🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
MOEDA NORTE-AMERICANA

Dólar escala e vai a R$ 5,68 no Brasil e bate novo recorde na Argentina a 1.420 pesos — mas hoje a culpa não é do Lula

A alta do dólar em relação ao real e ao peso é atribuída a comentários de Jerome Powell em evento que reúne banqueiros centrais na Europa

Renan Sousa
Renan Sousa
2 de julho de 2024
12:37 - atualizado às 7:35
Argentina X Dólar país enfrenta escassez de reservas
Imagem: Montagem Seu Dinheiro

O dólar voltou a subir em mais uma sessão nesta terça-feira (2) contra as divisas no Brasil e na Argentina, renovando as máximas históricas no país vizinho. O principal motivo está nas falas de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos Estados Unidos) na manhã de hoje.

Nas últimas semanas, o dólar disparou em relação ao real, saindo de R$ 5,24 no início de junho para a faixa de R$ 5,68 hoje.

Vale observar que o movimento ocorre em meio a indicações de um possível ataque especulativo contra a moeda brasileira, que acaba de completar 30 anos em circulação.

Desde o início do ano, o real foi a sétima que mais se desvalorizou em relação ao dólar, perdendo para os também depreciados iene e peso argentino, por exemplo.

Parte da desvalorização é atribuída a falas recentes do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Porém, alguns analistas entendem que essa é uma explicação insuficiente para tamanha queda.

  • VOCÊ JÁ DOLARIZOU SEU PATRIMÔNIO? A Empiricus Research está liberando uma carteira gratuita com 10 ações americanas pra comprar agora. Clique aqui e acesse.

Porém, hoje a culpa não é do Lula

A explicação desta terça-feira vem do próprio Powell. Ele participava de um evento com seus homólogos Roberto Campos Neto, do BC brasileiro, e Christine Lagarde, do europeu.

Por volta das 11h40, o dólar à vista era negociado em alta de 0,34%, cotado a R$ 5,6931. No mesmo horário, o Ibovespa também avançava, cerca de 0,27%, aos 125.107 pontos.

Além da valorização das commodities, que estimula as ações de empresas dos setores de mineração e siderurgia, as palavras de Powell agradaram os investidores.

O chefe do BC dos EUA, disse, por exemplo, que o Fed conseguiu um progresso significativo na inflação e que o mercado de trabalho está desacelerando. O presidente da instituição ainda afirmou que "tivemos um progresso significativo na inflação."

Já Campos Neto disse que a decisão da autoridade monetária de interromper o ciclo de cortes de juros se deve mais a ruídos do que a fundamentos econômicos.

  • VEJA TAMBÉM - OS FUNDOS DE RENDA FIXA COM DUPLA ISENÇÃO DE IR: UMA CONVERSA SOBRE FI-INFRAS

Dólar na Argentina: o que se passa por lá

Já nos nossos hermanos, a situação é um pouco pior. A escalada da moeda levou um dólar a valer 1.420 pesos argentinos nesta terça-feira, segundo o portal Ámbito Financeiro. 

Por lá, os investidores não digerem apenas as falas de Powell, mas também há uma grande expectativa em relação à reunião do ministro da Economia, Luis “Toto” Caputo, e do presidente do BCRA — o BC da Argentina —, Santiago Bausili, com bancos locais. 

No encontro, Caputo deve pedir, entre outras questões, para os bancos desfazerem as opções de venda (put) de títulos argentinos.

Recapitulando, na última sexta-feira (28), Caputo anunciou o que seria a segunda etapa do seu plano de estabilização da economia da Argentina.

Assim, o ministro também quer manter os passivos do BCRA sob tutela do Tesouro, o que tende a garantir um compromisso de maior responsabilidade fiscal.

Contudo, se houver uma venda massiva desses títulos, eles perderão valor, impactando a meta de déficit zero.

Além disso, ele prometeu não fazer novas rodadas de emissão de novos títulos da dívida argentina. “Para o déficit zero, vamos adicionar emissão zero”, disse o ministro, na coletiva de imprensa.

Vale lembrar, por fim, que a Argentina vem fazendo uma substituição de seus títulos da dívida em pesos por aqueles em dólar, com prazos que vão até 2028.

Compartilhe

FRIGORÍFICOS

Problemas para a BRF (BRFS3) e a JBS (JBSS3)? Brasil suspende exportações de carne de aves para 44 países — e a China é um deles

20 de julho de 2024 - 12:19

O Ministério da Agricultura decidiu voluntariamente paralisar as exportações de carnes de aves e seus produtos, com restrições que variam de acordo com os mercados

DÁ O PLAY!

Agora vai? Por que a bolsa brasileira despertou em julho e o que esperar das ações agora

20 de julho de 2024 - 11:00

Ibovespa já acumula alta de 3% em julho, depois de quase perder os 120 mil pontos no último mês; mas as ações finalmente vão decolar, ou será mais um voo de galinha?

BOLSA NA SEMANA

Por que as ações do Pão de Açúcar (PCAR3) desabaram 13% e lideraram as perdas do Ibovespa na semana — enquanto Usiminas (USIM5) subiu 5%?

20 de julho de 2024 - 9:22

As ações do Pão de Açúcar atraíram os holofotes dos investidores na semana após uma sangria na bolsa brasileira. Veja o que está por trás da queda dos papéis

PERSPECTIVAS PARA OS PROVENTOS

Com R$ 2 bilhões entrando no caixa, a Eletrobras (ELET3) vai distribuir mais dividendos? Veja o que diz o Goldman Sachs

19 de julho de 2024 - 19:46

O banco acredita que a oferta irá aumentar a liquidez da companhia e potencialmente abrir espaço para proventos mais elevados no futuro

RANKING DA QUANTUM

Os reis das ‘penny stocks’: Americanas (AMER3), Oi (OIBR3) e outras ações com a maior sequência de pregões no patamar de centavos

19 de julho de 2024 - 16:41

Um estudo da Quantum mostra que companhias que enfrentaram processos de recuperação judicial dominam o ranking de penny stocks

GESTÃO EXPLICA

Fundo imobiliário com mais de 150 mil cotistas anuncia os menores dividendos em mais de dois anos; por que os proventos do ALZR11 estão em queda?

19 de julho de 2024 - 13:07

O histórico de distribuições de 2024 mostra que os valores depositados pelo FII recuaram cerca de 11,2% desde janeiro

REAÇÃO DAS BOLSAS

Apagão cibernético: ação da CrowdStrike, empresa que causou a pane nos sistemas da Microsoft e derrubou serviços no mundo todo, despenca em NY

19 de julho de 2024 - 12:08

Vale relembrar que, mais cedo, uma atualização nos sistemas da CrowdStrike causou uma pane generalizada nos sistemas da Microsoft

MERCADO FINANCEIRO

Renda fixa brilha no 1º semestre e impulsiona captação de fundos. Veja as 10 gestoras que mais levantaram dinheiro no período

18 de julho de 2024 - 18:38

No “Top 10” das empresas que mais levantaram dinheiro no período, a cifra chega a R$ 202,2 bilhões, de acordo com a Quantum Finance

DISPARADA DO CÂMBIO

Dólar bate os R$ 5,58 e fecha no maior patamar em duas semanas; confira o gatilho da alta de quase 2%

18 de julho de 2024 - 17:47

Mais cedo, o ministro da Fazenda disse ter recebido o sinal verde de Lula para avançar em estudos de corte no Orçamento, mas falas da ministra do Planejamento impulsionaram a moeda

OFERTA NA BOLSA

Fundo imobiliário VGIR11 anuncia emissão de até R$ 500 milhões e vai oferecer um ‘desconto’ nas cotas; confira os detalhes

18 de julho de 2024 - 14:59

O preço de emissão pago por quem decidir participar da operação, que é voltada a investidores no geral, será de R$ 9,85 por cada nova cota

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar