Menu
2019-08-09T14:30:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
vai mudar

Bolsonaro diz que deseja transferir Coaf para o BC

O órgão pode ter um quadro efetivo e até mudar de nome; presidente diz que quer “tirar o Coaf do jogo político”

9 de agosto de 2019
14:30
Presidente da República, Jair Bolsonaro.
Imagem: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta sexta-feira, 9, que pretende transferir o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Banco Central.

O órgão pode ter um quadro efetivo e até mudar de nome, declarou o presidente. "O que pretendemos é tirar o Coaf do jogo político". Bolsonaro transferiu o Coaf para o Ministério da Justiça ao assumir o governo. O Congresso, no entanto, devolveu o órgão ao Ministério da Economia.

O destino do presidente do Coaf será decidido pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Perguntado sobre como o órgão ficaria livre de indicações políticas, Bolsonaro citou um exemplo de que poderia sugerir a Moro que tirasse alguém do Coaf enquanto a pasta estivesse no Ministério da Justiça.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

"Queremos evitar isso aí. Quanto menos o Estado, a política, interferir no destino do Brasil, entendo que seja melhor", afirmou.

Alíquota máxima do IR

O presidente comentou a intenção de diminuir a alíquota máxima do Imposto de Renda, que hoje é de 27,5%. Ao falar sobre a reforma tributária, o presidente rejeitou falar em CPMF e afirmou que o formato da proposta ainda está sendo desenhado.

"Já falei que não existe CPMF, é decisivo. O que ele Marcos Cintra, secretário da Receita Federal quer mexer, tudo é proposta, não vai dizer que lá na frente que eu recuei, é facilitar o Imposto de Renda, aumentar aí a base, acabar com algumas deduções, diminuir um pouco o imposto máximo de 27%. Esta é a ideia, facilitar", declarou Bolsonaro.

Conforme o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) publicou na quinta-feira, 8, o governo estuda corrigir a faixa inferior de isenção do Imposto de Renda da Pessoa Física hoje, em R$ 1.903,98 mensais pela inflação, além de promover um corte linear nas alíquotas de todas as faixas de renda, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo com fontes da área econômica. A tabela não é reajustada desde 2015.

Nesta sexta, Bolsonaro disse que pediu à equipe econômica para, se não mudar nada no Imposto de Renda, pelo menos corrigir a faixa inferior pela inflação. Ele voltou a falar da promessa de campanha de isentar do imposto quem ganha até cinco salários mínimos. "Tenho conversado com Paulo Guedes, vou continuar batendo nessa tecla."

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

E o ano nem acabou!

Fundos imobiliários e ações já têm captação recorde em 2019

Volumes captados por fundos imobiliários e ofertas de ações até novembro deste ano já são os maiores das suas séries históricas, segundo dados da Anbima

DE OLHO NA CARNE

Ministério da Agricultura diz que preço da carne caiu 9% desde início do mês

A ministra Tereza Cristina ressaltou que o preço da proteína está se ajustando e que deve se estabilizar

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A segunda vida da bolsa

Entre as muitas histórias geniais de Machado de Assis, uma das minhas favoritas é um conto chamado “A Segunda Vida”, sobre um homem que diz ter morrido e voltado para uma nova existência aqui na Terra. O escritor se vale de uma premissa que parece sobrenatural para tratar de um tema bem próximo de todos […]

MARCO DO SANEAMENTO

Para BNDES, não faltam recursos para o Brasil investir no setor de saneamento

Montezano afirmou que o novo marco regulatório do saneamento, que está tramitando no Congresso, vai abrir uma nova fase no banco

Nadando no dinheiro

Ibovespa nas máximas e dólar a R$ 4,14: o retrato de uma semana quase perfeita para os mercados

O Ibovespa cravou a quinta alta consecutiva nesta sexta-feira e chegou a mais um recorde de fechamento, aso 111.125,75 pontos. O dólar à vista acumulou perdas de mais de 2% na semana, voltando a R$ 4,14

Ouça o que bombou na semana

Podcast Touros e Ursos: Sinais de força da economia brasileira

Repórteres do Seu Dinheiro trazem em podcast semanal um panorama sobre tudo o que movimentou os seus investimentos nesta semana

SAQUES DO FGTS

Caixa libera saque do FGTS para não correntistas nascidos em setembro e outubro

Serão pagos R$ 3,3 bilhões para aproximadamente 9,1 milhões de pessoas

CAPITALIZAÇÃO DA ELETROBRAS

Eletrobras está condenada à morte, diz Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a falta de recursos para investimentos está condenando a Eletrobras à morte. Ele destacou que a estatal tem feito somente um terço do necessário para manter sua posição o mercado. “A Eletrobras precisava investir R$ 16,5 bilhões todo ano para manter a fatia de mercado, Hoje ela […]

Altas e baixas

Via Varejo, Cyrela e MRV: os destaques do Ibovespa nesta sexta-feira

A perspectiva de manutenção dos juros em níveis baixos deu forças às ações de varejistas, como a Via Varejo, e de construtoras, como MRV e Cyrela

novo unicórnio na área

Estúdio de games brasileiro recebe aporte do Benchmark e é avaliado em US$ 1 bi

Wildlife Studios anunciou um aporte de US$ 60 milhões; empresa foi criada em 2011 com o investimento inicial de US$ 100

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements