🔴 NOVA META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM DUAS OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
CORRENDO CONTRA O TEMPO

Com Argentina em risco de ficar sem gás, Javier Milei apela à Petrobras (PETR4) para manter país funcionando — e “contorna” Lula

Para conseguir resolver a crise entre a noite de ontem e a manhã de hoje, o governo de argentino precisou dialogar diretamente com ministros brasileiros

Renan Sousa
Renan Sousa
29 de maio de 2024
17:15 - atualizado às 15:48
Javier Milei, presidente da Argentina
Javier Milei, presidente da Argentina - Imagem: Reprodução das redes sociais (@ElTrumpista)

O sistema de distribuição de gás da Argentina entrou em estado de emergência após a mais recente onda de frio no país. Para tentar atender à demanda, o país chefiado por Javier Milei efetuou um pedido de GNV (como é conhecido o gás combustível) para a Petrobras (PETR4)

Voltando alguns passos, a onda de frio que chegou ao Brasil nesta semana, derrubando as temperaturas no Sul e Sudeste do país, vem castigando a Argentina como um todo desde a semana passada. Comum em países onde faz muito frio, o sistema de aquecimento a gás teve um aumento da demanda no período.

Na semana passada, o governo chegou a estabelecer um congelamento no preço do GNV para evitar uma disparada da inflação — ainda que a medida vá contra a doutrina liberal, defendida pelo presidente. Porém, um outro problema chegou primeiro: o abastecimento.

De acordo com o portal La Nación, mais de 300 indústrias e estações de armazenamento estão sem gás para fornecer à população.

O governo avalia que este é o inverno mais rigoroso em 44 anos e a demanda por gás aumentou cerca de 55% em relação ao mesmo período do ano anterior. O aumento da demanda por gás subiu de 45 milhões de metros cúbicos por dia para 70 milhões, segundo agências locais.

Era esperado que um novo carregamento fosse enviado pela Petrobras na última terça-feira (28). Contudo, devido a um problema no pagamento à estatal brasileira, o novo carregamento só chegou na manhã desta quarta-feira (29).

Javier Milei e (os ministros de) Lula

Para conseguir resolver a crise entre a noite da última terça-feira e a manhã desta quarta-feira, o governo de Milei optou por “contornar” o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva.

Isso porque, durante a pré-campanha para a presidência, Milei teceu duras críticas ao presidente brasileiro. Vale lembrar que o Brasil, junto com a China, são os principais parceiros comerciais da Argentina. 

À época, Milei acusou Lula de “corrupto” e “comunista” e disse que não se reuniria com o presidente caso fosse eleito.

Com isso, o governo argentino temia que essas falas gerassem alguma resistência do governante brasileiro, ainda que Lula nunca tenha dado quaisquer sinais de que travaria quaisquer negociações com seu equivalente argentino.

Dessa forma, ficou a cargo do Ministério da Energia, Eduardo Rodríguez Chirillo, e da chanceler, Diana Mondino, intervir na negociação com a Petrobras.

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira, e o ministro da Energia brasileiro, Alexandre Silveira, também foram envolvidos nas negociações. E não consta que o tenham feito pelas costas de Lula.

Inclusive, publicações locais afirmam que “não havia política no meio e, sim, muita predisposição de ambos os lados”. 

Milei culpa os governos anteriores da Argentina

Do mesmo modo, o governo atual critica a gestão anterior de Alberto Fernández, derrotado nas eleições de dezembro do ano passado

Isso porque o gasoduto Néstor Kirchner ainda não foi finalizado, faltando três compressoras para a conclusão das obras. Como o próprio nome diz, essas compressoras permitem duplicar a capacidade de transporte, comprimindo o gás nos dutos. 

Com essa instalação, seria possível transportar o dobro de gás, dos atuais 11 milhões de metros cúbicos por dia para 22 milhões. 

As construtoras responsáveis pelas instalações dizem que alertaram o governo sobre essa situação em dezembro passado. No entanto, a nova administração priorizou cuidar do superávit fiscal e restringir as obras públicas.

Compartilhe

OS BRITÂNICOS VÃO ÀS URNAS

Quem leva a melhor no Reino Unido? A carta na manga dos trabalhistas para derrubar os conservadores nas eleições de julho

13 de junho de 2024 - 20:01

Os trabalhistas lideram as pesquisas de intenção de voto com a ajudinha de fórmulas conhecidas pelo centro

presidente motoserra

Milei consegue conter preços e inflação Argentina baixa para 4,2% em maio

13 de junho de 2024 - 18:10

Apesar da queda em maio, índice de preços ainda acumula 276% de alta em 12 meses

EM MEIO AO CAOS

Todo poder a Milei? Com voto de Minerva e repressão a manifestantes, Senado da Argentina aprova pacote ultraliberal

13 de junho de 2024 - 11:16

O projeto concede amplos poderes ao Executivo, dando prerrogativas de interferência ao presidente, mas foi desidratado na Casa

PEDIU O MERCADO EM NAMORO?

De Powell, com amor (mas nem tanto): o que a decisão do Fed diz sobre os juros nos EUA

12 de junho de 2024 - 15:12

Em decisão amplamente esperada, o banco central norte-americano manteve a taxa referencial na faixa entre 5,25% e 5,50% ano — foi o gráfico de pontos que mandou a mensagem aos mercados

GUERRA COMERCIAL

Todos contra a China? União Europeia sai à caça dos elétricos chineses com aumento de impostos

12 de junho de 2024 - 14:38

Medida anunciada nesta quarta-feira (12) pelo bloco europeu vai elevar tarifas em até 38% para os EVs asiáticos e pode afetar a BYD e até a Tesla de Elon Musk

EM ANO DE ELEIÇÃO

Hunter Biden pode ser preso? Filho do presidente dos EUA é condenado por posse ilegal de arma — e o que isso significa para a campanha de Joe Biden

11 de junho de 2024 - 18:14

Hunter, de 54 anos, pode pegar até 25 anos e pagar US$ 750 mil em multas

Política Europeia

Decisão de Macron de dissolver Parlamento e convocar eleições antecipadas é aposta política de alto risco

10 de junho de 2024 - 11:13

Atitude de Macron vem após avanço do partido de extrema direita Reunião Nacional nas eleições do Parlamento Europeu

DEPOIS DO ULTIMATO

E agora, Netanyahu? Ministro de guerra de Israel renuncia ao cargo em meio a conflitos em Gaza

9 de junho de 2024 - 17:48

Benny Gantz deu um ultimato a Netanyahu em maio para que o gabinete de guerra adotasse um “plano de ação” para acabar com a batalha em Gaza

QUER PAGAR COMO?

Putin trocou o dólar pelo real? Rússia dá as costas para “moedas tóxicas” e abre espaço para o Brasil

7 de junho de 2024 - 20:00

Segundo o presidente russo, quase 40% do volume de negócios do país é agora em rublos, uma vez que a parcela realizada em dólares, euros e outras moedas ocidentais “não amigáveis” diminuiu

VAI CAIR OU NÃO VAI?

Juros nos EUA: a mensagem do principal relatório de emprego sobre o futuro das taxas que mexem com as bolsas do mundo

7 de junho de 2024 - 14:01

O mercado torceu o nariz para os dados mais fortes do que o esperado do chamado payroll referente ao mês de maio; entenda a reação e o que esperar agora

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar