🔴 QUER SAIR DO ALUGUEL? NÃO USE O FGTS PARA FINANCIAR O IMÓVEL – CONHEÇA ESTA ESTRATÉGIA

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
RENOVAÇÃO DE QUADRO

Quase um ano após privatização, Copel (CPLE6) decide trocar diretor financeiro — veja quem será o novo CFO

Adriano Rudek de Moura, que conduziu o processo de privatização da companhia no ano passado, deixa os cargos de CFO e DRI que ocupava desde maio de 2017

Camille Lima
Camille Lima
1 de julho de 2024
10:33 - atualizado às 10:35
Funcionários da Copel
Funcionários da Copel - Imagem: Divulgação

Já se passou quase um ano desde a oferta de ações que tirou a Copel (CPLE6) das mãos do governo do Estado do Paraná, mas as mudanças na companhia paranaense de energia parecem longe de acabar.

Na manhã desta segunda-feira (1), a ex-estatal anunciou uma troca em sua diretoria executiva — com o ritmo de renovação começando pelo cargo de diretor financeiro (CFO).

Responsável por conduzir o processo de privatização da companhia no ano passado, Adriano Rudek de Moura deixa os dois cargos que ocupava desde maio de 2017: o de CFO e o de diretor de relações com investidores (DRI).

Vale destacar que o executivo havia sido reeleito para as posições para o mandato de 2024-2025 em meados de dezembro.

As ações da Copel iniciaram o pregão de hoje no vermelho. Por volta das 10h20, os papéis CPLE6 registravam leve queda de 0,32%, negociados a R$ 9,27. No ano, os ativos acumulam desvalorização da ordem de 9%.

Quem será o novo CFO da Copel (CPLE6)

Em entrevista ao Seu Dinheiro no início do ano, o CEO da Copel (CPLE6), Daniel Slaviero, já havia informado que um dos objetivos para 2024 era “arrumar a casa”.

Na época, Slaviero ressaltou a complexidade da melhoria de eficiência na operação da companhia, especialmente após a fusão de áreas devido ao programa de demissão voluntária (PDV).

O executivo, entretanto, não sinalizou que pretendia realizar uma nova dança das cadeiras — e desta vez, começando pelo topo do quadro de funcionários.

De qualquer forma, a Copel (CPLE6) não revelou os motivos por trás da mudança anunciada nesta manhã — mas já apontou quem deve suceder Rudek de Moura no corpo diretor.

Quem assume as posições de diretor financeiro e DRI é Felipe Gutterres, que até então trabalhava como CEO e cofundador da arara.io, uma fintech americana de fomento ao financiamento sustentável de gestão de riscos ESG.

Gutterres atuou por aproximadamente 12 anos como diretor financeiro da Wilson Sons (PORT3) e foi responsável por liderar a abertura de capital (IPO) da empresa em 2021, levantando US$ 350 milhões através da dupla listagem no Brasil e em Luxemburgo.

Outras mudanças na empresa de energia

O conselho de administração da Copel (CPLE6) ainda elegeu André Luiz Gomes da Silva — que deixou o cargo de CEO da CPFL Transmissão há poucos dias — como diretor de regulação e mercado. 

Com mais de 24 anos de experiência no setor elétrico, o executivo já exerceu cargos de liderança em empresas como CPFL Energia (CPFL3) e AES Brasil (AESB3) e na Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

De acordo com fato relevante enviado à CVM, os dois recrutamentos na diretoria foram realizados a partir de um processo seletivo conduzido por consultorias especializadas, sob o acompanhamento do Comitê de Gente da Copel.

Compartilhe

BALANÇO DO MÊS

IRB (IRBR3) registra lucro de R$ 28,4 milhões em maio, mesmo com peso da tragédia do Rio Grande do Sul

24 de julho de 2024 - 9:42

Os resultados trimestrais do IRB Re estão programados para serem publicados no dia 14 de agosto

DANÇA DAS CADEIRAS

Ambipar (AMBP3) volta aos holofotes com reestruturação da diretoria; veja quem serão os novos CFO e DRI

24 de julho de 2024 - 9:15

Com a mudança, Thiago da Costa Silva deixará as duas funções para ocupar a cadeira de diretor de integração e finanças

SEMANA TECH

A bolha estourou ou só está murchando? Ações da Tesla e do Google reagem em queda a balanços — e isso explica o momento das grandes empresas de tecnologia

24 de julho de 2024 - 8:13

Para os próximos dias, nomes como Microsoft, Visa, IBM, Qualcomm e Amazon também publicam seus dados do segundo trimestre

BALANÇO

Santander (SANB11): lucro cresce 44% no 2T24 e fica acima do esperado; veja os destaques do balanço

24 de julho de 2024 - 7:31

Lucro líquido do Santander foi de R$ 3,332 bilhões no segundo trimestre de 2024 e rentabilidade supera o patamar de 15%

TENDÊNCIAS DO VAREJO

É o fim do multimarcas no varejo? Por que a Americanas (AMER3) decidiu encerrar os sites Shoptime e Submarino

24 de julho de 2024 - 6:10

No início de julho, a gigante do varejo, em recuperação judicial, anunciou a incorporação das duas marcas à plataforma principal. Entenda o que está por trás da decisão

PROPAGANDA ENGANOSA

Oi, Vivo e Tim vão ter que pagar milhões: operadoras de celular são enquadradas por crime contra o consumidor

23 de julho de 2024 - 18:01

As empresas foram acusadas pela Senacon de propaganda enganosa sobre 5G, mas ainda podem recorrer

CHEQUE DE QUASE R$ 7 BI

Privatização da Sabesp (SBSP3) é concluída e Equatorial (EQTL3) tem que pagar a conta: presidente da companhia diz ter mais ativos prontos para vender e levantar recursos

23 de julho de 2024 - 16:45

Augusto Miranda destacou que a empresa tem tempo para estruturar uma saída do empréstimo ponte tomado junto a um grupo de bancos

DESTAQUES DA BOLSA

Carrefour Brasil (CRFB3) volta a ter lucro e supera expectativas no 2º trimestre – mas o que explica a queda das ações na B3 hoje?

23 de julho de 2024 - 14:17

Grupo anunciou um lucro líquido de R$ 330 milhões e a abertura de novas lojas da rede de varejo; analistas, contudo, não são unânimes sobre a compra da ação

DESTAQUES DA BOLSA

Embraer arremete e volta a voar na B3; EMBR3 lidera os ganhos do Ibovespa hoje. O que está por trás da alta da ação?

23 de julho de 2024 - 13:59

O desempenho positivo das ações da Embraer hoje vem na esteira do anúncio de mais uma encomenda de aviões militares no exterior; veja os detalhes

SÓ AS PONTINHAS

Após privatização, Sabesp (SBSP3) anuncia corte nas tarifas de água — mas você nem deve perceber

23 de julho de 2024 - 11:43

Também passam a vigorar no novo estatuto social da companhia e novas políticas internas, relacionadas à distribuição de dividendos e governança corporativa

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar