resultado já […]

Sessão tranquila

Sem surpresas com o Fed, dólar cai a R$ 4,11 e Ibovespa fecha em leve alta

A primeira parte do script imaginado pelos mercados foi cumprida à risca: o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) manteve a taxa de juros no país na faixa de 1,50% e 1,75% ao ano, conforme era esperado pelos agentes financeiros. E, sem nenhuma surpresa, o dólar à vista encontrou espaço para continuar caindo, enquanto […]

Menor juro da história

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 4,5% ao ano

Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central cortou a Selic mais uma vez

Juros

Banco Central reduz juros para 4,5% ao ano, mas não garante novos cortes

Com a nova redução de 0,5 ponto percentual em decisão unânime tomada pelo Copom, a Selic renova a mínima histórica

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements