🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
BOMBOU NO SD

Os dois motivos que fizeram o Bitcoin (BTC) disparar, o milagre de Milei e dívidas em Portugal: confira os destaques do Seu Dinheiro na semana

Nem só de notícias sobre a bolsa vive o leitor do Seu Dinheiro: criptomoedas, dívidas, câmbio e política roubaram os holofotes na semana; veja as notícias mais lidas dos últimos dias

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
2 de março de 2024
14:03 - atualizado às 10:48
Bitcoin (BTC) em disparada
Bitcoin (BTC) em disparada. - Imagem: DALL-E/ChatGPT

Os investidores de criptomoedas tiveram uma semana intensa. O bitcoin (BTC) deu sequência ao rali dos últimos dias e renovou as máximas que não eram vistas desde o bull market de 2021.

A maior criptomoeda do planeta atualmente é negociada próxima dos patamares de US$ 61 mil, com um avanço de 21% nos últimos sete dias.

A escalada do ativo digital foi tamanha que atingiu as alturas também aqui no Seu Dinheiro, com os leitores ávidos para descobrir o que motivou a alta recente do BTC. A matéria que responde a essa pergunta foi o texto mais lido do Seu Dinheiro durante a última semana.

Veja a seguir a lista das cinco matérias mais lidas nesta semana:

  • Quais são as melhores recomendações de investimento para março das maiores casas de análise e bancos do país? O Money Picks analisou 20 carteiras recomendadas para descobrir a resposta – veja aqui gratuitamente. 

1- Os dois motivos que fizeram o Bitcoin (BTC) disparar e renovar patamares de preço que não eram vistos desde 2021

Em linhas gerais, foram dois principais fatores que impulsionaram as cotações do bitcoin (BTC) na última semana.

O primeiro é o movimento contínuo de compra por investidores institucionais após a aprovação dos ETFs de bitcoin à vista (spot).

Reduzindo a disponibilidade de unidades no mercado e mantida a procura pela criptomoeda, as cotações tendem a se valorizar. 

Mas não foram apenas as grandes gestoras como a BlackRock que embolsaram alguns BTCs. A Microstrategy adicionou três mil unidades de bitcoin aos seus cofres, ultrapassando o montante de US$ 10 bilhões em criptomoedas em seu caixa. 

O segundo motivo para a alta do BTC foi a liquidação de posições em short (isto é, que apostam na queda de um ativo).

O movimento de disparada desencadeou uma liquidação em massa de aproximadamente US$ 189,27 milhões, de acordo com o CoinGlass, em um movimento chamado “short squeeze” — quando investidores com posições vendida no BTC tiveram que se desfazer de suas posições e aumentar o número de compras da criptomoeda, consequentemente elevando ainda mais os preços. 

Leia a matéria completa aqui.

2- Ela fez dívidas em Portugal, não pagou e voltou para o Brasil: o que pode acontecer agora? 

Imagine o desespero: você consegue um emprego em Portugal e decide se mudar com sua pequena família para o país em busca de melhores condições de vida. 

Passou anos pagando suas contas e impostos — até que, do nada, você perde o emprego. 

Sem novas oportunidades e agora no vermelho, você não tem mais de onde tirar seu sustento na Europa e acaba por ter que tomar uma decisão difícil: voltar para o Brasil. 

O problema é: você acumulou alguns milhares de euros em dívidas por causa desse período de dificuldades. 

Você volta para seu país natal assim mesmo e passa noites acordado pensando: “será que posso ser cobrado aqui?”.

A resposta, você confere clicando aqui.

3- O milagre de Milei? Dólar livre cede 15% na Argentina em fevereiro — a queda mais acentuada em 20 anos

Quem vai à Argentina certamente tira algum momento do dia para conhecer a famosa Calle Florida, uma rua de compras de Buenos Aires onde é possível encontrar de tudo: de roupas em couro, alfajores e doces de leite — até dólar. 

Basta entrar na rua de pouco mais de um quilômetro que logo você vai ouvir a pergunta: “Câmbio para cambiar?” — são várias as pessoas que ao longo da Calle Florida oferecem a troca reais, dólares e outras moedas por pesos argentinos. 

E quem passou por lá em fevereiro notou que essas trocas não se deram na mesma base que de costume. O motivo? Fevereiro foi caracterizado por um “verão cambial” raramente visto na Argentina. 

O dólar livre caiu até 15% nas últimas quatro semanas — a baixa real mais acentuada dos últimos 20 anos. Uma tendência que contrasta com uma economia na qual a inflação estimada para o mês está projetada em 15% e as taxas de inflação e juros são negativas em termos reais.

Entenda o que está por trás desse recuo.

4- Safra eleva Cemig (CMIG4) e Auren (AURE3) para compra, mas outras três ações do setor de energia é que vão brilhar agora

O investidor que quiser jogar uma luz sobre a carteira de ações deve olhar com mais atenção para Cemig (CMIG4) e Auren (AURE3) — as duas empresas acabaram de ter a recomendação elevada para compra pelo Safra, as queridinhas do banco no setor de energia são outras.

Eletrobras (ELET3), Copel (CPLE6) e Equatorial (EQTL3) são as preferidas do Safra por estarem preparadas para se beneficiar de ganhos de eficiência, da tendência de recuperação dos preços de energia e do crescimento dos volumes.

E se as empresas acima brilham com recomendações de compra do Safra, algumas companhias do setor de energia ficaram no escuro com a nova avaliação do banco para o segmento. 

Veja a matéria na íntegra.

5- Pedido de impeachment de Lula por críticas a Israel tem mais assinaturas que os que derrubaram Dilma e Collor; mas tem chance de ser aceito?

Em fevereiro, deputados da oposição protocolaram um pedido de impeachment contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por críticas do mandatário à ação de Israel na guerra contra o Hamas, fazendo comparações com o extermínio de judeus promovido por Adolf Hitler na Alemanha nazista.

Para além da polêmica junto à opinião pública e o incidente diplomático causado, o movimento da oposição, encabeçado pela deputada Carla Zambelli (PL-SP) já amealhou 139 assinaturas.

Trata-se de um número maior do que as 47 assinaturas do requerimento que derrubou Dilma Rousseff e as 18 do pedido de cassação que tirou do poder Fernando Collor, únicos presidentes a serem impedidos de continuar o mandato pelo Congresso desde a promulgação da Constituição de 1988.

Descubra se o pedido de impeachment tem chance de ser aceito.

Compartilhe

LISTA DA FORBES

‘Clube dos US$ 100 bilhões’: número bilionários com fortuna de 12 dígitos bate recorde em 2024; veja quem são

19 de abril de 2024 - 17:33

Em 2023, o “clube” tinha seis membros. Em 2020, apenas um: era Jeff Bezos, fundador da Amazon, que hoje aparece em terceiro lugar

MUDANÇA NO PÓDIO

Mark Zuckerberg ultrapassa Elon Musk e se torna terceiro homem mais rico do mundo, segundo ranking de bilionários da Bloomberg

19 de abril de 2024 - 15:00

Elon Musk, que encerrou 2023 como o homem mais rico do mundo, foi empurrado por Mark Zuckerberg para fora do pódio dos bilionários da Bloomberg

TRANSAÇÕES LIMITADAS

O fim das apostas esportivas no cartão de crédito: governo define novas regras para o ‘mercado bet’

18 de abril de 2024 - 14:31

Criada em 2018, a modalidade lotérica que reúne eventos virtuais e reais vem sendo regulamentada desde o ano passado

LOTERIAS

Lotofácil tem dois ganhadores, mas ninguém fica milionário — e outra loteria vai pagar prêmio de R$ 174 milhões nesta semana

18 de abril de 2024 - 9:37

Duas apostas cravaram as 15 dezenas sorteadas no concurso 3081 da Lotofácil; confira os números que saíram na loteria

COM A PALAVRA, O CHEFE DO BC

Qual o futuro dos juros no Brasil? Campos Neto dá pistas sobre a trajetória da taxa Selic daqui para frente

17 de abril de 2024 - 20:03

O presidente do banco central falou sobre a inflação, o mercado de trabalho e sobre a trajetória da economia durante entrevista para a CNBC

Oficializou

Senado aprova isenção de imposto de renda para quem ganha até dois salários mínimos por mês; projeto vai à sanção presidencial

17 de abril de 2024 - 19:08

Aprovação do projeto de lei oficializa medida provisória publicada pelo governo em fevereiro; limite de isenção do imposto de renda passa para R$ 2.824

OS ARGUMENTOS DO MINISTRO

Haddad responde aos mercados sobre ruídos provocados por meta fiscal; veja o que o ministro falou

16 de abril de 2024 - 19:06

Haddad argumentou que o ajuste estabelece uma trajetória “completamente em linha” com o que se espera no médio prazo de estabilidade da dívida

REALITY SHOW

A final do BBB 24 está aí: Quanto o prêmio recorde de R$ 2,92 milhões renderia se o vencedor resolvesse viver de renda?

16 de abril de 2024 - 18:29

O Big Brother Brasil pagará o maior prêmio da história na final desta edição, com Davi, Isabelle e Matheus na disputa. Mas é possível viver apenas com a bolada?

DE OLHO NAS REDES

Petrobras (PETR4) é uma das melhores petroleiras do mundo, mas ‘risco Lula’ empaca: “ações podem desabar da noite pro dia” — o que fazer com os papéis? 

16 de abril de 2024 - 15:51

“Se você focar apenas em resultados, a Petrobras (PETR4) é uma das melhores petroleiras do mundo”. É assim que o analista Ruy Hungria começa sua participação no mais recente episódio do podcast Touros e Ursos. Ele explica que a estatal tem margens até melhores do que as gigantes do setor — como Chevron, Exxon e […]

NAS ALTURAS

Dólar em R$ 5,28: os dois eventos que fizeram a moeda norte-americana atingir o maior patamar em mais de um ano

16 de abril de 2024 - 11:44

Entenda por que os investidores buscam abrigo em ativos considerados porto seguro como o ouro e os títulos do Tesouro dos EUA

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar