🔴 DESCUBRA O ‘SEGREDO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 14 MIL POR MÊS EXTRA – SAIBA MAIS

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
BOM OU MAL?

Oncoclínicas (ONCO3) fará aumento de capital de R$ 1,5 bilhão — CEO e banco garantem operação; ações sobem quase 20%

A empresa afirma que os recursos levantados com o aumento de capital serão destinados à melhora da posição em caixa e redução da alavancagem financeira da companhia

Renan Sousa
Renan Sousa
23 de maio de 2024
10:09 - atualizado às 18:45
Fachada da Oncobio, unidade da Oncoclínicas (ONCO3) em Nova Lima (MG)
Fachada da Oncobio, unidade da Oncoclínicas (ONCO3) em Nova Lima (MG) - Imagem: Oncoclínicas

A Oncoclínicas (ONCO3) se prepara para fazer a segunda capitalização desde a sua oferta primária de ações (IPO, em inglês), no fim de 2021. Na primeira vez, a oferta havia movimentado cerca de R$ 900 milhões. Agora a empresa vai embolsar R$ 1,5 bilhão, segundo a nova proposta. 

A Oncoclínicas anunciou na noite de quarta-feira que seu conselho de administração aprovou por unanimidade o aumento de capital social da companhia, com a emissão de cerca de 115 milhões de novas ações.

Além disso, a operação já sai garantida. Isso porque o Banco Master, atuando por meio de fundos de investimento, assumiu o compromisso de adquirir até R$ 1 bilhão das novas ações, caso a demanda do mercado não seja suficiente.

Os outros R$ 500 milhões foram garantidos pelo CEO da Oncoclínicas, Bruno Ferrari.

As novas ações serão emitidas a um preço de R$ 13, o que representa um prêmio de 74,% sobre o fechamento da última quarta-feira, quando as ações fecharam em queda de 9,37%, cotadas a R$ 7,45.

O laudo que definiu o preço por ação da operação foi elaborado pela XP Investimentos.

As ações ONCO3 fecharam em alta 23,49% nesta quinta-feira (23), negociadas na casa de R$ 9,20. Acompanhe a nossa cobertura de mercados aqui.

Para que a Oncoclínicas pretende usar R$ 1,5 bilhão?

A empresa afirma que os recursos levantados com o aumento de capital serão destinados à melhora da posição em caixa e redução da alavancagem financeira da companhia.

Segundo outro documento, a empresa espera que, até o fim de 2024, a Oncoclínicas atinja 2x endividamento sobre Ebitda (medida utilizada para avaliar a geração de caixa de uma empresa).

Isso representa uma queda em relação à alavancagem de 4,2x apresentada no primeiro trimestre deste ano, o que representa uma melhora da disciplina fiscal da companhia.

Outros detalhes do aumento de capital da Oncoclínicas

A estrutura acionária da empresa está dividida atualmente da seguinte forma: 

Acionistas%
Goldman Sachs45,48%
Bruno Ferrari (CEO)3,11%
Administração0,75%
Tesouraria3,64%
Free Float47,03%
Total100%
Fonte: Portal de relações com investidores da Oncoclínicas

Os investidores terão até o fechamento do pregão da próxima segunda-feira (27) para exercer o direito de preferência, sendo que as ações passam a ser negociadas “ex” direito a partir da abertura do dia seguinte. 

Se o Master adquirir todo o montante de R$ 1 bilhão prometido, o banco se tornará o segundo maior acionista da companhia, com 12,3% do capital total. Já o Goldman Sachs teria sua participação diluída para cerca de 36%.

Ferrari, que possui 5% da companhia (incluindo opções sobre ações, não exercidas), passaria sua participação para algo entre 11% e 12%.

Bom ou ruim?

O mercado vem penalizando os papeis ONCO3 nos últimos meses, apesar da valorização de 33% na última semana. Desde o começo do ano, porém, a história é outra: uma queda de 42,11% nas cotações e de 31,65% nos 12 meses anteriores. 

Isso porque a empresa vem reportando resultados muito aquém das expectativas.

Além disso, é muito provável que os fundos e o presidente precisem fazer a compra do lote excedente, tendo em vista que o prêmio sobre as ações é bastante alto — em outras palavras, o mercado pode achar “bom demais” para ser verdade.

Porém, os analistas do Citi enxergam o aumento de capital de maneira positiva, tanto do ponto de vista da disciplina fiscal quanto do prêmio das ações propostas. Para eles, é um sinal de que há grande confiança da empresa na melhora operacional.

*Matéria atualiza às 12h26 para esclarecer que toda a operação está garantida.

Compartilhe

APERTO DE MÃOS

AliExpress começará a vender no Magazine Luiza (MGLU3) — mas varejista não vai escapar do ‘imposto das blusinhas’; ação dispara no Ibovespa

24 de junho de 2024 - 10:47

Como explicou Fred Trajano, os pedidos realizados serão enviados por meio do programa Remessa Conforme, do governo federal

Concorrência desleal

De novo? Apple teria violado regras e entra na mira dos reguladores da União Europeia

24 de junho de 2024 - 10:13

Companhia já é investigada desde março por supostamente violar a Lei dos Mercados Digitais (DMA)

EM BUSCA DO ‘SHAPE’

Em busca do “treino perfeito”, Smart Fit (SMFT3) confirma negociações para aquisição da Velocity

24 de junho de 2024 - 9:04

O anúncio foi feito ao mercado após uma matéria do Brazil Journal anunciar que a rede de academias estaria disposta a pagar algo em torno de R$ 180 milhões pela Velocity

POSSÍVEL PARCERIA

Apple e Mark Zuckerberg vão unir forças? Fabricante do iPhone e Meta discutem investida conjunta em inteligência artificial, diz agência

23 de junho de 2024 - 15:21

A empresa da maçã tenta acordar a integração da IA generativa utilizada pela Meta ao Apple Intelligence, lançado pela empresa neste mês

AUXÍLIO DO GOVERNO

R$ 1.412 por funcionário: empresas do Rio Grande do Sul já podem aderir a programa de apoio financeiro do governo

23 de junho de 2024 - 14:08

Serão duas parcelas por empregado, com o pagamento da primeira marcado para 8 de julho e a segunda programada para 5 de agosto

DINHEIRO NO BOLSO

Dividendos e JCP: Localiza (RENT3) vai pagar mais de R$ 400 milhões aos investidores e anuncia aumento de capital milionário

22 de junho de 2024 - 16:37

Terá direito ao pagamento quem estiver na base acionária da companhia de locação de automóveis na próxima quarta-feira (26)

MAIOR OFERTA DO ANO

Privatização da Sabesp (SBSP3) pode movimentar mais de R$ 15 bilhões e ações terão “desconto”; confira os detalhes da oferta

22 de junho de 2024 - 9:58

Se efetivada nesse patamar, essa será a maior operação da bolsa brasileira nos últimos três anos

CHUVA DE PROVENTOS

BB Seguridade (BBSE3) e Multiplan (MULT3) anunciam quase R$ 3 bilhões em dividendos e JCP aos acionistas; veja as condições

21 de junho de 2024 - 19:54

Seguradora do Banco do Brasil (BBAS3) vai distribuir a maior fatia dos proventos: R$ 2,7 bilhões; já a Multiplan anunciou também um novo programa de recompra de ações

TENTATIVA FRUSTRADA

Nada de IPO? Por que oferta de ações da Shein nos Estados Unidos está cada vez mais longe de acontecer

21 de junho de 2024 - 15:50

Varejista de moda chinesa também entrou com um pedido de listagem em Londres

DESTAQUES DA BOLSA

Movida (MOVI3) está andando bem e ação pode se valorizar mais. Vale a pena pegar essa carona? O Citi responde

21 de junho de 2024 - 13:45

Banco norte-americano voltou a cobrir a companhia, mas ainda vê desafios no futuro; saiba o que fazer com os papéis agora

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar